Criança a dormir

A aprendizagem da higiene e o amadurecimento do sistema imunitário pode ser algo demorado para algumas crianças. O xixi na cama é algo bastante normal, sobretudo até aos cinco anos de idade. Contudo, se continuar a acontecer depois dessa idade, o xixi na cama pode ser um sinal de incontinência urinária, chamada de enurese noturna.

O que é a enurese noturna?

A enurese noturna é a micção repetida, involuntária e incontrolável, que afeta muitas crianças. A enurese noturna, tal como o nome indica, acontece geralmente durante a noite.

Este transtorno afeta sobretudo crianças na idade em que o controle do sistema urinário começa a ser aprendido e controlado (entre os quatro e os cinco anos).

Sendo algo incontrolável e inconsciente, as causas de fazer xixi na cama de forma demasiado recorrente, podem ser várias:

  • diabetes;
  • prisão de ventre;
  • deficiência hormonal (sobretudo da hormona anti-diurética) que provoca um aumento da produção de urina durante a noite;
  • contrações involuntárias e inconscientes da bexiga;
  • atraso no processo natural de maturação da bexiga;
  • fatores genéticos: em 30 a 60% dos casos, um dos pais sofreu de enurese noturna em criança;
  • dificuldade em despertar durante a noite;
  • elemento depressivo que esteja conectado com algum evento: o nascimento de uma nova criança, mudança de casa (e de cama), mudança de escola.

Se a criança tiver mais de cinco anos e acordar durante a noite porque fez xixi na cama, isso pode afetar em muito o dia-a-dia da criança.

A enurese noturna faz com que a criança acorde demasiadas vezes durante a noite e isso pode provocar perturbações sérias do ciclo de sono, fazendo com que a criança não tenha energia suficiente para passar o dia a aprender e a brincar.

Como evitar o xixi na cama

Para tentar perceber se a criança pode estar a passar por uma situação de enurese noturna ou não, pode aplicar algumas destas dicas para evitar que a criança faça xixi na cama:

  • Eduque a criança para que se mantenha hidratada durante todo o dia. Incentive-a a beber regularmente durante o dia, e não só quando ela tem sede;
  • Depois do lanche, evite que a criança beba bebidas demasiado doces e até mesmo leite;
  • Ao jantar, a criança pode beber água mas de forma moderada e não em grandes quantidades.

Rituais antes de dormir

  • Se a criança pedir um copo de água antes de ir dormir, não a prive de beber! No entanto, tente limitar a quantidade para um copo pequeno de água;
  • Incuta o hábito de ir sempre à casa de banho antes de ir para a cama;
  • Coloque um penico ao pé da cama ou facilite o acesso até à casa de banho colocando luzes de presença e deixando as portas abertas, para que a criança saiba que se pode levantar em segurança durante a noite.

Comunique com a criança quando ela fizer xixi na cama

  • A criança não quis fazer xixi na cama de forma deliberada, portanto não a faça sentir-se culpada. Explique à criança que está autorizada para se levantar sozinha durante a noite e que o pode fazer com total segurança.
  • Existem livros infantis dedicados às crianças com enurese noturna, como por exemplo o livro Já Não Faço Xixi na Cama! da Mary McQuillan. Leia este tipo de livro com a criança, quando esta já está na cama e a preparar-se para adormecer;
  • Elogie a criança quando ela não fizer xixi na cama. Elogiá-la faz com que ela interiorize que fazer xixi na cama não é algo bom, sentido-se mais motivada para tentar controlar o seu sistema urinário.
    Uma forma de incentivar a criança, é criando um calendário: nos dias em que ela fizer xixi na cama, serão dias de chuva; nos dias em que não fiz, serão dias de sol. No final da semana, façam juntos a contagem de todos os sóis.

Se o xixi na cama persistir…

Se a criança continuar a fazer xixi na cama de forma muito regular depois dos seis anos, deve consultar um pediatra. Só um pediatra ou médico poderão avaliar se a criança sofre mesmo de um caso de enurese noturna e os possíveis tratamentos e técnicas médicas que poderá utilizar.

Consulte um médico de urgência se a criança apresentar também outros distúrbios urinários durante o dia (incapacidade de conter a urina, micção demasiado frequente, dor ao urinar, …) ou outros novos sintomas como febre ou más disposições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.