Fui Vítima de Fraude com o Cartão de Crédito!

esconder-teclado Fui Vítima de Fraude com o Cartão de Crédito!Quando utilizamos o cartão de crédito na internet, por mais seguro que o site afirme ser, tornamos-nos vulneráveis às fraudes.

Eu tive na minha posse um cartão de crédito durante cerca de 10 anos e por estar devidamente informado dos riscos da sua utilização, sempre o mantive religiosamente guardado num local seguro em casa. Nunca o utilizei para rigorosamente nada em que tivesse de o apresentar fisicamente.

Mas na internet, aí sim, já o utilizei algumas vezes mas sempre em sites de extrema confiança que me garantam segurança na transação. Mas mesmo assim…

No passado dia 24 de Agosto de 2010 fui contactado por volta das 8h30 da manhã pelo Departamento de Segurança e Combate a Fraudes da Caixa Geral de Depósitos a alertarem-me que o meu cartão de crédito tinha sido utilizado minutos antes, em duas transações online que aparentavam ser suspeitas. Depois de confirmarem que esses movimentos não eram da minha autoria, imediatamente cancelaram o meu cartão de crédito.

O montante total em causa não ultrapassou os 130€, tendo sido gasto pelo burlão num site denominado Neteller e no famoso Skype. Fiquei pasmado e até assustado! Eu nunca tinha utilizado o cartão de crédito nesses dois sites!

Mas de onde teria o burlão extraído o número do cartão e o respectivo CVV (“Card Verification Value code”, aqueles dígitos inscritos na parte de trás do cartão)?!? Os sites onde habitualmente utilizo o cartão de crédito são: Ryanair, Paypal, Google… não me recordo de alguma vez o ter utilizado noutros sites.

A conduta da CGD foi admirável! Foram muito rápidos a alertarem-me do ocorrido e informaram-me de imediato os procedimentos a seguir – apresentar queixa na GNR ou PSP e dirigir-me à agência da CGD.

Para já, tenho um ponto negativo a apontar – o facto de ter sido necessário esperar que o valor saísse no extrato (o que demorou cerca de uma semana) para que eu pudesse identificar as operações fraudulentas para a agência avançar com a notificação para a VISA Internacional.

Segundo o meu gestor de conta, o montante será supostamente reembolsado na integra (não sei é quando), mas entretanto irá sair da minha conta à ordem, o que também acho incorreto.

Apenas para terminar… Acho que sempre tive imensos cuidados no que se refere a segurança informática. Mas, como se costuma dizer, “casa roubada trancas à porta”!

Portanto, se eu alguma vez necessitar de utilizar um número de cartão de crédito na internet, MBNet será a solução.

Fica o meu testemunho de uma situação menos feliz, mas que me serviu de lição. 🙁

Comentários

comentários

48 respostas

  1. Dav7 diz:

    xiii que mau !

    Mas se só utilizaste nesses 3 sites, não percebo como pode ter acontecido!

    Tb sou cliente CGD, por isso fiquei mais aliviado ao ler a ajuda que recebeste por parte deles!

  2. Tugazone diz:

    Olá Ganha,

    realmente essa é uma situação na qual ainda não estive, digo ainda porque pode sempre acontecer!
    O que é também , relativamente grave é teres tido de estar á espera do extracto e descontarem o valor da tua conta á ordem…

    Eu apenas utilizei o meu cartão de crédito em um sítio online, e foi uma única vez para associar o mesmo á minha conta no Paypal. De resto em todas as minhas compras online utilizo o Paypal, caso a loja não tenho peço o envio á cobrança mas é raro.

    Por isso apenas demonstro o meu apoio á tua pessoa, e desejo – te sorte na resolução da situação que de certeza que vai correr tudo bem.

    Cumprimentos
    Soares

  3. RiDFiCK diz:

    É por isso que não tenho cartões de crédito. Tento arranjar sempre uma solução alternativa.

    Gostei imenso deste artigo de tal forma que o vou divulgar no meu site. Está simplesmente óptimo.

