10 dicas para poupar dinheiro na alimentação

supermercado-1 10 dicas para poupar dinheiro na alimentaçãoComer bem e barato! Eis uma premissa simples que devemos adotar para a nossa vida, mas que é mais difícil do que parece à primeira vista. E, por vezes, até parecem mesmo duas coisas incomportáveis.

No entanto, não é algo impossível. Antes pelo contrário. Basta adotar uma atitude responsável e ponderada, adotando algumas modificações no seu dia-a-dia, que o ajudam a melhorar a sua dieta e a poupar mais dinheiro. Até porque a fatia do orçamento de casa para a comida é incontornável. Portanto, confira em baixo 10 dicas de como poupar dinheiro na sua alimentação.

1. NÃO EXAGERE NAS REFEIÇÕES FORA DE CASA

Ir comer ao restaurante pode ser mais confortável, mas é também muito mais caro. É certo que, nos dias de hoje, temos cada vez menos tempo livre e uma ida ao restaurante ajuda a poupar tempo e evita ter que lavar loiça ou perder tempo nas compras no supermercado. Mas no final do mês a nossa carteira e o orçamento familiar ressentem-se dessa opção. É que a mesma refeição, comprada no restaurante ou preparada em casa, têm um preço consideravelmente diferente.

Por isso, cozinhe em casa. Planeie o seu dia já a contar com o tempo que necessita para preparar as refeições e deixe as saídas ao restaurante para as ocasiões especiais. Ao cozinhar mais vezes, também ganhará mais prática e, com o tempo, começará a fazê-lo cada vez mais rápido.

2. FAÇA COMPRAS PARA A CASA PARA TODA A SEMANA

Se cozinhar já ocupa algum tempo do seu dia-a-dia, ir ao supermercado ocupa duas vezes mais. Por isso, faça o avio logo para toda a semana. Obviamente que acaba sempre por ser necessário ir buscar um ou outro produto, que acabou inesperadamente, mas é muito mais rápido parar na mercearia para apanhar algo que falta do que para fazer todas as compras para o jantar.

Além disso, ao ir ao supermercado apenas uma vez por semana ajuda-o também a comprar menos coisas desnecessárias. É que, sempre que vamos a uma superfície comercial, acabamos por trazer várias coisas que não necessitamos realmente, mas que na altura parecem boa ideia. Aliás, também deve evitar ir ao supermercado com fome. Está provado que ao fazê-lo irá gastar menos dinheiro em comida e snacks rápidos para satisfazer o seu capricho da altura.

3. PLANEIE AS SUAS REFEIÇÕES DE ACORDO COM AS PROMOÇÕES DO SUPERMERCADO

As superfícies comerciais fazem cada vez mais promoções para atrair os seus clientes. Ao estudar os folhetos promocionais, perceberá que produtos estarão em saldo durante a próxima semana. E ao planear as suas refeições em favor disso estará a poupar dinheiro no seu orçamento familiar.

Por isso, antes de ir ao supermercado informe-se sobre as promoções e faça uma lista de compras. Mantenha-se também fiel a essa lista e tente resistir aos impulsos consumistas de comprar o que não necessita realmente.

4. EVITE COMIDA CONGELADA

A comida congelada e pré-preparada parece uma boa ideia à partida. É rápida de preparar, saborosa e barata. Ou será que não?

De facto, essas refeições não são propriamente saudáveis, basta conferir a lista de ingredientes para perceber isso. E, além disso, também não são propriamente baratas, já que a mesma refeição cozinhada em casa sairia certamente mais económica.

A única vantagem da comida congelada e pré-preparada é mesmo o tempo que poupa, mas para isso pode cozinhar em grandes proporções e cozinhar depois em refeições individuais, que pode descongelar em poucos minutos também.

5. PLANTE EM CASA

Quantas vezes não acontece deitarmos fora grande parte da salsa ou dos coentros que trouxemos do supermercado. As ervas aromáticas são rapidamente perecíveis e, apesar de não serem propriamente caras, levam a um grande desperdício. Por isso, plantar em casa pode ser uma opção que o ajuda a poupar no orçamento familiar.

Mesmo para quem vive num apartamento, existe hoje em dia várias soluções adequadas. Além disso, as ervas aromáticas são saudáveis, dão um ótimo sabor à comida e evitam ter que recorrer a muitos molhos ou condimentos. E se tiver condições para plantar legumes e vegetais, então a poupança será ainda maior.

6. APROVEITE OS RESTOS

Não deite fora os restos do seu almoço ou do seu jantar. Guarde-os no frigorífico e coma-os no dia seguinte. Aqueça-os simplesmente no microondas, junte outros ingredientes ou pode mesmo misturar os restos do almoço com os do jantar do dia anterior para elaborar uma refeição completamente nova.

Poupe dinheiro ao mesmo tempo que estará a poupar tempo.

7. COMPRE A PRODUTORES LOCAIS

Evite as compras nas grandes superfícies comerciais no que diz respeito a legumes, vegetais e fruta. Ao comprar aos produtores locais estará não só a estimular a economia local, como estará a consumir produtos de melhor qualidade.

O preço não é muito diferente e, além disso, terá oportunidade de falar diretamente com os produtores e perceber como os produtos foram semeados.

Opte pelos produtos da época, já que são sempre mais baratos do que os que estão fora de época. Atualmente, existem várias cooperativas e serviços que oferecem cabazes de produtos de produtores locais, a preços competitivos e que entregam inclusive em casa.

8. LEVE A MARMITA PARA O TRABALHO

Adote a marmita ou a lancheira e leve o seu almoço para o trabalho. Estará assim a poupar dinheiro e a fazer uma alimentação mais saudável, ao evitar as refeições diárias no restaurante. Além disso, poderá aproveitar os restos do jantar da noite anterior.

Uma boa ideia é comprar uma lancheira elétrica. Basta termos uma tomada elétrica à mão, para podermos aquecer a comida diretamente na marmita.

9. COMPRE POR ATACADO

As superfícies comerciais têm aproveitado a recente crise financeira para adotarem embalagens maiores, de produtos e alimentos que não precisamos assim em tanta quantidade. Por isso, uma boa opção para poupar dinheiro no que diz respeito à alimentação é comprar por atacado.

A maioria das superfícies comerciais ou dos pequenos produtores permite comprar os produtos à quantidade que realmente necessita, evitando o desperdício. Além disso, o ambiente também agradece!

10. COMA NA CASA DOS PAIS

Finalmente, quando nada mais der certo – e se tiver essa possibilidade – não deixe de ir comer à casa dos seus pais. Eles estarão sempre de portas abertas para si e adorarão ter a sua companhia. 😉

Comentários

comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Receba este Ebook Grátis!

Ao subscrever a nossa Newsletter (100% gratuita), para além de receber este ebook, ainda passará a ser alertado via email para:

  • Dicas de poupança
  • Dicas sobre formas de obter rendimentos extra
  • Passatempos e outras ofertas exclusivas
Fechar esta janela

Não perca mais tempo. Envie-nos o seu email e em breve estará a ver como valeu a pena!

Não se preocupe, o seu endereço de email nunca será divulgado a terceiros.