mala-de-viagemMais um par de meias, mais umas calças… mais e mais… e depois a mala não fecha! 😛
De seguida vem o ritual de saltarmos ou sentarmos-nos em cima da mala para a forçar a fechar com tanta tralha lá dentro.

Pois bem, hoje trago-vos uma solução milagrosa (ok, estou a exagerar) para conseguir aproveitar ao máximo todo o espaço da sua mala de viagem e, se for o caso, evitar ter de levar mais malas para acomodar tudo o que pretende levar consigo.

Para tal, precisará apenas de um saco plástico de grandes dimensões (um saco do lixo serve perfeitamente), um elástico e um aspirador.

Depois de ter esses objetos à mão, faça o seguinte:

  • Coloque a sua roupa já dobrada e outros objetos que possam ir junto com a mesma dentro do saco plástico.
  • Feche o saco com o elástico mas deixe uma pequena abertura.
  • Introduza a ponta do cano do aspirador dentro do saco passando-a através do elástico.
  • Aspire até retirar todo o ar do interior do saco.
  • Enquanto tira o cano do aspirador de dentro do saco, aperte o saco e dê um nó para não deixar entrar ar.

Desta forma ficará com a sua roupa (e o que mais estiver no saco) embalada a vácuo, reduzindo substancialmente o espaço ocupado pela mesma.

Para melhor compreender este procedimento, veja o seguinte vídeo:

Agora deixo-o a pensar como se vai safar no regresso, se no local para onde viaja não tiver um aspirador! 😀

20 COMENTÁRIOS

  1. Isso até é bom apara agora guardar-mos os edredons e cobertores!
    Há, e quem fizer isto com a roupa para viagem, não se esqueçam de ver se depois no hotel há ferros de engomar eheeheh!
    Beijinhos
    Silvia

    • Sim, esta dica serve até mesmo para guardar roupa fora de época em casa sem ocupar muito espaço.
      Quanto a ter de passar a roupa a ferro depois de a desembalar, isso também depende da forma como acomodamos a roupa no saco.

      Beijinhos

  2. Está excelente, as ferias estão cada vez mais perto e ai está uma óptima ideia para quem tem sempre o mesmo problema.

    Mike vou colocar este posto no meu blog, pode ser? com referência ao teu claro.

    Abraço
    .-= Venha ler o meu último post ..PapaHóstias – Moisés =-.

  3. Dá imenso jeito levar um aspirador para férias. Muito prático, realmente. Olhem lá, ó parvalhões…

    Encolhemos as coisas à ida com o aspirador de casa. No regresso, pede-se o aspirador emprestado à mulher da linmpea, é? Ou então…. como fechar a mala???? Não fecha, claro!

    Esperemso que a mulher da limpeza não seja marroquina, senão os problemas começam no pedido… lost in translation!!!!

    • Olá Maria,

      Agradeço o comentário mas dispenso o insulto. 🙁

      Ignorando o insulto totalmente desnecessário, e entendendo que você apenas está a questionar a utilidade desta sugestão, aqui vai a minha resposta…

      Esta pode ser útil em situações em que o local de destino é, por exemplo, a casa de um familiar ou amigo.

      Pode ser também útil para guardar roupa fora de época em casa de modo a protegê-la e ocupar menos espaço.

      Certamente haverão mais situações em que podemos aplicar esta dica. Temos de ser criativos.

  4. Não consigo deixar de pensar quanto teremos de pagar para levar o aspirador e fazer o mesmo no regresso…
    Desculpa, mas este é um daqueles conselhos válidos se quisermos arrumar mais coisas num espaco lá em casa, nunca para viajar. As consequências iam ser desastrosas…

    A comecar pelo facto que não haveria espaco para meter o que se tinha levado sem um aspirador, o que fazer se por algum acaso ou desvaneio tivéssemos comprado algo?
    Quando de viagem, o melhor a fazer é:

    Comprar uma mala espacosa, ou seja, procurar a mala mais leve para o mesmo volume e garantir que a mesma é o mais quadrada possível… nada de curvas lindas que comem o espaco.
    Depois, ver o tempo que faz no destino… se estiver frio, colocar a roupa mais pesada/volumosa para ir vestida durante a viagem.
    Para saber o que meter na mala, mete-se roupa para uma semana, ou seja:

    1 par de calcas, 4 Tshirts/camisas, 7 pares de cuecas e meias, 1 camisola tipo pullover no caso de ser um destino frio ou então mais 2 Thirts/camisas.

    Eu viajo para fora de casa durante duas semanas a um mês de cada vez e na mala só levo as quantidades que descrevi acrescidas duns ténis para poder andar mais confortável nos tempos livres em viagens de um mês.
    O que é preciso é ter algum controlo quando fazemos a mala e termos a nocão que muita da roupa que vamos vestir não vai ficar irremediavelmente suja após um dia. Também convém ter a nocão que a roupa pode ser lavada no destino. Existem lavandarias em quase tudo o que são hotéis (mesmo sem ter de pagar os precos ridiculos dos hotéis) e cidades do Mundo e se ficarem em pousadas ou bed and breakfasts a probabilidade de conseguir a roupa lavada a baixo custo aumenta substancialmente.
    Em hotéis de gama alta não é de esperar algo assim… mas quem paga 200 euro por uma noite, pode pagar os 10 para lavar a roupa do dia, não é?

    Este foi um conselho pouco conseguido… 🙁

    • Bom dia Carlos,

      Tal como eu disse na resposta anterior “Esta pode ser útil em situações em que o local de destino é, por exemplo, a casa de um familiar ou amigo”.
      Eu, por exemplo, tenho familiares no Algarve e desloco-me algumas vezes por ano para passar lá uns dias. Neste meu caso, reduzir o espaço ocupado pelas malas, permite-me transportar mais coisas na mala do carro ou, como já me aconteceu, no avião da Ryanair.
      No regresso, não há problema… os meus familiares têm aspirador. 🙂

      Abraço

  5. Olá.
    Fico pasma como existem pessoas que não dão valor ao fato de uma pessoa ser generosa ao ponto de utilizar seu tempo em compartilhar idéias com pessoas, sem mesmo conhece-las: só sabem criticar. Precisamos aprender a selecionar as vantagens para cada caso. Parece q atualmente as pessoas não usam a capacidade de discernimento. Querem tudo bem mastigadinho.

  6. Muitos parabéns Miguel quer por este post, quer pelo do Método Dinheiro.
    Não ligues a esta gente que não percebeu a ideia e em como pode ser prática em algumas situações!
    Deixa-os perder tempos com manias e espertezas, não ligues e nem percas o teu, problema deles! 😉

  7. A dica realmente é bastante útil, cada um que a utilize na situação que lhe for mais conveniente, seja para arrumar as coisas no armário ou na mala de viagem. Eu acho uma excelente ideia.

  8. Eu se pudesse levava o roupeiro todo numa mala, mas como isso não é possível pode ser que com este método possa levar mais duas ou três peças do que é habitual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here