Sem querer dramatizar e, menos ainda generalizar, existem situações que nos colocam com a “pulga atrás da orelha”…

E a pergunta que se põe é simples: sabe todos os créditos que tem em seu nome?

Tem a certeza que nunca foi alvo de um pedido de financiamento falso? Jura que nunca ninguém falsificou a sua assinatura? Garante que não há nenhum cartão de crédito em seu nome?

Lamentavelmente, mesmo sem darmos conta, entregamos vezes de mais os nossos documentos. Basta pedirem-nos o NIF que entregamos na hora, não só o NIF, mas também o BI, de uma vez só, isto porque a maior parte de nós já tem cartão de cidadão.

A partir daqui falta apenas um comprovativo de morada e um recibo de vencimento. Hoje em dia, qualquer pessoa com alguma facilidade informática consegue facilmente fazer vários.

E pronto, a documentação “já cá canta”.

Com créditos habitação, créditos pessoais, cartões de crédito e outros créditos que por aí andam, saberá ao certo que créditos estão em seu nome?

MAPA DE RESPONSABILIDADES DE CRÉDITO

Mesmo que pense que a resposta à pergunta anterior é “Sim”, deve consultar o mapa de responsabilidades de crédito, disponibilizado pelo Banco de Portugal de forma gratuita. Com os dados de acesso ao portal das finanças (NIF e respectiva password), obtém imediatamente um PDF com informação dos seus créditos, quer realizados quer potenciais (e.g., plafonds de cartões de crédito). É uma informação que interessa sempre saber.

Leia também:  Como localizar pessoas, automóveis e outros objetos perdidos ou roubados em qualquer parte do mundo!

Se for empresário, a informação acima mencionada também está disponível gratuitamente para a sua empresa, basta para isso introduzir o respectivo NIPC e password do portal das finanças.

Esta aplicação traz ainda uma vantagem acrescida para aqueles que são avalistas/fiadores – conseguem visualizar se os titulares do crédito estão com a situação regularizada ou se entraram em incumprimento.

É muito importante termos a curiosidade de ver o que existe em nosso nome.

Esperemos que esteja tudo conforme, mas na minha actividade já vi alguma coisa… tenha cautela, use esta ferramenta periodicamente. É uma das melhores aplicações dos últimos anos, um bem haja pela iniciativa ao Banco de Portugal.

Se precisar de ajuda para interpretar não hesite.

6 COMENTÁRIOS

  1. Uma boa ferramenta que desconhecia, e é sempre bom ir vendo, pois por vezes, podemos estar metidos em problemas sem sequer sabermos, o que não é nada bom.

  2. Olá Flávio, boa tarde

    Obrigada pelo seu comentário.
    Tem toda a razão, é uma ferramenta a manter “debaixo de olho” 🙂

    Cumprimentos,
    Mónica Carvalhido

  3. Desconhecia essa ferramenta, mas é muito útil. Ainda mais com a evolução tecnológica contemporânea e com a facilidade ao acesso a muitos dos nossos dados é importantes estarmos informados e atentos ao que podem fazer com esses dados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here