Como poupar nas compras, resistir a tentações e aproveitar pechinchas

mulher-compras-supermercado Como poupar nas compras, resistir a tentações e aproveitar pechinchasA tentação de gastar o dinheiro numa ida às compras é difícil de resistir. Os encantos da publicidade inteligente podem atrair qualquer um para a compra de produtos que no momento aparentam ser “boa ideia”, mas que ao chegar a casa desencadeiam um pensamento de arrependimento do tipo “para que fui gastar dinheiro nisto”!

Há muitas regras fundamentais que devem ser obedecidas antes de iniciar uma viagem às compras, isto se não quiser sair da loja “depenado”!

As superfícies comerciais cada vez mais dominam a ciência de persuadir os consumidores a comprar algo, mesmo que não lhes faça falta.

A FAMOSA LISTA DE COMPRAS

Faça sempre uma lista do que pretende comprar. Isto vai-lhe poupar imenso tempo tentando se lembrar do motivo que o levou a ir às compras. Além disso, se não fizer uma lista, é fácil esquecer um item essencial, o que irá originar numa segunda viagem às compras (desperdício de tempo e dinheiro).

Planear as refeições ajuda-o a elaborar uma lista de compras mais eficiente e assim evitar compras impulsivas de produtos supérfluos ou duplicados.

COMPRAS DE ALIMENTOS

Não podemos viver sem alimentos, isso é ponto assente! E os gastos com a alimentação representam uma fatia enorme no orçamento familiar.

É cada vez mais fácil gastar grandes somas de dinheiro no supermercado, e isso deve-se a alguns fatores que vão além do aumento do preço dos produtos.

Existem imensos produtos caros outrora considerados de luxo, que passaram a ser produtos comuns no carrinho de compras dos consumidores.

Hoje em dia as pessoas dão mais valor ao tempo do que ao dinheiro, e este facto leva-as muitas vezes a optar pela compra de produtos pré-preparados e prontos a comer. Produtos esses, regra geral, mais caros. Nem todos os consumidores compreendem que ao optar por essa conveniência, estão a pagar o dobro ou mais do que pagariam caso optassem por prepararem as suas próprias refeições. Para quê pagar a uma fábrica para lhe preparar as suas refeições, quando as pode preparar você mesmo por uma fração desse custo!?alimentos-cozinha Como poupar nas compras, resistir a tentações e aproveitar pechinchas

Algo que é vulgar encontrarmos nas prateleiras dos supermercados e que antes se vivia bem sem eles, são os alimentos enriquecidos. Anunciam-se como mais saudáveis, apresentam-se como mais caros! Mas serão realmente necessários? Se o objetivo for compensar maus hábitos alimentares, é fácil constatarmos que fica mais barato dispensar esses produtos e optar por seguir uma alimentação saudável.

Hoje em dia é bastante fácil encomendar produtos da horta aos pequenos produtores, e dessa forma poupar dinheiro e ganhar qualidade na sua alimentação. Avalie a possibilidade de encomendar diretamente do produtor.

Na compra de produtos alimentares para as crianças, é-lhe difícil fugir aos produtos com “Noddys”, “Rucas”, “Mickeys e Minnies” impressos na caixa da embalagem? As crianças “comem mais com os olhos” do que os adultos e as marcas já se aperceberam disso há muito tempo. Passa por nós sabermos contornar as exigências das crianças.

ORGANIZE OS ALIMENTOS NO FRIGORÍFICO

De que serviria aproveitar boas promoções na compra de alimentos se depois não os conservássemos corretamente. Ao armazenar corretamente os alimentos no interior do frigorífico, evitamos a degradação precoce dos mesmos e como tal, reduzimos desperdícios.

LEVE DOIS PAGUE UM

Certamente que já se deparou com imensas promoções do tipo “leve 2 pague 1” e muitas delas poderão até ser boas oportunidades a aproveitar. Mas nem sempre é assim! Porque, mais uma vez, essas promoções nos levam por vezes a gastar dinheiro em algo que não necessitamos. Porque nem sempre fica mais barato quando comparado com outros produtos semelhantes (principalmente quando os comparamos com marcas brancas).

CUPÕES DE DESCONTOS E PROMOÇÕES

A febre dos descontos veio para ficar! É cada vez mais comum vermos alguém a “sacar” de cupões de descontos no momento de pagar as suas compras. Quando há uns anos atrás tínhamos de vasculhar revistas e jornais em busca de cupões (muitas vezes de valores insignificantes), agora basta procurá-los na internet, imprimir e apresentá-los no ato de pagamento. E graças aos smartphones, até mesmo a tarefa de imprimir os descontos tende a desaparecer.

