Alimentos que ajudam a aquecer e proteger o corpo no inverno

Uma alimentação adequada pode ajudar-nos a regular a temperatura corporal. Venha conhecer alguns alimentos que ajudam a enfrentar o frio.

Bebida quente

À medida que o tempo frio começa a fazer sentir cada vez mais a sua presença, começamos a procurar formas de nos mantermos mais quentes e confortáveis, preferencialmente da forma mais económica possível.

Sabia que existem alimentos que nos protegem e nos ajudam a lidar com as temperaturas frias?

Nem todas as pessoas têm a mesma sensibilidade ao frio. A perceção da temperatura varia de pessoa para pessoa. O “termostato” biológico do nosso cérebro regula a temperatura no nosso organismo, determina se estamos quentes ou frios, e dá indicações ao nosso corpo para tomar as precauções adequadas.

Guia Poupe Mais

Cada estação do ano afeta o corpo de forma diferente. Assim, precisamos de diferentes vitaminas, minerais e nutrientes para nos ajudar a mantermo-nos saudáveis durante cada estação do ano.

As temperaturas baixas, além de causarem desconforto, tornam os nossos corpos mais vulneráveis aos vírus. É, portanto, crucial agasalharmo-nos convenientemente ou tomarmos outras medidas para nos mantermos quentes, e uma delas parte exatamente da forma como nos alimentamos.

Aquecendo-se de dentro para fora

À medida que a temperatura baixa, o nosso corpo tende a trabalhar mais para se manter quente. Isto requer mais calorias para nos manter mais resistentes e produzir energia. Quando isto acontece, o nosso cérebro envia um sinal para o cérebro para usar mais roupa e comer mais alimentos ricos em calorias.

Uma nutrição adequada, ajuda-nos a regular a temperatura corporal, mantendo o corpo quente e fornecendo combustível suficiente para as nossas atividades.

Os alimentos que devemos procurar no inverno são principalmente aqueles que contêm mais gordura. Mas isto não significa que se deva comer apenas alimentos ricos em gordura. Para nos mantermos saudáveis e preparados para enfrentar o frio, o nosso organismo deve também receber os nutrientes necessários, tais como vitaminas A, E, e C, e proteínas.

Os hidratos de carbono são o primeiro combustível utilizado pelo corpo. Portanto, precisamos de incluir na nossa dieta alimentos com hidratos de carbono complexos, tais como cereais integrais, leguminosas, etc. Estes alimentos, para além da energia, são ricos em nutrientes úteis para o bom funcionamento do organismo.

Não há necessidade de aumentar o consumo de gorduras mais do que as recomendações habituais. De acordo com investigações, o aumento do consumo de gorduras, especialmente gorduras saturadas, afeta negativamente a função do sistema imunitário. Portanto, deve procurar fortalecer o corpo com boas gorduras, especialmente as ómega 3 presente nos peixes e as gorduras monoinsaturadas de azeite.

Alimentos que ajudam a manter o corpo quente e protegido

No que diz respeito às nossas refeições, as sopas continuam a ser uma opção deliciosa e saudável, contudo pode sempre incluir mais alguns alimentos que o ajudarão a manter-se quente enquanto estimula o seu paladar.

Alguns dos alimentos que nos protegem das temperaturas frias e aumentam a nossa temperatura corporal são:

Refeições quentes e sopas

Sopa

As sopas quentes, especialmente as que contêm frango, carne ou peixe, são o alimento ideal para o inverno, porque não só impulsionam o nosso sistema imunitário, como também nos hidratam.

Leguminosas

Eles dão-nos energia e enchem-nos sem nos darem demasiadas calorias. Por serem ricas em hidratos de carbono complexos e proteínas, são excelentes aliados em condições climáticas difíceis.

Um bom exemplo são as lentilhas. O elevado teor de fibras contribui para uma boa absorção dos nutrientes e uma boa digestão. Além disso, o índice glicémico das lentilhas é baixo, o que significa que os níveis de açúcar no sangue e de insulina aumentam gradualmente e não abruptamente. O seu teor de vitamina B e magnésio também é interessante. Por outras palavras, é uma fonte nutricional com propriedades miraculosas em termos de bom funcionamento do coração e estimulação imunitária.

Brócolos e couve-flor

Ambos são vegetais com elevado valor nutricional. São fontes de fibra, vitamina C, beta-caroteno, minerais e polifenóis e oferecem uma forte proteção contra os danos oxidativos das células.

São uma fonte rica de cálcio e de vitamina C. Ideal para aqueles que não gostam ou precisam de evitar produtos lácteos.

Bebidas quentes

Quando não hidratamos o nosso corpo adequadamente, o corpo fica desidratado e a sua temperatura diminui, resultando num frio. Uma das melhores opções para dias frios de inverno é sem dúvida uma chávena de bebida quente. Mas deve ter cuidado porque muitas das bebidas prontas a beber são verdadeiras bombas calóricas. Prefira sempre bebidas simples como café, chá, camomila e evite aquelas com demasiado leite ou natas, e com demasiado açúcar.

Uma das melhores opções para dias e noites frias são uma chávena de chocolate quente, chá ou qualquer outra infusão que gostar. Misture-as com um pouco de mel para lhes conferir um sabor e energia extra.

