Raize: A primeira plataforma de empréstimos coletivos em Portugal

Torne-se hoje mesmo um investidor! Com a Raize, todos nós podemos investir nas empresas e obter um bom retorno financeiro!

raize

Oportunidade Expirada

Atualização: infelizmente, têm ultimamente surgido imensos casos de insatisfação relativamente à Raize, muito devido ao significativo aumento do valor de comissões cobradas ao investidor. Por esse motivo, alertamos para que analise bem a rentabilidade antes de avançar com qualquer investimento.

Quer ajudar a economia nacional e ainda lucrar com isso? Na Raize, com apenas 20€ já se pode tornar um investidor!

A Raize é uma das finalistas do prestigiado Prémio Inovação NOS, promovido pela NOS, pelo Dinheiro Vivo e pela TSF, e que pretende distinguir as práticas mais inovadoras no mundo empresarial português.

Transformar os utilizadores em financiadores!

💡
Descubra as melhores oportunidades para poupar e ganhar dinheiro!
Clique aqui para saber mais.

Na Raize, as pessoas podem emprestar dinheiro a empresas e permitir-lhes investirem em projetos próprios que as façam crescer dentro e fora do país, aumentando o impacto na economia real.

O conceito é simples: uma empresa pede um financiamento no mercado da Raize, que é de seguida financiado por vários investidores – tal e qual como se fosse um projeto de crowdfunding. O pagamento do empréstimo é feito mensalmente através de prestações mensais, que incluem uma componente de capital e de juros. As empresas são analisadas pela Raize antes de entrarem no mercado, para evitar que entrem empresas que tenham menos 2 anos ou que estejam em incumprimento.

Uma plataforma feita de pessoas e empresas, onde são as pessoas que emprestam directamente às empresas Portuguesas. Uma fonte alternativa de financiamento para empresas e de investimento para particulares.

O conceito de empréstimos coletivos (peer-to-peer lending) nasceu em 2005 no Reino Unido e tem vindo a ganhar enorme relevância, em particular nos EUA e no Reino Unido. Até à data, estima-se que mais de 13.5 mil milhões de euros já tenham sido financiados via plataformas de financiamento coletivo.

A missão da Raize: Promover uma economia mais enraizada na sociedade e menos dependente do sistema financeiro tradicional.

Investindo nas empresas com a Raize

Como investir:

  1. Escolha as empresas a que quer emprestar. Invista em várias ao mesmo tempo.
  2. Escolha o montante e taxa de juro. Invista a partir de 20€ por empresa.
  3. Receba prestações mensais e continue a investir em mais empresas.

Vantagens:

  1. Boas oportunidades de retorno acima dos 5.2%
  2. Pagamentos mensais dos empréstimos para minimizar o seu risco.
  3. Sem custos para investir.

Existe ainda a possibilidade de ativar o Tracker, uma funcionalidade que faz os investimentos por si automaticamente. Apenas tem de definir o montante máximo por empréstimo e a Raize trata de diversificar e otimizar o capital aplicado.

Segundo a Raize, “o Tracker destina-se a investidores que pretendem ter uma carteira de empréstimos diversificada e sempre aplicada, com uma relação retorno / risco em linha com a média da Raize”.

Empresas: Pedindo empréstimo com a Raize

Como pedir um empréstimo:

  1. Escolha o montante e prazo que quer financiar.
  2. Decida quais as ofertas de financiamento que quer aceitar.
  3. Faça os pagamentos mensais automaticamente por débito direto.
  4. Uma única comissão. Só paga quando obtém o empréstimo.

Vantagens:

  1. Processos de aprovação de 48 horas.
  2. Poupe até 80% em comissões bancárias.
  3. Empréstimos que não exigem colaterais ou garantias pessoais.

Eu já estou a testar a plataforma com o montante mínimo. E você, o que acha desta plataforma? Partilhe a sua opinião nos comentários.


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:



Messenger Poupa e Ganha

Veja também:

12 Comentários

  1. Fiquei curioso e com vontade de ajudar, se funcionar tal como percebi, é um projeto que devemos apoiar! Tudo o que seja para libertar as empresas do poder bancário, eu tento apoiar!

