Osmose Inversa para purificar a água da torneira! Necessária ou inútil?

Tentaram lhe vender um filtro de osmose inversa para purificar a água da torneira? Não caia no conto do vigário adquirindo filtros caros e desnecessários!
indaqua

Há uns tempos recebi na minha caixa de correio um panfleto da INDAQUA a informar que empresas de venda de equipamentos ditos de “purificação de água”, têm colocado em causa a qualidade da água da rede pública.

O Grupo INDAQUA assegura a qualidade da água que fornece, garantindo que a água da rede pública nos concelhos pelos quais essa entidade é responsável, não necessita de qualquer tratamento adicional.

Caso duvide da qualidade da água que recebe em casa, contacte a entidade responsável pela gestão dos serviços de abastecimento de água do concelho onde reside e esclareça todas as suas dúvidas.

A dispendiosa solução da Osmose Inversa

Há uns anos atrás, recebi um telefonema de uma empresa (não me recordo o nome) a oferecer-se para efetuar uma análise à qualidade da água da torneira em minha casa.
Como garantiram que não me cobravam nada por essa análise, lá aceitei a proposta. 🙂

E assim foi… Um simpático “técnico” entrou em minha casa acompanhado de imenso material destinado à elaboração dos testes. Técnico esse que mais tarde se revelou um vendedor bastante persuasivo (mas não o suficiente)!

Começou por fazer uma breve apresentação sobre a qualidade da água e as implicações para a saúde derivadas da ingestão de água da torneira.

De seguida partiu para os testes à água. De uma forma muito resumida, os resultados foram assustadores… por momentos até pensei “como é que ainda estou vivo depois de tantos anos a beber água da torneira”!

Depois de realçar novamente o quão prejudicial era beber água da torneira, o dito técnico transformou-se finalmente num vendedor!

Apresentou-me um filtro milagroso que trazia consigo que, através de osmose inversa, purificava a água de tão péssima qualidade que jorrava das torneiras de minha casa!

Repetiu todos os testes usando agora água filtrada por esse aparelho e, como seria de esperar, o resultado foi excelente.

Eu já estava quase convencido que precisava urgentemente de ter um filtro desses… até saber o preço do filtro:  2000€ mais 100€ anuais para manutenção do equipamento!!!

Ao ver a minha admiração, o vendedor muniu-se imediatamente de argumentos para me convencer: “a saúde da sua família está em primeiro lugar”, “é mais cómodo do que carregar garrafões de água do hipermercado”, “poderá pagar o filtro em suaves prestações”, etc…

Eu até tinha ficado assustado com o resultado dos testes, mas depois de ouvir o “paleio de vendedor” fiquei de pé atrás e resolvi despachá-lo alegando que iria pensar no caso e depois lhe dizia alguma coisa.

A bem-dita internet ajudou-me a tomar uma decisão. Encontrei textos publicados por especialistas na matéria que desaconselhavam esse sistema de filtragem. Primeiro por considerarem desnecessário tendo em conta a boa qualidade geral da água da rede pública e segundo, porque uma vez que a água filtrada por osmose inversa retira a quase totalidade dos iões da água, a mesma é transformada em algo próximo da água destilada… e o consumo frequente de água pura/destilada é prejudicial à saúde!

Conclusão, se a entidade responsável pela gestão dos serviços de abastecimento de água do seu concelho garante a boa qualidade da água que fornece… poupe dinheiro e beba água da torneira! 😀

Para saber qual é a entidade responsável pelo abastecimento de água da sua área de residência, faça uma pesquisa no site da ERSAR.

E se o sabor da água da torneira não for do seu agrado, sugiro que utilize um jarro com filtro de água e verá que o sabor melhora imenso.

Por pouco mais de 15€ já compra um bom jarro com filtro da marca Brita!

Talvez lhe interesse:

36 respostas

  1. Comprei o meu sistema de osmose inversa em 2008 por 400€ pela internet e desde então cá em casa só se consome dessa água mesmo para cozinhados. O 1º filtro ao fim de 15 dias de uso já está completamente castanho, Deus sabe a porcaria de água que bebia todos os dias da torneira. Tinha outra opção: comprar água engarrafada, mas o facto de ter de carregar garrafões de 5 litros todos os dia não me convence.

    Esta foi das melhores compras de sempre, se faz mal ou não, não sei, mas ainda não morri 🙂

  2. Escusava de ter mandado o técnico/vendedor a minha casa.
    A mim não convenceu porque já tinha pesquisado, mas a minha mulher teria comprado o produto.
    Pesquisei sobre preço e é possível mandar vir kits por menos de 200 eur, sou capaz de adquirir para cozinhado, mas para beber prefiro outras alternativas, já que não quero andar a beber água destilada.

  3. Boas, depois de ter lido alguns post de varias pessoas, encontro-me na posição de informar que existe um filtro bem melhor que o sugerido pelo dito “tecnico-vendedor”. existe ja no mercado, brasileiro como cá em Portugal, um filtro que combina filtro de carvão activado com luz UV, que elimina 99,99% das bacterias existentes na agua, 140 contaminantes organicos, mas mantem todos os nutrientes e sais minerais na agua, e para deixar as pessoas ainda mais aliviadas, o PH e Alcalino não ajudando na alimentação de celulas cancerisnas!
    agora começo com o palavreado de vendedor, na agua engarrafada são utilizado plastico, que como sabem, em contacto com o calor libertam gases toxicos e nocivos a saude, não fugindo ao tema, quem produz e a comercializa não a vão ter em local refrigerado nem abrigado do sol devido ao volume que ocupam, imaginem o que esta a ser libertado antes de chegarem as prateleiras dos supermercados!!!!! para não falar no PH da grande maioria ser acido! mas cada um sabe de si e dos seus! agora pensem o que podem melhorar na vossa saude!
    Saude

  4. Que digam que a agua da torneira é potavel acredito, agora que tenha qualidade.
    Cheia de químicos, plásticos que vem na agua, cloro que não faz nada bem a pasada.
    Nem os deputados a bebem mas para o povo é boa.
    Querem enganar quem. O problema é que se os sistemas de tratamento de agua ficam na moda acaba o grande negocio da agua engarrafada.
    Ninguém faz a conta mas um garrafao de plástico do luso custa mais de 1,5 se consumir um por dia ao final de 10 anos gastaram 5400 em agua que vem no garrafao.
    Esses sistemas hoje em dia tem todas normas europeias para consumo de agua, repoem sais minerais e tem sempre o Ph Alcalino como deviamos beber sempre a agua.
    Não tem é cloro, arsenio,mercurio,pesticidas etc… conforme declarado nas analises

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.