    Abraço

    RD

  4. Eu sou cliente CGD mas nunca uso cartão de crédito na Internet, utilizo sempre o Mbnet pelo sim, pelo não :).

    • Miguel diz:

      Também vou optar a partir de agora pelo MBNet. Talvez escreva um artigo mais tarde a sensibilizar os leitores para utilizarem essa alternativa e os passos para aderir.

  5. Manuel Martins diz:

    Boas,
    espero que tenhas mais sorte do que eu, eu também fui vitima de fraude com o cartão de crédito, mas no meu caso foi clonagem do cartão. O meu cartão foi clonado e foi utilizado na Letónia para levantamentos a crédito. Levantaram-me 200€, dinheiro esse que ainda espero que me devolvam. Também fui avisado da burla pelo banco através de telefonema, cancelaram-me logo o cartão, fui à psp e ao balcão do banco. Tive que esperar pelo extracto do cartão, e só a partir dai é que o banco ia resolver o assunto. Passado umas semanas, recebo um novo cartão em casa, e não é que sou novamente “roubado” mas agora pelo banco. O banco cobrou-me por fazer um novo cartão. Lá fui eu outra vez ao banco fazer “mais” uma queixa. Eles disseram que quando fosse comprovado que tinha sido vitima de fraude recebia o dinheiro do cartão (substituto) + os 200€ que me levantaram + as taxas do cash-advance. Eu não sei se tive azar com o banco, com a agência , ou com o cartão que escolhi, mas fiquei com a pior que m.rd@ com esta situação. De referir que isto aconteceu-me em Junho de “2009” e ainda espero que me paguem o que me devem, como fiquei farto desta espera mudei todas as minhas poupanças para outro banco, só tendo lá o meu credito automóvel, que em breve termina.
    P.S. – não querendo denegrir a imagem da instituição, de referir que isto tudo aconteceu na CGD.

    • Miguel diz:

      Obrigado Manuel Martins pelo teu testemunho algo assustador!!! 🙁

      Deixaste-me a pensar se será também essa a resolução do meu caso!
      Não sei se serviria de alguma coisa, mas… já pensaste em registar esse teu descontentamento com a conduta da tua agência, no livro de reclamações da mesma?

      Espero que vejas brevemente a cor desses 200€.

      Abraço

    • Filipa Cruz diz:

      Boa noite,

      fui há dois dias alvo de fraude na CGD exactamente o mesmo que descerveu. Utilizei o CC para tentar reservar umas férias e agora há 2 dias a CGD ligou-me a avisar que a minha conta possivelmente foi alvo de fraude. Levantaram cerca de 1300 eur a crédito. Dizem que só daqui a cerca de 3 dias podem avançar com a reclamação e pior que isso não dão garantias de que no fim de cerca de 2 meses adiante me reponham o valor. Falei esta tarde com duas assistentes da CGD e ambas ficaram muito irritadas por lhes dizer que iria participar esta situação à PSP e ao Banco de POrtugal. Enfim, gostaría de saber como decorreu o seu processo e o que devo fazer a fim de não me movimentarem valores na minha conta de débito relativos às compras fraudulentas com o cartão de crédito.

      Filipa Cruz

  6. Silvia diz:

    Que chatice 🙁 espero que tudo se resolva rápidamente!
    Felizmente, o único cartão que tenho só tem plafon de 150 euros, não é que não seja mau se os usarem e o que não quer dizer que não tenha de ter cuidados, mas ao menos é uma quantia relativamente baixa.
    Vai-nos pondo a par do desenrolar da história.
    Beijinhos

    • Miguel diz:

      Olá Sílvia,
      Não considero uma medida de segurança limitar o plafond do cartão, é certo que minimiza os prejuízos, mas mesmo assim… 150€ são 150€!
      Mas se tens outros cuidados adicionais, então tudo bem. 🙂

      Assim que tiver mais notícias do banco, virei aqui comentar.

      Beijinhos

      • Silvia diz:

        😉 Não fui eu que o limitei, foi o próprio banco! Eu por mim tinha muito mais, ora bem 😀 Mas como estou desempregada, só mo deram porque a minha conta está associada á minha conta conjunta e só por isso mo deram.
        É muito raro fazer compras na net com ele, geralmente opto por fazer transferências ou pagamentos por multibanco, mas, por acaso anda esta semana o usei, foi num site bastante conhecido de moda :), do qual já sou cliente á bastantes anos e que diz que é protegido… se é ou não…
        Mas vais ver que tudo se resolve, é chato realmente é teres de desembolsar primeiro! Espero que se um dia me acontecer (espero que não), o BES tenha no minimo, o mesmo procedimento!
        Beijnhos

  7. Miguel diz:

    Bom dia.

    Eu nas compras uso sempre o MBNet. Quando a compra não me permite usar (como é o caso do ebay), rapidamente risco esse site da minha “lista” de sitios onde faço encomendas online.

    Espero que tudo se resolva rapidamente.

    Cumprimentos.
    Miguel

    • Pedro Martins diz:

      Olá Miguel,

      Eu pago sempre as minhas compras no ebay com Cartão de Crédito (CC).

      Fiz assim:
      Registei-me no PayPal e como cartão de crédito, introduzo sempre um cartão gerado pelo MBNet.

      De seguida pago a minha compra e o cartão expira automaticamente.

      Como só faço compras de vez em quando, não me aborrece, para cada compra, gerar um CC.

      Simples e seguro.

      Agora: É verdade que, quando me registei no ebay dei o meu CC real para comprovarem a morada, mas isso já foi à anos e nem tenho certeza se na altura já havia MBnet.
      Por outro lado, em tempos, no Paypal tive os pagamentos a serem debitados directamente na minha conta à ordem do BPI. Associei o nr. da conta ao Paypal e pumba! Por cada compra, lá ia movimento.

      Por segurança, achei melhor mudar o modo de pagamento a passei a utilizar MBNet, sempre!

      Abraços,
      Pedro Martins

      • luisa diz:

        esta semana de 24 a 30 de setembro fui roubada através da internet, num total de 3400 euros o meu banco não me avisou eu é que detetei ao fim de uma semana quando fiz uma consulta. os pagamento foram feitos em vários paises como Noruega, Republica Checa,Checoslovaquia e até EUA, o site responsavel é o famoso booking para reserva de hoteis pois só e unicamente só coloquei os dados do cartão nesse site. conto isto para alertar as pessoas.

        • Luciano diz:

          Luisa, também estou passando pelo mesmo problema que você, fiz uma reserva de um hotel na Bahia pelo booking e eles repassaram para o hotel os dados do meu cartão de crédito, algum funcionário/bandido em posse das informações realizou diversas compras de passagens aéreas pela Internet até estourar o limite do cartão, nunca mais confiarei e usarei os serviços desta empresa.

          • Sandra diz:

            Eu estou passando por isto agora. Utilizo sempre o Booking para reversas pela net e utilizo para isto um cartão Master card da CETELEM. (Porque o plafón de utilização é mais baixo). Desde o inicio do ano de 2013 venho recebendo cobranças no valor de 22,00 euros como mensalidade. Se eu nunca pedi crédito nenhum a esta instituição isto é claramente uma fraude. Resta saber de onde vem:
            Da CETELEM, do BOOKING?
            Para já deixo de utilizar os cartões de crédito. E realmente não sei o que fazer.

            • Silvia diz:

              Tive o meu cartão clonado após utilizar o site Booking para fazer uma reserva de hotel. Após isso houve um débito enorme no meu cartão, tive que cancelar, fiquei vários dias sem cartão até chegar o novo e agora torcendo para estornar certinho cfe o banco me prometeu

  8. Não me quero acreditar que a fonte do problema seja um desses sites mas às vezes.

    Já verificas-te se tinhas algum vírus, keylogger ou assim no pc que te tenha apanhado os dados?

  9. Rcaldas diz:

    Esquece os leyloggers e afins, eu sou Eng. Ingformático e o mais que tenho é cuidado, com anti-virus e reg cleaners e anti-spam e tudo o que possas imaginar. Só acedo de casa e ao meu pc só acedo eu.

    E durante o mês de Agosto (meados) também fui vítima de fraude com o meu CC, neste caso do Barclays. Entretanto estive atento e verifiquei que existiram muitos clientes do Itunes americano que se queixaram que foram vítimas de fraude através da sua conta do PayPal (e o PayPal assumiu a responsabilidade, basta procurarem) e quer no caso acima referido, quer no meu, quer no do Itunes o denominador comum é o PayPal. Eu nunca tive problemas com o meu CC e registei-me pela primeira vez no PayPal, no final de Julho e em meados de Agosto fui vítima de fraude. Nunca me passou pela cabeça que fosse o PayPal até ver as noticias sobre os utilizadores do Itunes https://techcrunch.com/2010/08/23/paypal-itunes-fraud/ ), e agora este post, veio colocar o PayPal novamente na lista dos sites utilizados, aliás, é o único denominador comum. Apesar de não ter nenhum registo de actividade no PayPal, acredito que tenha havido uma falha de segurança e que alguém se tenha apoderado dos Nºs de CC.

    Não posso afirmar com toda a certeza que é do PayPal, mas garanto-vos que com este é pelo menos o 3º caso (se contarmos os vários utilizadores do Itunes como 1 caso) em que há fraude e o PayPal está envolvido.

  10. É uma infelicidade… Lamento ouvir. Como foi já referido, já verificaste se tens alguma virose no computador? Onde estavas quando fizeste as compras com o cartão? Se em casa, tens wireless com todas as proteccões activadas? Ou foi num hotspot wireless?

    Vê as coisas pelo lado positivo… sequer ao menos tens as proteccões do cartão activadas. Eu devido ao meu tipo de trabalho em que viajo dum lado para o outro em quase todo o Mundo tive de as desactivar ou corria o risco de ficar sem acesso a dinheiro sempre que aterro num sitio novo. : O que também não é propriamente agradável. 😐 LOL

    • Miguel diz:

      Obrigado Carlos pelo apoio.
      As poucas transacções que fiz, foram sempre no PC de casa e não tenho rede sem fios.

      Já que arriscas, e assumes isso mesmo, desejo que nunca passes por uma situação deste género.

      Abraço

      • Carlos diz:

        Não é arriscar… é precisar. Já passei por várias situações de ter o cartão bloqueado porque viajei para a Ásia através de outro país europeu e foi o cabo dos trabalhos desbloqueá-lo.

        Também é um facto que não uso o paypal. :

  11. Sandra Sequeira diz:

    Olá Boa tarde,

    Obrigada pelo alerta é importante estarmos atentos!
    Mas gostava de alertar par o facto de o MBNet também ter os seus riscos.

    Há cerca de 3 meses, aderi à publicidade no Facebook, e limitei o montante para publicidade diária (2 euros). Dei como cartão um MBNEt (montante de 10 euros em cartão). Qual não foi o meu espanto quando 2 dias depois me tiraram da conta à ordem 81 euros (correspondente a 2 dias de publicidade – que seria para pagar 4 euros)!

    reclamei o MBnet disse-me que a ordem de pagamento foi aceite pelo banco, que eles são só intermediarios e quando acontece isso, enviam a notificação ao banco a dize que houve uma tentativa de cobrar acima do permitido e quem decide se vai pagar é o banco.

    O banco ficou admirado e disse que deve ter havido fraude mas não conseguiram exlicar e ainda demoraram uns dias a creditar o dinheiro…

    De qualquer forma os cartões têm habitualmente seguros agregados para esse efeito… mas é sempre um risco que corremos!

