A importância de calcular o seu salário líquido

Fazer contas ao seu salário líquido com regularidade é fundamental para uma melhor gestão do orçamento. Descubra porquê neste artigo...
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Calcular Salário

Calcular o seu salário líquido não é algo que deve fazer apenas quando inicia funções em outra empresa. Para a maior parte das famílias, a gestão financeira daquilo que se gasta é feita consoante aquilo que se ganha. Assim, fazer contas ao seu salário líquido com regularidade é fundamental para uma melhor gestão do orçamento.

Abaixo explicamos a diferença entre Salário Líquido e Salário Bruto, bem como os motivos para calcular o seu salário líquido com frequência.

Salário Bruto e Salário Líquido

De uma forma concisa, salário bruto é o montante total que a empresa lhe paga, sem que sejam feitos os descontos em sede de IRS e segurança social. Por norma, este é o valor negociado aquando de uma entrevista de emprego ou de uma revisão salarial, uma vez que os seus descontos são feitos de acordo com a situação do seu agregado familiar.  Por exemplo, se for não-casado e não tiver dependentes os seus descontos serão diferentes de uma pessoa casada com dependentes.

Salário líquido é o montante que efetivamente vai “cair” na sua conta e que terá disponível para gerir mensalmente. Este já considera descontos de segurança social, retenção de IRS, subsídio de alimentação e, opcionalmente, subsídios em duodécimos.

O que precisa saber para calcular o seu salário líquido?

Calcular o salário líquido é nada mais do que uma conta de somar e subtrair, para a qual precisará de ter algumas informações do seu lado, nomeadamente:

  • Valor do seu salário base: o montante que recebe sem considerar nenhuma dedução para imposto, nem o subsídio de refeição;
  • A sua situação familiar: se é ou não casado, se tem ou não dependentes;
  • Retenção em sede de IRS: tendo a situação do seu agregado familiar esclarecida, saberá em que escalão de IRS se encontra e quanto vai descontar para este imposto;
  • Valor do subsídio de Refeição: deverá ainda ter conhecimento do valor diário do subsídio de refeição, bem como o número de dias que vai trabalhar (estes variam de acordo com o seu tipo de contrato).

Não se esqueça ainda de considerar o valor de desconto da Segurança Social de 11%. A conta é fácil de fazer:

(Valor base – Desconto de IRS – 11% de Segurança Social) + (Subsídio de alimentação x o número de dias trabalhados) = Salário Líquido

E porque é que devo calcular o meu salário com regularidade?

Existem várias situações em que se justifica fazer estas contas ou recorrer a uma calculadora de salário líquido para o efeito:

  1. Variação anual dos impostos, como por exemplo a atualização anual das tabelas de retenção em sede de IRS;
  2. A sua entidade empregadora fez uma revisão salarial;
  3. Quando confirma o seu recibo de vencimento mensal é fundamental que saiba os descontos que faz. Assim garante o seu correto pagamento;
  4. Se recebeu uma nova proposta ou se está à procura de emprego e tem um objetivo salarial líquido, convém que saiba também o valor bruto, no momento de negociar as condições;
  5. Para saber exatamente com que valor pode contar na gestão do seu orçamento mensal, bem como na programação da sua poupança.

Saiba quanto ganha ao cêntimo e planeie as suas finanças pessoais sem que o mês ultrapasse os limites do seu salário.


Telegram

Quer passar a receber alertas de amostras grátis, oportunidades e outras novidades do blog?

Inscreva-se no nosso canal do Telegram

Talvez lhe interesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ganhe dinheiro preenchendo inquéritos online

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.