Novo IRS em 2015 – Até as despesas com supermercado são dedutíveis!

Em 2015 existem mais motivos para exigir fatura com número de contribuinte. Saiba quais.
e-fatura-supermercado

Acabei de receber um email da Autoridade Tributária e Aduaneira a alertar que em 2015 apenas as faturas com número de contribuinte são consideradas despesas para o IRS.

Por acaso adquiri e mantive esse hábito no ano que ainda há pouco terminou, e até mesmo no supermercado respondia sempre afirmativamente à pergunta “deseja fatura com número de contribuinte?“, mesmo sabendo que (em 2014) não seria possível deduzir essas despesas.

Agora, em 2015, existem ainda mais motivos para exigir a inclusão do nosso número de contribuinte nas faturas, pois para além dos benefícios já existentes, podemos agora deduzir 35% das despesas gerais familiares, que incluem gastos com o supermercado, vestuário, combustíveis, entre outras.

Veja a lista das deduções à coleta de que poderá beneficiar em 2015 (transcrito do email enviado pela Autoridade Tributária e Aduaneira):

  • 35% das despesas gerais familiares (por exemplo, despesas com supermercado, vestuário, combustíveis, água, luz, gás ou outras), até ao máximo dedutível de 250€ por sujeito passivo (corresponde à realização de despesas até 715€ por sujeito passivo).
  • 15% das despesas de saúde, até um máximo dedutível de 1.000€.
  • 30% das despesas de educação, até um máximo dedutível de 800€.
  • 15% das despesas com rendas de habitação, até um máximo dedutível de 502€ ou 15% das despesas com juros de empréstimo à habitação, no caso de casa própria, até um máximo dedutível de 296€.
  • 25% das despesas com lares de 3.ª idade, até um máximo dedutível de 403,75€.
  • 15% do IVA suportado em cada fatura relativa a despesas nos setores da restauração e hotelaria, cabeleireiros e reparações de automóveis e de motociclos, até um máximo dedutível de 250€.

Para além desta informação, o mesmo email informa que o cálculo das despesas a considerar no IRS passa a ser baseado no sistema e-fatura, de forma a simplificar a vida do contribuinte, já que basta que exija faturas com o número de contribuinte nas compras que realiza para que as empresas sejam obrigadas a comunicar as faturas à Autoridade Tributária e Aduaneira.

Portanto, não se esqueça de exigir fatura com o seu número de contribuinte, pois para além dos benefícios atrás descritos, está (supostamente) a ajudar a combater a economia paralela e a habilitar-se a ganhar um automóvel no sorteio da Fatura da Sorte! 🙂

Já agora, sabia que existe uma aplicação do “Sorteio Fatura da Sorte” para smartphone? Com essa aplicação poderá consultar os seus cupões para o próximo sorteio e saber se ganhou! Está disponível para Android e para iOS.

Conheça também uma aplicação que facilita imenso a gestão das suas faturas no portal do e-fatura: Utilize o Serviço E-Fatura a partir do seu Smartphone

Partilhe este artigo:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Também poderá gostar:

33 respostas

  1. Boa tarde a todos.
    Tenho lido muita coisa sobre as faturas com o número de contribuinte e seus benefícios,
    mas tenho uma pergunta a fazer e quem quiser ajudar-me, desde já os meus agradecimentos.
    A pergunta é a seguinte. A compra de óculos graduados vai para a rubrica de “outros” ou “despesas de saúde”?

  2. José, tem que guardar a receita, ou prescrição do médico o oftalmologista, e assim apresenta como despesa de saúde. Espero ter sido útil.

  3. Bom dia a todos.

    As despesas/faturas referentes a pagamentos com água/luz e gás são inseridas em que campo? “Outros” ou “imoveis”?

    Obrigado pela ajuda
    Cumprimentos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ebook Gratuito

Receba gratuitamente o Ebook que o ensina a poupar com Utilizações Alternativas para coisas do dia-a-dia!