    Sandra

  12. Laura Oliveira diz:

    A CGD lançou recentemente o Webuy, um cartão pré-pago mas que funciona como crédito. Ou seja, faz-se uma compra na net e depois carrega-se o cartão com o valor aproximado da compra (múltiplos de 5€). Eu utilizo e sinto-me muito mais segura.

    • Miguel diz:

      Olá Laura,
      Obrigado pela informação. Por acaso, eu nunca tinha ouvido falar desse cartão. Vou analisar as vantagens do cartão webuy e talvez adira ao mesmo.

      Obrigado 😉

  13. Albina diz:

    Eu fui levada numa fraude em esquema internacional num site espelho da Paypal. Em tudo era igual (“mesmo igual”) e ficaram-me com cerca de 1800€…
    Fui à PJ e disseram-me que a Paypal esta a ser o site mais clonado do mundo… Tenham cuidado.
    Fiquei sem o dinheiro pk como é site espelho tem vários IP’s e mm as autoridades internacionais não conseguem apanhar o rasto dos ladrões…

    • Miguel diz:

      Olá Albina,

      É uma situação muito desagradável, sem dúvida. E 1800€… é muito dinheiro!!! 🙁

      Lamento que não tenhas conseguido recuperar o teu dinheiro… mas como é que carregaste essa conta de Paypal clonada? Com cartão de crédito?
      Se assim foi, já contactaste o teu banco ou a empresa emissora do cartão?
      Nunca se sabe…

      Temos de estar muito atentos.

  14. José Silva diz:

    Pessoal, quem tem cartao de credito aconselho que risquem “apaguem” os três numeros CVC que estão nas traseiras do cartão. Isso ajuda a nao acontecer cópias nos hoteis ou rent a car em que os nossos dados ficam retidos!!!.

  15. Jonas diz:

    Boas, fui burla do meu cartao de credito, foram 150€ usados na internet.. Já apresentei queixa na policia e o banco também ja informou me que vão fazer a devolução da quantia, e ja cancelei o cartão.. Mas a minha duvida é, o burlador vai ficar impune a essa situação? Será que havera mesmo alguma investigação em torno disso?

    Obrigado

  16. Marina diz:

    Desde quando se faz compras no Google?

  17. Sérgio Teixeira diz:

    Boa tarde.

    Também eu fui burlado em cerca de 2.000€ no dia 13/08/2014. Fui avisado pelo banco no dia seguinte e tomei todas a providências necessárias, incluindo queixa na PSP.
    Ontem, dia 20/08/2014, fui contactado pelo banco que me informou do débito em conta do valor supra citado.
    A minha dúvida, e tendo em conta que existem várias pessoas na minha situação aqui, gostaria de saber a resolução dos vossos casos! Chegaram a ser reembolsados?
    Agradecia algum feedback da vossa parte.

    Muito obrigado.
    Sérgio Teixeira

  18. Yara diz:

    Acreditam mesmo que as fraudes tenham a ver com sites de reservas (Booking, Agoda, etc.)?
    Só usei o Cartao de Credito real uma vez para pagamento de umas viagens que tinha de ser com cartao de credito real mas felizmente esse cartao vai expirar e vou ficar sem ele…

  19. cristina santos diz:

    No dia 30 de setembro, também fui lesada no valor de quase mil euros, numa compra efectuada supostamente no reino unido. No dia 1 fui verificar os extratos e dei conta que havia um valor cativo nesse montante, liguei para o banco a perguntar se sabiam o que seria já que eu não tinha efectuado compras. Passado 2 horas perguntaram-me se tinha efectuado compras num site do reino unido, respondi que não. Fui à policia e depois entreguei no banco a queixa, tb tive que deixar que o montante caísse na conta e a partir daí o banco fez uma reclamação, eu assinei e agora vai ser investigado. Enfim…

  20. lara diz:

