Estou desempregado, e agora?

desempregado1 Estou desempregado, e agora?A perda de um emprego é infelizmente muito frequente nos dias que correm. Este é um episódio com consequências devastadoras para qualquer pessoa, tanto a nível emocional, como financeiro.

De repente, ver-se sem um salário mensal para pagar as suas despesas e outros compromissos, torna a vida bastante complicada. Além disso, com a perda de um emprego perde-se também muitas vezes a rotina diária, bem como muitas das relações ligadas à vida profissional.

E se durante algum tempo, financeiramente ainda pode ter o apoio do subsídio de desemprego, a verdade é que ele não dura para sempre. Assim, neste artigo iremos abordar o que você pode fazer se perder o seu emprego.

Antes de mais, é importante ter a atitude correta. É natural que se vá abaixo, mas não deixe que essa atitude se torne permanente. O comodismo é o seu inimigo, e por isso, olhe sempre para o futuro com uma atitude positiva, na procura de transformar esta situação negativa numa oportunidade. De seguida conheça os pontos essenciais para quem procura um novo rumo profissional.

Verificação das finanças pessoais

Com a perda de um emprego, muitas coisas na sua vida, e na vida da sua família, irão mudar. Sendo assim, é fundamental adequar os seus gastos à sua nova realidade. Faça uma verificação às suas finanças pessoais, e perceba detalhadamente o dinheiro que tem, quais os seus gastos, e onde poderá cortar. Organize a sua vida de acordo com os rendimentos atuais, e perceba até quando é que consegue sobreviver com o dinheiro que tem neste momento. Isso irá dar-lhe um prazo, que o deixará mais focado para a procura de um novo emprego.

Procura ativa de emprego

Mesmo que os tempos não sejam de feição a quem procura um novo emprego, isso não significa que não exista trabalho. Seja persistente na procura ativa de emprego, e faça disso uma rotina na sua nova vida.

Descubra uma nova rotina

Uma das coisas que abate psicologicamente um desempregado é a falta da rotina que tinha diariamente. A melhor forma de evitar esse problema, é criar uma nova rotina. Manter os currículos atualizados, procurar emprego, tarefas caseiras, fazer desporto, aprender algo novo, etc. Organize o seu tempo diário, dando a cada tarefa um determinado horário, tal como fazia no seu emprego. Isso ajudará a manter-se organizado e a manter a sua cabeça ocupada.

Aprender

Se você saiu de um emprego numa área difícil de entrar, então talvez seja uma boa ideia começar a pensar noutras alternativas. Não tenha medo de começar a aprender novas ideias e conhecimentos, e quem sabe, com eles arranjar um emprego diferente, ou até, abrir um negócio próprio. O conhecimento nunca é demais, e é uma ótima forma de manter a sua cabeça ocupada e focada no futuro.

Ficar desempregado não é uma situação agradável. Muitas vezes, destrói tudo aquilo que se construiu numa vida. No entanto, cabe a si erguer a cabeça e dar a volta à situação. Tenha a atitude certa, seja persistente e não desanime. Se for organizado, focado, não tiver medo de aprender e de novas experiências de trabalho, rapidamente dará a volta à situação.

Texto da autoria de Filipe Araújo

Comentários

comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.