Contorne as Exigências dos seus Filhos

nestum-continente Contorne as Exigências dos seus FilhosNos tempos que correm, ainda me custa a compreender o motivo que leva muitos consumidores a desconfiarem dos produtos de marca branca ao ponto de nem lhes darem uma oportunidade…!

Admito que existem alguns produtos alimentares em que se nota alguma diferença no paladar, mas será que essa diferença mínima de qualidade compensa a enorme diferença no preço?!

Quem tenta amealhar uns trocos é capaz de fazer alguns “sacrifícios” na qualidade e sabor do que consome para não sacrificar a carteira! Mas há quem supostamente não se preocupe com o preço do que consome – as crianças.

OS NODDYS E OS RUCAS!

Regra geral, as crianças “comem mais com os olhos” do que os adultos e as marcas já se aperceberam disso há muito tempo. Por isso é que as embalagens dos produtos mais consumidos por crianças têm um aspecto mais apelativo (muito coloridas e com Noddys e Rucas à mistura).

A não ser que duvide do valor nutricional dos produtos de marca branca, não deverão existir muitos motivos para continuar a pagar mais apenas porque a embalagem é bonita.

Pode ser complicado explicar ao seu filho que as bolachas baratas que comprou são tão saborosas como as “bolachas do Noddy”… só que não têm a foto desse desenho animado na embalagem! O mais certo é ele negar-se a comê-las (claro que nem todas as crianças são iguais e depende bastante da idade e maturidade das mesmas).

Experimente comprar os produtos que o seu filho mais consome (na versão “marca branca”) e camuflá-los nas embalagens dos produtos de marca que ele tanto aprecia. Será que ele notará a diferença?

Veja alguns exemplos do que pode fazer:

  • Coloque o chocolate em pó marca branca dentro da embalagem de Nesquik.
  • Guarde o saco de cereais de chocolate dentro da embalagem de cartão do Chocapic.
  • Compre iogurte líquido de 1L e despeje-o em garrafas pequenas da marca predilecta do seu filho.
  • Encha uma garrafa de Coca-Cola com a réplica barata dessa bebida – neste caso eu noto bem a diferença! 😛
  • Use a sua imaginação…

Para que não sinta por muito tempo que está a enganar a criança (a consciência vai pesando), desvende mais tarde a partida que lhe pregou! 😀

Se achar que o seu filho tem maturidade suficiente para entender o motivo que o levou a “enganá-lo”, dedique algum tempo a explicar-lhe o valor do dinheiro.

Note que não sou defensor da qualidade dos produtos de marca branca, mas sim dos seus preços baixos. Há que ter em atenção que por vezes as marcas de referência fazem promoções de tal ordem que conseguem ter preços abaixo dos de marca branca – nesses casos não hesito em lhes dar preferência!

Comentários

comentários

19 respostas

  1. Mónica diz:

    É uma excelente ideia a seguir. Confesso que há certos produtos aos quais não ligo à marca (detergentes, papel higiénico, papel cozinha, guardanapos, iogurtes, manteiga, massas, arroz…principalmente marca pingo doce a qual acho que tem uma excelente qualidade) mas há outras às quais ainda me custa acreditar, mas aos poucos lá vou.
    Em relação aos produtos para as crianças, tais como papas e leite, acho que não consigo usar senão as marcas conhecidas. Tenho receio!

  2. Miguel diz:

    Olá Mónica,
    Em relação às supostas diferenças de qualidade entre os leites de marcas conceituadas e os de marca branca, ainda este mês (se não estou em erro) vi uma reportagem (penso que na RTP) sobre esse tema.
    Nessa reportagem mostraram testes laboratoriais ao leite de marca nacional e ao leite mais económico, e não encontraram diferenças.
    Concluíram que é tão seguro consumir leite de marca branca como qualquer outro leite de marca mais conhecida.
    Vou ver se encontro essa reportagem na internet e depois coloco-a aqui.

  3. Silvia diz:

    Eu faço isso com a minha filha. Apesar dela não ser nada exigente, mas ás vezes com a comida, por ex. faço lulas para o jantar, se lhe disser que são lulas não come, se lhe disser que são chocos, já come sem relilar. Na sopa é igual, se não a passar com a varinha mágica não gosta das coves, nem da cenoura nem das ervilhas, mas passada, como não distingue o ke lá está, já come sem pestanejar (bem… ás vezes). Portanto as crianças são bem levadas pela publicidade e por pequenas “manias” que se instala neles, mesmo sem conhecer as coisas.
    té breve!
    .-= Venha ler o meu último post ..O Indomável, deixou-se dominar! =-.

  4. A Flor diz:

    É uma excelente ideia, desde que depois se revele que o produto é de marca branca – caso contrário acabam por achar que conseguem tudo o que querem e não compreendem o valor do dinheiro.
    .-= Venha ler o meu último post ..Remediando o cabelo oleoso/sujo =-.

  5. Frutinha diz:

    Não é por nada mas até me ri (no bom sentido) com essas dicas de enganar os filhotes. ehehehe
    E olhem que nao é so para os filhotes que funcionam, paras os companheiros tambem!!
    Como se costuma dizer “comem gato por lebre” e nem dão conta… é preciso é saber.

  6. Ana Paulino diz:

    Uma vez lavei uma garrafa de iogurte e coloquei leite para que a minha sobrinha bebesse o leite e não sempre o iogurte, mas ela deu por isso, porque mesmo bem lavada, o leite cheirava a morango!

  7. Tânia Mota diz:

    Felizmente nunca tive que enganar uma criança com estes truques. O meu não reclama das marcas 🙂
    Mas o artigo agrada por ser tão divertido imaginar estas trocas ehehhe

  8. Armando Pereira diz:

    Concordo com o artigo e a poupança com este tipo de procedimento. Uma ressalva referente ao Nestum. Como desde criança e hoje com 44 anos ainda não consigo comer de outra marca mais barata porque simplesmente não é a mesma coisa. Alguns produtos originais são realmente muito melhores que os de marca branca. O truque está em experimentar e fazer a selecção dos produtos em que se pode fácilmente trocar pelos de marca branca.
    😀

  9. Elsa Gonçalves diz:

    Sim, eu também compro muitos produtos de marca branca. Em alguns casos, a diferença de qualidade é significativa, mas na maioria dos produtos vale a pena a troca. É dinheiro que se poupa!

  10. Neusa Cardoso diz:

    PAra n notarem a caixa é a original e o recheio é marca branca!!! Com papas e bolos se enganam os tolos!!! 😀

  11. Tania Silva diz:

    O ideal era papinha caseira mesmo!

  12. Mónica Lopes diz:

    Eu já apanhei muitos descontos promoções onde compensou sem duvida trazer a Nestum. Como em tudo basta estar atento

  13. Olga Santos diz:

    A do Pingo Doce é bem melhor que a do Nestum.

  14. Pequenos Miminhos diz:

    Desde sempre expliquei à minha filha as minhas escolhas. Muitas vezes perguntava: – preferes cereais da frozen ou juntar para comprar a boneca? E não lhe faltava com o compromisso, e na altura de oferecer a boneca voltava a referir que tinha sido uma boa escolha. Tudo uma questão de fazer entender, mesmo em pequeninos.
    Agora que muitas vezes as marcas têm melhores promoções que o produto de marca branca, isso é um fato!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.