    No outro dia ao examinar os movimentos da minha conta deparei-me com 2 pagamentos no estrangeiro debitados nesse mesmo dia, ambos com o valor de 20,33 com as respectivas taxas.Ora como eu nao tinha efectuado pagamentos nenhuns no estrangeiro e nem nunca utilizei os cartoes associados a esta conta, em pagamentos online, telefonei logo ao banco que perante o que eu disse e ao verificarem a situação logo concluiram que se tratava de burla, então, o que tinha acontecido foi, usaram os dados do cartao debito meu e de meu marido ao mesmo tempo, para efectuarem o pagamento numa loja em nova iorque mas de modo online.Não me perguntem como conseguiu o ladrao ou ladroes, as informaçoes dos cartoes e respectivo codigo de 3 numeros e logo dos 2 cartoes, nunca os usamos ao mesmo tempo em lado nenhum, e nunca os usei online, portanto aqui trata-se de outra coisa qualquer,foi cancelado os 2 cartoes imediatamente, queixa na PSP e entregue o documento de prova no banco e resta esperar o desentrolar dos acontecimentos se bem que me garantiram que nao pagaria os novos cartoes e que seria ressarcida do valor roubado.Foi um choque, nunca tal coisa me tinha acontecido, mas agora tenho medo claro, se aconteceu esta vez, poderá acontecer outras????o concelho que vos dou, é verem semanalmente os movimentos de vossa conta, porque a mim explicarsam-me que ás vezes tiram pouquinho de cada vez para nao se dar por isso, felizmente eu dei por isso!

  21. Marcelo Neves diz:

    Para constar e ainda ficarmos com mais duvidas aqui vai mais um caso. Ao consultar o meu extrato do cartão de crédito da Caixa Geral Depósitos, emitido no dia 18/02/2016, verifiquei que constava um pagamento de 101,90€, com o seguinte descritivo ” 2016-02-06 NETELLER LONDON GB”, acrescido da “COMISSÃO CASH ADVANCE EM TPA”. Como trabalhador bancário que fui, estou consciente dos perigos que corremos e como tal, nunca forneci os dados do meu cartão de crédito. Quando faço compras na internet utilize o cartão temporário “MB Net”. Ora, o último que criei foi a 19/11/2015 e tinha validade até 12/15., e a burla foi efectuada este mês. Já apresentei reclamação na minha Agência, no dia 24/02/2016. E agora o que é terá acontecido!? O MB Net, já estava caducado e o dados do cartão original nunca foram fornecidos via Internet.

  22. Susana diz:

    também eu só utilizo MBnet e fui burlada com vários movimentos que não foram efectuados por mim. Já fiz queixa, vamos ver como se resolve, mas para mi o MBnet também não é seguro. Não sei o que será.

    • Inês diz:

      Olá Susana, como está a sua situação? Descobri hoje alguns cartões mbnet que não criei quando fui consultar os meus cartões! Fui comparar as datas ao meu banco online e de facto aquelas quantias foram creditadas! Ainda que pequenas, isto é fraude e assustador. Segunda-feira pretendo ir logo à CGD resolver isto.

  23. Andre diz:

    Eu também fui burlado via MBnet no dia 30 de Julho (e por acaso, fiz login 10 min dp de criarem e até pensei que tivesse sido eu e cancelei o cartao). Mas há cerca de 4 dias não tive a mesma sorte e conseguiram criar um cartão e efectuarem um pagamento.

    O problema está no sistema do MBnet que não possui verificação por 2 passos. É urgente a implementação de uma confirmação de pagamento ou criação de cartão via código enviado para telemóvel.

    Depois de comentar com amigos especialistas em segurança e, depois de pôr de parte as hipoteses de o meu mac ter sido monitorizado ou gravado, chegou-se a conclusão que alguém obteve os dados necessários dorectamente da MBnet onde Login e passwords dvem estar guardados no mesmo servidor e com a mesma encriptação.

    Isso confirma-se ainda mais agora que encontrei masi 4 ou 5 pessoas que foram vitimas via o mesmo método MBnet.

    Já cancelei tudo. A partir de agora, somente Paypal ou o cartão de crédito puro e duro (com aprovação via SMS).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.