Aproveitar o desemprego para mudar de rumo

mulher-sentada-mala-cartao Aproveitar o desemprego para mudar de rumoFicar desempregado nunca é uma boa notícia, principalmente nos dias de hoje, em que voltar a encontrar emprego pode ser um verdadeiro desafio. No entanto, o desemprego pode ser visto como uma oportunidade para mudar de rumo.

O otimismo nesta fase pode não ser o mais fácil de conseguir, mas é sem dúvida o mais acertado. Tente tirar o máximo partido desta situação que lhe foi imposta e aproveite para mudar de rumo.

ORGANIZE A SUA VIDA

Quando ficamos desempregados o desespero pode tomar conta da nossa vida e condicionar as nossas atitudes, no entanto, atitudes derrotistas não nos vão ajudar a melhorar a nossa vida.

Quando temos um emprego com um horário fixo é difícil dedicar tempo a outros projetos na nossa vida. Temos um horário apertado e o tempo que resta é utilizado na manutenção da casa e na convivência com a família.

Ao ficar desempregado tem novamente um dia inteiro à sua disposição, em que pode escolher como o utilizar. Uma parte deve ser, obviamente, utilizada na procura ativa de emprego, no envio de candidaturas e análise das ofertas existentes, mas e o que vai fazer com o resto do tempo?

É importante saber utilizar esse tempo de uma forma pró-ativa, para se desenvolver enquanto individuo e enquanto profissional.

MUDAR DE RUMO

Apenas uma pequena parte da população tem o seu emprego de sonho, enquanto a grande maioria gostaria de trabalhar noutra área.

Com o desemprego, vai dispor do tempo necessário para se formar e investir na sua área de preferência. A infelicidade de estar desempregado pode ser uma janela aberta para procurar aquilo que realmente gosta de fazer.

ESTUDAR

Aproveite este tempo livre para aprofundar os seus conhecimentos. Atualmente a internet facilita em muito a aprendizagem e permite a quem não pode frequentar universidades conseguir adquirir novos conhecimentos. Suponha que sempre sonhou em trabalhar em pastelaria, utilize a internet para conseguir conhecimentos nessa área.

Outra boa fonte de informação são os cursos online gratuitos. São cursos fornecidos gratuitamente por Universidades. Pode consultar um exemplo aqui: Coursera. Apesar de não lhe conferirem um diploma, oferecem os conhecimentos que o podem destacar dos seus concorrentes.coursera-courses-online Aproveitar o desemprego para mudar de rumo

ESCREVA UM BLOGUE

Tem uma paixão, um hobbie? Então escreva sobre ele! Criar um blogue é fácil, rápido e tem imensas vantagens.

Permite ocupar o seu tempo de forma produtiva, conhecer outras pessoas ligadas à sua área e, a grande vantagem, permite demonstrar os seus conhecimentos na área.

O facto de ter um blogue mostra que é uma pessoa interessada e pró-ativa e é uma excelente informação para colocar no seu curriculum.

Muitas pessoas têm ainda a sorte de conseguir empregos, mesmo que seja por conta própria, através do seu blogue.

TRABALHE POR CONTA PRÓPRIA

Despedir-se e trabalhar por conta própria é um passo arriscado que nem todos estamos dispostos a dar. Mas, e se já estiver desempregado? Porque não avançar com um projeto por conta própria? Afinal, não tem nada a perder!

Procure transformar um hobbie num part-time e quem sabe não o consegue transformar num emprego fixo?

Se tiver um projeto maior em mãos, também pode utilizar os apoios da Segurança Social para arrancar com o seu próprio projeto e mudar radicalmente a sua vida.

EMPENHO

O que faz toda a diferença entre o sucesso e o insucesso é o seu empenho.

Se escolher ocupar o seu tempo livre a relaxar, é natural que não consiga aproveitar a oportunidade. Escolha dedicar-se a si próprio, escolha lutar por aquilo que pretende e veja o desemprego como a desculpa perfeita para o fazer.

Não defendemos que ficar desempregado é algo positivo, claro que não é, mas já que se encontra nessa situação, o melhor é aprender a aproveitar todas as oportunidades.

Texto da autoria de Marisa Barata

Comentários

comentários

20 respostas

  1. Ad diz:

    Ando a tentar algumas, mas perco muito facilmente o entusiasmo.

  2. Susana Galveias diz:

    Quem fica desempregado, fica com pouca cabeça, pelo menos durante algum tempo, para ver um lado positivo….

  3. Gisela Rego diz:

    Onde está a solução para a falta de emprego, falta de dinheiro e consequente desespero?????

  4. Patrícia de Almeida diz:

    Ja consegui tirar uns cursos online muito aproveitosos na minha area

  5. ACláudia Freitas diz:

    Nao e facil para que fica desempregado achar um lado positivo.

  6. Sofia Oliveira diz:

    Infelizmente em Portugal não há grandes apoios ao empreendedorismo. Antigamente uma pessoa podia fazer bolos ou salgados para fora, agora se algum invejoso fizer queixa na ASAE pode ser um problema sério

  7. Susana Galveias diz:

    Infelizmente tenho muitos amigos e conhecidos que estão a passar grandes problemas financeiros. É muito triste.

  8. Joana Pereira Happiny diz:

    Sim é verdade que o desemprego leva muitas pessoas ao desespero, mas há muitas que o desemprego aconteceu na vida deles e só lhes mudou o rumo de vida, aprenderam novas áreas e hoje em dia estão muito mais contentes no trabalho actual.

  9. Joana Pereira Happiny diz:

    Não podemos ver só o lado negativo de tudo, tudo tem um lado positivo basta procurar por ele. Empreendedorismo dos melhores conceitos a ser explorado depois do desemprego 😉

    • Susana Galveias diz:

      Sim Joana, mas isso vem depois….porque na altura e durante algum tempo as pessoas ficam mal. Algumas entram em desespero de causa! Nem todas as pessoas conseguem ultrapassar esta situação muito bem, E algumas, são famílias em que ninguém está empregado…só quem passa por elas é que sabe como reage.

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Eu sei Susana, já passei por isso. Por isso falo com conhecimento de causa 😉 E estou desempregada neste preciso momento, e falta de ânimo não me falta 😉

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Aliás já tive empregada, e ser única pessoa de rendimento em casa, com pais e irmãos, não é fácil, não é por exibirmos uma boa imagem, e um discurso positivo que não passamos por situações menos boas.

    • Susana Galveias diz:

      Mas, tu sabes! Existem pessoas menos fortes que até em depressão caem 🙁

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Eu tive uma depressão, que não está totalmente curada, foi por isso que fui para o desemprego. Mas não é por isso que me baixo e mostro o negativismo a todos, as outras pessoas não têm de levar com os meus problemas.

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Lá está as aparências iludem, e quando vemos um pensamento positivo devemos congratular em vez de desanimar.

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Ao contrário de quando vemos um pensamento negativo devemos animar.

    • Susana Galveias diz:

      Mais uma vez digo…há pessoas e pessoas. Mas tu és das fortes, parece-me 😉

    • Joana Pereira Happiny diz:

      Tento ser 😉 Nunca devemos passar o lado negativo a ninguém, já basta o nosso. Nºao é por eu ser negativa, que tenho de dizer aos outros para serem, o que eu quero é rodear-me de pessoas positivas 😀

    • Gisela Rego diz:

      Confesso que passo os dias a candidatar-me para empregos online porque não posso trabalhar fora de casa….

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.