Vale a pena investir em casinos online?

Os casinos online têm sido sinónimos de retorno financeiro para os operadores e as previsões para 2023 são bastante animadoras para empresas e jogadores.

Laptops

Desde 2015, altura em que foi a primeira licença de exploração de casinos e jogos de azar online, o mercado tem sido sinónimo de crescimento. Este mesmo crescimento acabou por tornar Portugal num dos países europeus interessantes para vários operadores internacionais, que veem no nosso país uma forma de investir com sucesso e que, em último caso, traz um mercado competitivo e com muita oferta para os jogadores.

Claro que este súbito crescimento trouxe consigo algumas dores e, durante os primeiros anos, a indústria passou por momentos conturbados, onde as regras estavam em constante mudança e onde existia alguma desconfiança por parte dos utilizadores sobre a legitimidade do negócio.

Porém, hoje em dia existe uma maior abertura e até conhecimento por parte dos jogadores e até mesmo quem se está a iniciar no jogo tem óptimas ferramentas para perceber os primeiros passos dos casinos online em Portugal. Sites como o https://casinoportugal.online/ são uma enorme ajuda para compreender melhor o jogo e jogar em segurança e, claro, com maior confiança para jogar nas diversas plataformas existentes.

Guia Poupe Mais

Fazer da pandemia uma vantagem

Para muitos, os casinos online começaram apenas como uma alternativa aos casinos físicos durante a altura de confinamentos e em que os salas de jogos, bingos e casinos estavam encerrados. As empresas que geriam espaços físicos viram-se na necessidade urgente de apostar em força neste mercado que, então, se encontrava por explorar.

A aposta dos operadores foi ganha e foi um enorme sucesso, com os casinos online a ganhar popularidade em todo o mundo e com Portugal a não ser exceção. A comodidade de se conseguir jogar em qualquer lado, seja nos transportes a caminho do trabalho ou, nestes meses frios, debaixo de uma manta no sofá da sala são, sem dúvida, pontos fortes do online em detrimento do físico.

Tendo por base alguns estudos recentes e até a opinião de alguns investigadores como, por exemplo, Victoria Oliveira, podemos identificar claramente quatro pontos em que os casinos e jogos de azar online são muito mais apetecíveis do que as deslocações a espaços físicos:

  • Atenção à experiência do utilizador: A grande maioria dos operadores que têm licenças em Portugal têm também uma aplicação móvel. Estas apps são pensadas e executadas de forma a proporcionar aos jogadores uma experiência de utilização única e que os cative logo a partir do primeiro login, sejam os jogadores já com experiência ou até mesmo novatos no mundo digital.
  • Interfaces atrativos: Atualmente, uma grande parte dos portugueses tem um telemóvel adequado para poder desfrutar das aplicações de casinos online. Cada vez mais há aparelhos a preços acessíveis e com bons gráficos, que proporcionam melhores experiências de jogo.
  • Promoções mobile exclusivas: De forma a cativar utilizadores, e já que o mercado oferece inúmeras opções de escolha, as aplicações tentam dar promoções, bónus ou freebets tanto aos jogadores mais regulares como aos novatos, de forma a dar uma experiência completa.
  • Conveniência: Nestas noites geladas de inverno, pouco lhe deverá apetecer sair de casa e rumar a um casino. Ainda para mais, tendo como alternativa o seu telemóvel, tablet ou computador, onde pode estar de roupa confortável, a ver televisão e a divertir-se nas slots machines, roleta e jogos de azar online.

Claro que os casinos físicos continuam a ter uma razão de existir e muitos deles são mais do que meras salas de jogo, tendo eventos culturais como concertos musicais ou exposições que continuam a chamar muita gente. Ainda assim, é normal que alguém que queira investir em casinos o faça no mundo do digital, vendo nos casinos online um mercado apetecível e que ainda está longe de atingir todo o seu potencial.

A Europa cada vez mais digital

Apesar de não se poder ver o Velho Continente como um mercado único, a verdade é que os jogos e casinos online já existem há alguns anos e existem algumas empresas que já têm décadas no online como, por exemplo, a Bwin (antiga Betandwin).

Países do norte da Europa, como a Alemanha ou os países escandinavos, já tinham uma forte presença do jogo online, ainda que pouco ou nada regulamentado. Os germânicos, por exemplo, apenas exigiam que os operadores tivessem uma licença maltesa (MGA) para que fosse aceite a sua atividade. Porém, a regulamentação segue um caminho de rigor e o governo alemão limita quem pode ter licença de exploração,

Espanha tem um sistema de regras estabelecido desde 2011, sendo este bastante rigoroso. Podemos dar o exemplo da recente limitação da publicidade ou de bónus em jogos de azar e casinos online. Ainda assim, o país vizinho é um dos países com maior presença de operadores, sendo neste momento mais de 70 o número de casinos online em que pode jogar. Também outros países, como o Reino Unido ou a Itália, exibem um notório caminho de expansão nos jogos online, com os dados estatísticos a mostrar todo o potencial no mercado europeu e a tornar o mesmo como um novo “El Dorado” para potenciais investidores.

Um estudo da consultora MordorIntelligence refere que a previsão de crescimento dos casinos digitais na Europa ronde os 9,20% até 2025. Esta evolução terá como alicerces a popularidade do jogo online e das apostas desportivas, a maior rede de penetração da internet a nível europeu e o desenvolvimento de inovações a nível de software e hardware.

Perante estes dados, parece certo que o momento para investimentos continua bem presente e que os potenciais lucros podem ser tremendos.

Mercado português a bater recordes

Homem a aceder a casino online através do smartphone

Neste início de 2023 são 15 os operadores com licença para a exploração de jogos e casinos online em Portugal.

Segundo a entidade reguladora portuguesa, o Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), as marcas com licença são:

  • Betclic
  • Bwin
  • ESCOnline
  • Pokerstars
  • Casino Portugal
  • Casino Solverde
  • Nossa Aposta
  • Placard.pt
  • Luckia
  • 888
  • Betano
  • Moosh
  • Betway
  • Bidluck
  • Bacanaplay

Os relatórios trimestrais do SRIJ mostram o quão vibrante é o mercado português e, no penúltimo trimestre de 2022, bateram-se novos recordes de receitas brutas por parte dos operadores e do estado.

Segundo o relatório correspondente aos meses de julho a setembro, as receitas brutas dos casinos online foram de 159,1 milhões de euros, um crescimento de mais 39,3%, quando comparado com o período homólogo. Tais números são um claro sinal que este mercado ainda se encontra disponível para novos players e que os investidores podem olhar para o nosso país como um mercado muito apetecível.

Tal como no resto da Europa, as novas tecnologias ajudam neste crescimento e fazem com que as empresas da área queiram investir em negócios de casino online. Também a rede de 4G e 5G que existe em Portugal ajuda a que se possa jogar em quase qualquer ponto do nosso país. Por fim, existe um último trunfo dos jogos de azar online que não pode ser desvalorizado no mercado português: as slots machines. Estas máquinas estão no topo das preferências dos portugueses, tendo uma quota de mercado de 80% do total das receitas brutas, o que mostra bem do peso que têm para os operadores, sendo claramente um dos must have para qual empresa que queira investir no mercado dos casinos online.

Assim, fica claro que, tanto a nível nacional como europeu, o crescimento dos casinos é visível e continuará a ser a curto prazo. Investir neste mercado parece ser vantajoso para todas as partes: operadores, jogadores e governo, sendo um ecossistema onde todos saem a ganhar, desde que, claro, seja jogado com conta, peso e medida.


Guia Poupe Mais


Veja também:


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:


Messenger Poupa e Ganha