Sites “especializados” em cupões de desconto surgem que nem cogumelos. Até o famoso SAPO não fugiu à tendência, tendo lançado o SAPO Promos – serviço que disponibiliza os folhetos promocionais de diversas lojas.

Entre vários sites dedicados à divulgação de descontos, destaco o Caça Promoções, do qual sou seguidor assíduo.

LEVE A CALCULADORA CONSIGO

É sempre boa ideia ir às compras de calculadora no bolso. Hoje em dia todos os telemóveis têm essa função, portanto não há como esquecer.

Equipado com uma calculadora, vai poder saber a quantas anda, e evitar o choque final ao confrontar-se com o valor a pagar na caixa.calculadora-compras Como poupar nas compras, resistir a tentações e aproveitar pechinchas

CONGELAR É POUPAR

Ter uma arca congeladora com bastante espaço pode ajudá-lo a poupar! Já por diversas vezes encontrei boas promoções em carne fresca. Nesses casos opto por comprar grandes quantidades para congelar assim que chegue a casa. Foi o que fiz quando consegui 100% de desconto em carne de porco no Continente.

Mas atenção, garanta que o produto está realmente fresco antes de o comprar. Veja por exemplo, como escolher peixe fresco.

Se vai optar por congelar grandes quantidades de alimentos, saiba como evitar a degradação dos alimentos e o típico “sabor a congelado” aqui: Cuidados a ter quando se congelam alimentos

RESISTA A TENTAÇÃO

Você é um comprador compulsivo, ou seja, não consegue deixar de comprar coisas que na realidade não precisa, apenas para tentar controlar essas compulsões? Antes de pegar num produto, pense para si mesmo “eu realmente preciso disto?” Se mesmo assim ainda se sente tentado a comprar, saia da loja para refletir um pouco. Muitas vezes irá regressar à loja e pensar, “realmente não vejo qualquer utilidade para isto”!

Quando o desejo de comprar se torna vício, podemos estar perante uma doença que em linguagem psiquiátrica se designa por oniomania.

Uma outra boa forma de resistir às tentações, é optar por não ir às compras logo após receber o ordenado.

APROVEITANDO AS PECHINCHAS

Quem consegue resistir a uma boa pechincha? Descontos entre os 25% e os 75% são frequentemente anunciados e tudo parece bom demais para ser verdade. O fascínio por produtos a preços muito baixos é imenso e a satisfação de conseguir uma pechincha é gratificante. Existe, no entanto, uma série de regras que devem ser entendidas antes de dar inicio a sua caça às pechinchas:

• Defina um limite de quanto pretende gastar e não ultrapasse esse limite.

• Verifique se os produtos que deseja comprar não estão danificados ou defeituosos, ou pelo menos esteja ciente da condição do produto. Muitos produtos são vendidos a preços muito baixos por se tratarem de produtos recondicionados, com defeito, ou com o prazo de validade prestes a terminar (no caso de produtos alimentares), e por esse motivo poderão não ser tão “pechincha” como aparentam.

• Verifique se pode devolver o produto caso não fique satisfeito com ele. Pergunte se o reembolsam caso o devolva.

• Verifique o preço do mesmo produto noutras lojas. Se o encontrar pelo mesmo valor, informe-os para que tentem baixar ainda mais o preço.

• Pense bem se realmente precisa do produto. Tem espaço e tempo para usufruir dele, ou vai acabar por o encostar na garagem? Se já alguma vez comprou um equipamento de manutenção física para se exercitar em casa (uma bicicleta, passadeira, etc) já deverá estar familiarizado com esse cenário de “comprar para encostar”! Use e abuse da regra dos 10 segundos para os produtos de valores mais baixos e da regra dos 3 dias para produtos de maior valor.

As pechinchas podem acarretar algumas desvantagens. Isto porque muitas pessoas acabam perdendo a noção e controlo ao se depararem com diversos produtos a preços muito reduzidos. Essas reduções de preço podem encorajar à compra desenfreada de produtos que não necessitam e que refletindo bem, nem sequer os querem. Mas perante uma oportunidade de poupança substancial, as pessoas sentem que não podem passar ao lado dessas ofertas.

CONCLUSÃO

Se ainda não aplica todas ou algumas destas sugestões, nem imagina o dinheiro que está a desperdiçar. Perca algum tempo na aprendizagem destas e outras dicas de poupança e poupe imenso dinheiro. Seja um “guru” das poupanças! 😉

Comentários

comentários

1 resposta

  1. Boas,

    essas dicas são todas muito boas, mas para realizar todas é necessário ter muita disciplina!

    Cumprimentos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.