    Só me falta saber as questões legais ou tributárias sobre estes empréstimos, mas vou-me registar por ti e procurar saber mais.

    Ganhaste um referido!

  2. Olá ,boa tarde ,tenho uma empressa de transportes ,e estou com algumas dificuldades ,em obter um emprestimo ,para compra de uma viatura de trabalho ,será que com a vossa companhia RAIZE , me conseguem resolver a minha situação ,agradeço saber mais ,e como se processa a situação ,obrigado

  3. Trabalho por conta propria ,tenho alguma dificuldade ,em conseguir um emprestimocomo posso ,obtelo por vosso meio ,obrigado

  4. preciso de um empréstimo no valor de 125000.00 para investir no imobiliário com um contrato de 360 meses para cumprir direito ,porque no máximo é para pagar tudo em 120 meses ,vendendo imobiliário

  5. ,preciso de um emprestimo 50000 euros para comprar uma moradia, o banco não empresta-me dinheiro suficiente, ja tentei varias vezes no net, mas pedem o pagamento adientado. Ha muita gente que pagaram e nunca mais receberem dinheiro. Por isso se houver as comissões, pago na primeira prestação. O imovel fica como garantia, tambem garanto seguro de vida para mim e meu marido.sou estilista proprietaria do atelier de alta costura

  6. Muito simples, o limite por pessoa é 2500 por uma simples razão. Emprestimos ate 2500 euros por entidade singular nao têm de ser regulados!!

    A raize nao toma qualquer partida no emprestimo, pois cobra “prestação de serviços” de 3% a entidade que pede financiamente atraves da plataforma deles.

    Melhor! Nao existe limite para o numero de emprestimos que estas empresas podem pedir na plataforma! “Lets get that rollover going”!! No contexto actual em que a remuneração sobre activos seguros está proximo de zero, pessoas sem conhecimento na materia vao ser atraidas para estas plataformas. Eventualmente alguem vai perder dinheiro. Quem nunca perde??? A Raize!! :))))) Negocio da China!! Alias!! eles proprios colocam ratings na divida de certa forma isso gera conflitos de interesse mas enfim (going on)

    Outra coisa que repairei é que quanto maior a taxa indicativa maior a velocidade a que o emprestimo é efectuado (lol?)

    Resumindo e concluindo a raize vai buscar 3% sobre o financiamento em “prestação de serviços”, quanto mais a empresa fizer rollover da divida na plataforma melhor para eles, e quanto mais novos investidores na plataforma! Melhor para eles!! Eventualmente ou o credito é bom ou vai correr mal!

    Já agora os credit rating são muito interessantes!! :))

    1. O facto é que a empresa está a fazer 1 ano e ainda não houve uma falha com nenhum empréstimo. A meu ver a Raize bem pode fazer “rollover” de empréstimos, e já vi isso acontecer 3 vezes com uma empresa, mas deve ser de forma controlada para evitar qualquer quebra no pagamento das prestações.

      John, não consideras estes juros mais interessantes que os do mercado? O lucro pode não ser muito em comparação com outras formas, e ter mais risco, mas não deixa de ser interessante!

  7. Ultimo emprestimo de 20 000€, por uma empresa que ja fez 3 desta ordem na plataforma? a 10% + (3%) subscrito num dia??

    Nao vai correr bem para os “investidores” 😉 A nao ser que que queiram “ajudar a economia portuguesa” (regardless)!! :)) Eventualmente isto terá de ser regulado, o ritmo a que isto esta a crescer é assustador!!

    key points para este negocio, chegar ao maximo de pessoas possiveis com o custo mais eficiente possivel (facebook!!) e ter equipas de vendas a procurar empresas para colocar pedidos de financiamento na plataforma (regardless of credit conditions, after all that’s why ratings exist!)

  8. Boas. Secalhar merecia uma actualização sobre este “serviço”. Tem sido mau demais desde 2020…

    1. Obrigado pelo alerta. Realmente, este artigo estava aqui esquecido. Já coloquei um aviso no topo do artigo sobre a situação atual da Raize.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *