barclaycard

barclaycardSempre tentei me manter longe dos cartões de crédito, e então depois da última aventura que divulguei no artigo “Fui vítima de fraude com o cartão de crédito!”, fiquei mesmo com pavor a esses cartões!
Aprendi a lição e agora opto sempre por fazer transacções na internet apenas utilizando Paypal e MBNet.

Mas há cerca de um mês decidi aderir a um novo cartão de crédito – o BarclayCard!

ESTAREI DOIDO!? AINDA NÃO…

Simplesmente avaliei as vantagens dessa adesão e cheguei à conclusão que esse sim, vale mesmo a pena!

Passo a explicar:
O BarclayCard tem lançado umas campanhas muito interessantes em que oferecem um presente a quem aderir aos seus cartões de crédito. Para além disso, garantem anuidades gratuitas para sempre!
Existem ainda mais vantagens associadas a esse cartão, mas as que mencionei foram suficientes para me cativar.

Foi há cerca de um mês que aderi ao cartão BarclayCard. Assim que recebi o cartão, tratei imediatamente de alterar a opção de pagamento para 100% do valor utilizado (assim nunca pago juros).

Para poder ter direito ao prémio, que no meu caso foi um GPS, apenas tinha de utilizar o cartão em compras de valor mínimo de 100€ num prazo de 2 meses.
Nada mais fácil! Bastou fazer algumas compras para a casa e ficou logo concluído esse objectivo.

NÃO PAGUEI NADA, NÃO VOU PAGAR NADA E AINDA GANHEI UM PRÉMIO!

Ontem recebi o prémio a que tinha direito – um GPS Garmin. Veja a foto desse prémio:
Agora posso decidir entre anular o cartão ou mantê-lo bem guardado num local seguro… ainda vou pensar nisso, é que este cartão oferece mais algumas vantagens que talvez possa vir a usufruir, e como não tenho qualquer encargo com ele (não pago juros nem anuidades), não tenho nada a perder!

Se estiver interessado em aderir, pode fazê-lo hoje mesmo através da internet. Aproveite a campanha que se encontra a decorrer até ao próximo dia 30 de Novembro:

14 COMENTÁRIOS

  1. Se eu fosse a ti mandava anular esse cartão, pois tenho a impressão que os cartões do Barclays (e Citybank, penso que uma empresa comprou a outra) são dos mais inseguros que há, podes ter o teu cartão muito bem guardado, mas nada te garante que os dados do mesmo não tenham já sido “roubados”, que penso que é o que se passa com a maioria desses cartões, quando chegam à nossa mão já os dados do mesmo anda em mãos alheias.

    Abraço

    • Essa situação de roubo de dados do cartão, pode acontecer com qualquer cartão (da Barclays ou não)… mas a Barclays, tal como outras empresas, garantem a devolução do dinheiro ao cliente caso este seja utilizado de forma fraudulenta.
      A mensagem que passo aqui, é que podemos aproveitar os brindes de boas-vindas e depois anular o cartão… no meu caso, ainda irei ponderar se fico com ele.

      Abraço

  2. Este tipos de campanhas são um engodo para cativar clientes.
    Não vejo nenhuma vantagem para o cliente, além da anuidade gratuita.

    O cartão da DECO, por exemplo, devolve 1% das compras (500€ min de 6 em 6 meses) e não existe anuidade.
    Penso que nesse caso há mais vantagens.

    • A vantagem para o cliente, neste caso, é a oferta de um brinde de boas-vindas sem que isso obrigue o cliente a permanecer… cliente!

      Se eu chegar à conclusão que devo anular este cartão, e não me colocarem qualquer entrave nisso, talvez possa vir a aproveitar as vantagens de um outro cartão… tal como esse da DECO que sugeres.

      Obrigado pela sugestão.

  3. Como conselho de quem tem já teve um destes, quando era da Citi, aconselho-te a anulares o cartão.

    Um dos motivos pelos quais aderi ao cartão foi o brinde (como foi no tempo das vacas gordas, só davam bilhetes de cinema) e para ter um cartão que pudesse utilizar confortavelmente no estrangeiro já que faz parte da rede VISA. Estamos a falar duma altura em que o Electron não era tão utilizado lá fora.

    Pois bem… primeira vez que tentei utilizá-lo no estrangeiro, foi-me bloqueado por motivos de segurança. E assim continuou sempre que tentei. Até que eventualmente o único cartão que tinha comigo era aquele. Um dos cartões tinha caducado sem que eu tivesse recebido o novo e o outro, devido a um souvenir interessante e magnético ficou completamente desmagnetizado.

    Não quero lembrar-me dos 50 euro gastos ao telefone para que pudesse alterar o código do cartão e desbloqueá-lo para o poder usar.
    E foi daquelas coisas… pude usá-lo numa cidade… mal tentei usá-lo numa cidade diferente o cartão bloqueou de novo.

    Por isso, tenho as minhas dúvidas acerca da política de reembolsos deles.
    É muito bom para receber o brinde, mas não deixes que este se torne a única alternativa.

  4. Já anulei o cartão e claro… fiquei com o prémio!!! 😀
    Não houve qualquer impedimento à anulação do cartão, apenas quiseram saber o motivo.

    Sei que não é uma forma muito “correcta” de conseguir um prémio, mas não acredito que eles tenham ficado com grande prejuízo! 😉

  5. Cartões de crédito a mim não me dizem nada, e acho que se uma pessoa souber poupar não precisa desse tipo de cartões, e quando surgir um imprevisto, basta ir buscar o dinheiro que se colocou de lado, sem que se tenha de pagar juros.
    Parabéns Miguel pelo GPS! 🙂

  6. Qualquer que seja a vantagem de um cartão de crédito, há coisas que me recuso mesmo a ter, organizo-me melhor só com um cartão de débito, para mim menos cartões menos preocupações, para cada um sabe de si, o que para mim não serve para outra pessoa pode ser e melhor coisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here