Consumir Alimentos Enriquecidos… Para quê?

ovo-martelo Consumir Alimentos Enriquecidos... Para quê?

O facto de sermos pouco cuidadosos com a nossa alimentação, levou as marcas a lançarem produtos ditos fortificados ou enriquecidos como forma de aumentarem os seus lucros.

Em qualquer secção dos hipermercados onde existam alimentos, existem sempre versões mais “saudáveis” dos mesmos.

Temos leite, iogurtes, margarinas com mais cálcio, de digestão fácil, com ómega-3, para redução do colesterol, etc.

Cereais de pequeno-almoço com mais vitaminas e minerais do que outros.

Adicionam ómega-3 na ração das galinhas para tornar os ovos mais saudáveis.

Nem a água escapou a esta onda! Certamente já ouviu falar ou até já bebeu água com fibras.

Não é preciso fazermos muitas contas para constatarmos que fica mais caro tentar compensar maus hábitos alimentares com o consumo desses produtos, do que se seguíssemos uma alimentação saudável.

Portanto, alimentos fortificados para quê?

Não é por ingerirmos esses alimentos enriquecidos que teremos uma alimentação mais equilibrada.
Basta uma alimentação cuidada e variada para sermos mais saudáveis e menos propensos a doenças.

Quem mais fortifica e enriquece no meio disto tudo, são as marcas que vendem esses produtos.

Seja saudável e não vá em cantigas!

Comentários

comentários

8 respostas

  1. maria diz:

    Concordo plenamente contigo, Miguel!!!! Eu nunca compro desses produtos, que prometem baixar o colesterol, ou reforçar as nossas defesas naturais. O preço é bem caro, e as marcas recomendam que os iogurtes sejam bebidos diariamente (já pra não falar no tamanho deles, que são de tamanho mini). Pelo preço de 1 pack de 4 iogurtes de um destes iogurtes, eu compro 2 packs de iogurtes de uma marca do minipreço 😛

  2. Teresa diz:

    Subscrevo tudo o que vocês escreveram!! É um enorme dispare ir atrás destes produtos “saudáveis” e “milagrosos” na redução do colesterol. Quem fica reduzidos somos nós na nossa carteira!! Qdo a minha filhota passou a beber leite de vaca a pediatra disse-me para não ir na cantiga dos leites vitaminados. para além de serem mais caros, eram mais doces e o leite usado cá em casa era melhor que todas essas maravilhas vitaminadas!

  3. Miguel Gomes diz:

    Concordo inteiramente.

    Antes de começarmos a olhar para o leite com cálcio, ou as manteigas com os ómegas, os iogurtes fortificados, convém olharmos atentamente para a nossa alimentação.

    Adoptando hábitos saudáveis, como ter uma alimentação variada, aumentar o consumo dos alimentos crus de todas as cores, diminuir o consumo de carne, conseguimos ter tudo o que é necessário, sem estar a pagar a peso de ouro os aditivos que colocam nos alimentos.
    .-= Venha ler o meu último post ..Projecto Limpar Portugal, vamos eliminar o lixo da floresta =-.

  4. Isa Ribeiro diz:

    Eu não concordo assim muito eu por exemplo, bebia leite meio gordo da mimosa normal, agora bebo o extra calcio e gosto muito mais.. Nota-se uma diferença bastante grande no conteudo.. Apesar de ser mais caro.
    Mas tambem é só o leite porque de resto é o mais barato.

  5. Teresa diz:

    Hás-de comparar a composição dos dois leites em termos de ingredientes e em termos de nutrientes…. Este tipo de alimentos enrfiquecidos estão feitos para se tornarem mais agradáveis ao paladar e de certa forma tornar-nos “dependentes” do seu consumo: porque sabem melhor, porque os intestinos funcionam melhor, porque baixam o colesterol, etc….. fazem isto tudo porque nos é mais prático comê-los do que termos uma alimentação saudável e regrada!

  6. Alexandra diz:

    Muitas vezes esses alimentos fortificados não têm uma quantidade muito superior desse nutriente comparado com os normais, outras vezes acontece terem uma quantidade muita acima daquilo que o nosso corpo consegue absorver, ou seja, o restante vai ser excretado pelo organismo. Portanto, acabamos por deitar dinheiro fora.

  7. S diz:

    O leite aumenta o estado inflamatório do organismo e esta cheio de hormonas e antibióticos.
    Não contribui para a melhoria dos ossos pelo contrário piora; razão pela qual as doenças dos ossos são puramente ocidentais não se verificam nos países como Japão por exemplo onde as pessoas que fazem a dieta tradicional sem lacticínios não possuem cancros nem tem problemas de ossos.
    Os brócolos têm mais cálcio que o leite; e sem vitamina D o cálcio não pode ser absorvido correctamente.
    Os alimentos vitaminados não são saudáveis nem naturais pelo que o nosso organismo não colhe os seus benefícios… Investiguem.
    O resto são os lobbys da indústria do leite que nós impingem.

  8. Paula Pimentel diz:

    Numa altura em que todos deitamos contas à vida,vales pena pensar antes de comprar.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.