Como Fazer Tintas Não-Tóxicas para Entreter Miúdos e Graúdos

crianca-pinturas-1 Como Fazer Tintas Não-Tóxicas para Entreter Miúdos e GraúdosA Joana Araújo Espiñal, leitora deste blog, enviou uma excelente sugestão para apelar à criatividade das crianças sem necessidade de despendermos de muito dinheiro.

As crianças e bebés gostam de expressar a sua criatividade, experimentar novos materiais, e nós gostamos de ter de recordação as pinturas dos nossos bebés, mas regra geral estas sessões de pintura acabam sempre mal!

Tendo em conta que trabalho com crianças destas faixas etárias ao nível da pintura, aprendi que as caríssimas tintas não tóxicas e batas de plástico, podem ser facilmente substituídas por materiais baratos e caseiros.

Tudo começa com forrar o chão e mesas com papel de jornal e sacos de plástico, depois a roupa velha (para os papás e para os bebés) que pode mesmo assim ser protegida por uma bata improvisada de saco de plástico do lixo. E está na hora de entrar em ação o papel manteiga, barato, resistente e reciclado.

Seguem agora algumas receitas para fabricarmos tintas não tóxicas que podemos experimentar com todos os sentidos:

Tinta para pintura com os dedos (esta tinta deve ter uma textura espessa)

Dissolver uma chávena de farinha de trigo numa chávena de água fria e mexer até obter uma textura homogénea e sem grumos. Adicionar a este preparado água quente até obter a textura desejada. Dividir a mistura em recipientes de menor capacidade e adicionar umas gotas de corante alimentar até obter a cor desejada.

Tinta para pintura com pincel (textura aguarela ou guache)

Misturar uma colher de sopa de vinagre com uma colher de sopa de fermento (bicarbonato de sódio). Após a reação química dos ingredientes anteriores estar concluída juntar uma colher de sopa de xarope de milho (pode ser substituído por calda de açúcar ou mel) e duas ou três colheres de sopa rasas de maizena (conforme a consistência desejada). Pode ainda ter a necessidade de diluir esta mistura em água para a tornar mais fluída. Quando a mistura estiver completa pode ser distribuída em recipientes mais pequenos onde se juntarão algumas gotas de corante alimentar até se obter a cor desejada.

Tinta Vegetal (textura aguarela)

Esta tinta apenas permite usar as cores naturais provenientes dos legumes:

  • Beterraba, morango, frutos silvestres – vermelho
  • Cenoura, pêssego, ameixa – amarelo
  • Espinafre, couve, brócolos, kiwi – verde
  • Chá, Café – castanho

Batem-se separadamente os legumes no liquidificador ou com a varinha mágica, adicionando água se for necessário, até se obter um puré de legumes. Côa-se o puré com um pano e verifica-se se a cor e textura da tinta são as desejadas, caso contrário corrige-se a cor adicionando mais puré ou mais água conforme a textura e cor que se pretende.

Tinta de especiarias (textura aguarela)

Dissolvem-se as especiarias (canela, açafrão, caril, colorau, baunilha) em óleo alimentar até se obter a textura desejada. Esta tinta permite pintar com as cores e os cheiros.

Para os pincéis tudo serve, brinquedos velhos, esfregões da louça, frutas partidas ao meio para carimbar, trapos, pauzinhos, as mãos e os pés.

Assim podemos tornar a pintura menos suja, menos cara e muito mais divertida… Poupamos e ganhamos!

Obrigado Joana pela colaboração. 😉

Comentários

comentários

2 respostas

  1. Pepe Costa diz:

    Muito Obg pela dica. Tenho uma para dar que ainda nao vi no blog e tem a ver tambem com tintas e brincadeiras para crianças! Plasticina caseira 🙂

    Só é preciso:

    1- Corantes alimentares (varias cores)
    2- 236g Farinha ou amido de milho
    3- 1 colher de sopa de Oleo
    4- 476g Bicarbonato de Sódio
    5- Água

    Depois só têm de levar tudo ao lume (menos os corantes) ate engrossar. Depois deixem arrefecer adicionem o corante alimentar e misturem tudo . 🙂

    A receita ta aqui em ingles se quiserem ver melhor: http://www.playdoughrecipe.com/rubbery-playdough-recipe/

  2. Catarina Lino diz:

    Adoro pinturas e para divertir os mais pequenos é um óptimo passatempo. Não fazia ideia que era tão simples fabricar tintas caseiras em casa e ainda por cima com ingredientes tão úteis nos cozinhados e muito acessíveis economicamente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.