Freelancer é um termo inglês que se refere a um profissional autónomo ou liberal.

Hoje em dia cada vez mais pessoas enveredam por essa forma de obter rendimentos que na maioria dos casos permite trabalhar a partir do conforto do lar.

Existem diversas áreas que podem ser exploradas pelo freelancer, tais como fotografia, música, programação, tradução, webdesign, entre muitas outras.

Na internet podemos encontrar alguns sites que servem de ponto de encontro entre empreendedores e freelancers de todas as áreas. Em Portugal, destaco o Trabalho Livre.
Em portais internacionais encontrará muita mais oferta/procura de projetos principalmente na área das tecnologias de informação. O Freelancer é um bom exemplo.

A minha experiência como “pseudo-freelancer” resume-se a um software que desenvolvi para o RentACoder e que infelizmente nem sequer consegui vender! Nesse site, os programadores são “sete cães a um osso”!

Posso por esse motivo afirmar que pouco sei sobre este tema, mas como considero uma boa alternativa para obter rendimentos extra, decidi divulgar pelo menos a sua existência!

Gostaria de o remeter para um site que contêm bastante informação útil que o poderá ajudar a aproveitar ao máximo essa ocupação. Refiro-me ao “Ser Freelancer” da autoria de Ana Martelo. De entre os excelentes artigos lá publicados, destaco os seguintes:

Até amanhã… 😉

9 COMENTÁRIOS

  1. RiDFick, muito obrigado! 😉
    Realmente nesse tópico tem muito boa informação sobre Freelancers. Excelente!

    Olá Teresa,
    Sendo assim, desejo que ultrapasses facilmente essa fase menos boa.

  2. Eu tenho já alguns anos de experiência em “ser freelancer” e como tudo tem os seus pontos bons e os seus pontos maus, os seus altos e baixos, mas é uma excelente “profissão”, ou “profissão complementar”.

  3. Claro….não se pode considerar bem uma profissão única! Para mim também acho que é algo complementar e até acho que ninguém vive só a ser Freelancer….

    Eu por exemplo estou na Faculdade e em tempos “complementares” faço então trabalhos de Freelamcer.

  4. O que és capaz de fazer por cinco euros ou mais?

    Todos nós temos uma aptidão. Qual é a tua? Cantar, pintar, escrever, fotografar, criar cartoons, revelar truques de magia, dar conselhos, prever o futuro, gravar vídeos? Se tens a capacidade de produzir algo útil a alguém, porque não rentabilizar o teu produto e comercializá-lo? Tudo conta. E tudo tem um preço.

    Acaba de nascer a plataforma Mais5.com, que te permite ganhar dinheiro na Internet, com um único investimento: o teu talento. Podes comercializar o que pretenderes, cumprindo um único requisito: os preços já estão definidos. São cinco, dez, quinze, vinte, vinte e cinco, cinquenta e cem euros.

    Alguns valores pouco significantes, mas que podem ser multiplicados por 10, por cem, ou por mil, dependentemente do número de compradores dos teus produtos. Trata-se de um método simples e divertido de ganhar dinheiro, partilhando o que sabemos fazer bem, numa montra para os quatro cantos do mundo.

    Bastará fazer um registo (ou login através do Facebook), colocar o produto na montra mais5.com, esperar por compradores e fechar negócios. Este é o mercado dos pequenos serviços que permite gerar grandes lucros.

    Como vender o meu produto, como divulgá-lo, como exibir uma aptidão, como encontrar um palco para o meu talento? Eis a resposta: http://mais5.com/.

  5. Another good job board for freelance is XPlace . It has higher hourly rates than the majority of other online marketplaces, doesn’t charge a commission from freelancers, and there are a lot of job opportunities (entry-level and more complex ones). An excellent website to make a freelance career!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here