Porque não deve deixar a comida arrefecer

Uma dica extremamente simples mas que faz todo o sentido...
comida-quente

Já imaginou a energia que desperdiça só pelo simples facto de deixar a comida arrefecer demais ao ponto de ser necessário reaquecê-la?

Depois de ter a sua refeição preparada, não a deixe arrefecer ao ponto de ser necessário aquece-la novamente, por exemplo no micro-ondas.

Evitará um consumo desnecessário de energia.

Talvez considere esta dica um pouco básica, mas já pensou nas vezes em que teve necessidade de aquecer a comida porque se distraiu ou surgiu algo para fazer.


Subscreva a nossa newsletter para ficar sempre a par das novidades e receber alertas de novas amostras grátis e outras oportunidades para poupar e ganhar dinheiro… diretamente no seu email!

Não encontrou a informação que procurava? Faça uma pesquisa aqui:

Talvez lhe interesse:

10 respostas

  1. Quando o jantar fica pronto, gosto logo de ver as pessoas sentadas á mesa, gosto da comida quentinha!!

    Caso seja algum assado, pode deixar a assadeira lá dentro, mesmo depois de ter desligado o forno, assim aproveitará o calor pra manter a comida quente.

    Cinco minutos, antes do seu cozinhado ficar pronto, desligue o fogão, e mantenha o testo na panela. O calor, vai acabar de cozinhar os alimentos, poupando gás ou energia electrica.

  2. Evitar o consumo de energia por parte do micro-ondas e todos os riscos através da exposição a este.
    Como sabemos a exposição a raios UV é bastante prejudicial para a saúde.

  3. O que eu costumo fazer para manter a comida quente é:

    – embrulhar, por exemplo o tacho do arroz em jornais
    – qdo cozo legumes escorro a água de os cozer para dentro de um caixa de plástico em que o tacho não caiba e depois coloco o tacho por cima dessa caixa…. o calor da água mantém a comida quente.

  4. Sim é uma boa dica para evitar gastos desnecessários.
    Quando fizerem comida no forno desliguem cerca de 5min antes do tempo. Parece que não mas o calor vai ajudar a cozinhar e a preservar o calor dos alimentos sem preciso gastar energia 🙂

  5. Se a comida é feita na altura levo-a logo para a mesa, mas normalmente como sobra sempre alguma coisa guardo e, quando voltamos a comer aqueço sempre no microondas.
    Dou muito uso ao meu microondas porque para aquecer pouca coisa gasto mais tempo e energia se o fizer no fogão, não falando da loiça que fica para lavar..Mais gasto de água e gás! 😉
    .-= Venha ler o meu último post ..Creme de Pescada e Couve-Flor =-.

  6. Já aconteceu variadíssimas vezes a mãe chamar para almoçar e eu demorar e ter que aquecer no microondas… Quanto às radiações emitidas (que são radiações microondas, daí o nome, e não UV) penso que o problema é mínimo uma vez que ao abrir a porta do aparelho, este desliga-se automaticamente.
    .-= Venha ler o meu último post ..Rainforest Murça 2009 =-.

  7. O problema das radiações do microondas não tem a ver com a nossa exposição directa, como sub-entendo do comentário da Elsa121. Tem a ver sim com a nossa exposição indirecta através do consumo dos alimentos cozinhados ou aquecidos com recurso a estes aparelhos. Esta discussão é bem antiga….. Agora está um pouco em esquecimento este problema. mas o mais curioso é que se apanha mto mais radiação ao falar ao tlm ou a andar de avião do que a comer comida aquecida num forno microondas. pelo que li o problema está na mudança de polaridade de cada molecula do alimneto.

  8. Esta a mim não me é muito util, uma vez que eu gosto da comida é fria. 😀
    Mas é bom recordar, porque são coisas tão simples que por vezes nem notamos. 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Sugestão de leitura

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.