No entanto, note que o chocolate quente, apesar de ser uma bebida nutritiva, é rica em gordura saturada, pelo que deve ser consumido com moderação. O chocolate quente é também conhecido por ajudar a regular o nosso humor, uma vez que tem um efeito benéfico no alívio da ansiedade.

O chá-verde é rico em catequinas, substâncias com forte atividade antioxidante que impulsionam o sistema imunitário. Embora o chá contenha cafeína – numa quantidade menor que o café – não é estimulante porque contém o aminoácido L-teanina que é um sedativo e contraria o efeito da cafeína. A L-teanina baixa a tensão arterial e leva à produção das chamadas ondas alfa cerebrais, que induzem o relaxamento.

Chá quente com gengibre é também uma excelente opção para uma bebida de inverno. O gengibre estimula a termogénese e impulsiona o metabolismo. Ajuda a digestão e promove o fluxo sanguíneo para aquecer os dedos das mãos e dos pés.

O café é conhecido por estimular o nosso sistema nervoso central e geralmente estimula a mente. Também provoca termogénese. Por outro lado, o café deve ser evitado por aqueles que têm hipertensão e sofrem de insónia.

Especiarias

Canela, gengibre, cominhos, pimenta-preta e curcuma são apenas algumas das melhores opções. Para além do sabor e aroma extra que adicionam aos alimentos, contêm substâncias como a capsaicina e a piperina, que estimulam o sistema circulatório e causam termogénese.

Frutos secos

Frutos secos

Os frutos secos oleaginosos como nozes, amêndoas e avelãs contêm selénio e ácidos gordos benéficos. A sua energia concentrada ajuda a manter a temperatura corporal estável.

São uma excelente fonte de gorduras ómega 3 que ajudam o coração a funcionar corretamente. Os frutos secos oleaginosos podem, inclusive, substituir os produtos lácteos para aqueles que não os podem consumir por alguma razão.

As uvas passas, vulgarmente consumidas entre o Natal e a passagem de ano, são um alimento antioxidante e energético. Contêm valiosos minerais (cálcio, ferro, potássio, sódio, magnésio, selénio, fósforo, zinco, manganês, cobre, cobre, boro, silício), vitaminas (A, C, D, B1, B2, B3, B6), frutose, glicose e fenóis que aumentam as suas propriedades antibióticas e antibacterianas.

Hidratos de carbono

O nosso organismo queima mais calorias no frio intenso e, como tal, precisa de mais hidratos de carbono e fluidos.

Cereais, pão, arroz, batatas e massas de todos os tipos contêm amido e hidratos de carbono complexos que fornecem energia ao corpo a um ritmo lento mas constante. Esta energia é gradualmente utilizada pelo corpo para manter uma temperatura interna constante, entre outras coisas.

Comece o seu dia com papas de aveia para se manter saciado e quente.

Citrinos

Os citrinos são ideais para aumentar a sua ingestão diária de vitamina C, conhecida por impulsionar o nosso sistema imunitário e hidratar o corpo. Portanto, não se esqueça de incluir laranjas e tangerinas na sua ementa, ou até mesmo adicionar sumo de limão às suas saladas, ao peixe e à carne.

Bananas

Esta fruta deliciosa pode ser consumida de muitas formas diferentes. Adicione-a aos seus batidos, desfrute-a por si só ou misture-a com iogurte. As bananas contêm vitamina B e magnésio, que ajudam ao funcionamento adequado da sua tiroide e das glândulas suprarrenais – que ajudam a regular a temperatura corporal.

Romã

É uma rica fonte de antioxidantes, tais como polifenóis, taninos e antocianinas, sendo considerada um verdadeiro escudo contra a gripe sazonal. Contém também quantidades significativas de ferro, selénio, vitamina C e ácido fólico.

Carnes magras

Frango

Carne magra, frango, peru, lombo, são boas escolhas para a ingestão de ferro, ao mesmo tempo que têm reduzidos níveis de gorduras saturadas. Tem-se observado que as pessoas que sofrem de anemia (deficiência de ferro) têm frequentemente mãos e pés frios. O ferro ingerido através do consumo de carne magra é melhor absorvido pelo corpo do que a partir das fontes vegetais desse elemento.

Azeite

O azeite contém vitamina E, o que ajuda na boa circulação sanguínea e, como tal, ajuda a lidar com o problema dos pés e mãos frios.

Água

Não se esqueça de beber muita água! Normalmente bebemos menos água no inverno porque não suamos com tanta frequência. No entanto, as necessidades de hidratação do corpo mantêm-se todo o ano.

O facto da sensação de sede não ser tão intensa no inverno faz-nos negligenciar esta necessidade básica. Contudo, a ingestão de líquidos, especialmente os quentes, impedem a desidratação e isto, por sua vez, ajuda a prevenir a hipotermia.


Agora já sabe, não se esqueça de incluir estes alimentos na sua lista de compras, alimente-se convenientemente e agasalhe-se bem. Essas simples medidas poderão ajudá-lo, não só a reduzir o consumo de energia elétrica no aquecimento da sua casa, como também a prevenir problemas de saúde associados ao frio.


Guia Poupe Mais


Veja também:


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:


Messenger Poupa e Ganha
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *