9 dicas alternativas para cuidar das flores e plantas

Lista de dicas "menos convencionais" para cuidar das suas flores e plantas.
Planta

Segue-se uma compilação de dicas, uma mais alternativas do que outras, para melhor cuidar das suas flores e plantas.

1. Aproveite as cascas de ovos

Casca de ovo

As cascas de ovos que normalmente vão parar ao caixote do lixo, podem ser utilizadas como uma boa fonte de cálcio para as suas plantas.

Como proceder:

  • Lave bem as cascas de ovos e deixe-as secar bem ao sol.
  • Bata-as no liquidificador até as reduzir a pó (como bónus, as lâminas ficarão afiadas).
  • Espalhe esse pó pelo jardim e regue.

Poderá utilizar as cascas de ovos em conjunto com borras de café, pois enquanto as cascas fornecem cálcio, o café fornece nitrogénio. Desta forma terá plantas ainda mais saudáveis.

Há quem sugira que as cascas de ovos, mesmo só quebradas (e não reduzidas a pó) são muito boas para colocar nas orquídeas.

2. Como eliminar os parasitas das plantas de exterior

Vasos com plantas

Plantas de exterior com aspecto pouco saudável e apresentando uns nós estranhos na raiz, pode ser indício de um ataque de nemátodes.

Os nemátodes são parasitas de forma alongada e filiforme, corpo translúcido e dimensões microscópicas. Atacam as raízes das plantas dificultando a absorção de água e nutrientes.

Mesmo estando a receber água e nutrientes em quantidade suficiente, a planta afetada adquire uma aparência doente e murcha.

Para combater uma praga de nemátodes é indicada a utilização de nematicidas. Uma solução dita eficaz e certamente mais económica, passa pela utilização de açúcar.

O objetivo é criar um ambiente hostil para esses parasitas: os microrganismos que se alimentam de açúcar aumentam a quantidade de matéria orgânica no solo, o que ajuda a eliminar os indesejáveis nemátodes.

Espalhe um pouco de açúcar nos seus vasos e canteiros ou, caso tenha um jardim, aplique 2kg de açúcar por cada 25m2 de solo.

3. Mantenha a terra dos vasos sempre húmida

Se as suas plantas de interior, depois de regadas, secam rapidamente, experimente um pequeno truque que permite conservar a terra húmida durante mais tempo.

Coloque uma esponja no fundo de um vaso e mude a terra e a planta para esse vaso.

Desta forma, a esponja funcionará como uma reserva de água que para além de manter a terra húmida, ainda evitará derrames caso deite água em excesso.

4. Aproveite as borras de café

Borras de café

Da próxima vez que tomar café, não deite as borras ao lixo. Oferece-as às suas plantas!

Sabia que pode utilizar as borras de café como adubo? O café contém grandes quantidades de nitrogénio e potássio, ambos importantes para o desenvolvimento das plantas. Para além disso, a cafeína permite afastar certas pragas, tais como caracóis e lesmas.

Para utilizar as borras de café como adubo, simplesmente espalhe-as sobre a terra dos seus vasos ou jardim e regue. Se chover, ainda poupa essa tarefa!

Pode também preparar um fertilizante líquido, diluindo 150 gramas de borra de café em 10 litros de água.

Portanto, já sabe, sirva um cafezinho às suas plantas, que elas certamente agradecerão! 😉

E sabia que também pode utilizar as borras de café para reduzir a celulite?

5. Aproveite a água do aquário

Aquário

Tem um aquário de água doce em casa?

Quando fizer a muda de água desse aquário, não a deite pelo cano abaixo! Aproveite-a para regar as suas plantas.

Essa água muito é rica em fertilizantes naturais, e como tal, pode servir de adubo gratuito para as plantas.

Os seus peixinhos vão sentir que fizeram uma boa ação. 🙂

6. Mantenha as flores frescas ao transportá-las por longas distâncias

Se precisar de transportar flores frescas num dia ensolarado e por uma grande distância, saiba como as fazer chegar em bom estado ao seu destino.

Experimente a seguinte dica para garantir que se mantenham frescas durante toda a viagem:

  • Corte-lhes um pouco do pé e deixe-as em água fria por uma ou duas horas.
  • Retire-as, derreta um pouco de uma vela e mergulhe na cera a ponta dos pés das plantas.

Desta forma, as flores ficarão protegidas durante a viagem. Depois, quando for arranjá-las numa jarra, volte a aparar-lhes os pés.

7. Faça compostagem caseira e produza o seu próprio adubo natural

Compostagem

Mora em Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Povoa de Varzim, Valongo ou em Vila do Conde e… tem um jardim? Então saiba que a Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, oferece um compostor para compostagem caseira a todos os cidadãos maiores de 18 anos que residam em habitação permanente com jardim num dos municípios que mencionei.

Mas antes de lhe ser oferecido o compostor, terá de frequentar uma formação de compostagem, a qual é totalmente gratuita.

As vantagens da compostagem caseira

A compostagem caseira de resíduos orgânicos e a utilização do composto daí obtido tem diversas vantagens, tais como:

  • Contribui para a redução dos resíduos enviados para o aterro;
  • Permite produzir um adubo natural de boa qualidade, que pode aplicar no seu jardim, horta, vasos e floreiras;
  • Melhora a estrutura do solo e a resistência das plantas a pragas;
  • Ao utilizar o composto obtido em vez de adubos químicos, reduz a contaminação nos alimentos e no solo.

8. Como afastar as moscas das suas plantas

Mosca

Quer que as moscas deixem as suas plantas em paz? Então aqui vai uma dica muito simples que poderá experimentar.

Plante hortelã nos mesmos vasos das suas plantas. As moscas odeiam o cheiro desta erva aromática. 😉

9. Como prolongar a vida das flores na jarra

Jarro de flores

As flores que temos em casa colocadas em jarras, só com água não duram muito tempo!

Para prolongar a frescura das flores cortadas, dissolva 3 colheres de sopa de açúcar e 2 colheres de sopa de vinagre em 250ml de água quente.

Encha a jarra com esse preparado certificando-se de que os pés das flores ficam imersos uns 10 cm nesse líquido.

A função do açúcar é de alimentar as plantas e o vinagre inibe o desenvolvimento das bactérias.

Verá que terá as suas flores frescas durante muito mais tempo.

Outro método alternativo para manter essas flores bem frescas por muito mais tempo, é usando… vodka!

Adicione algumas gotas de vodka e uma colher de açúcar à água das flores.

Recomenda-se que mude essa água diariamente voltando a adicionar a vodka e o açúcar.

A vodka, ou qualquer álcool, pode ter um efeito de preservação, interrompendo a produção de etileno, que é o gás que faz as flores murcharem.

Acho que não vale a pena dizer que deve utilizar vodka pura (nada de vodka aromatizada). 😀


Conhece mais dicas como estas para melhor cuidar das flores e das plantas? Partilhe nos comentários.

Partilhe este artigo:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Também poderá gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ebook Gratuito

Receba gratuitamente o Ebook que o ensina a poupar com Utilizações Alternativas para coisas do dia-a-dia!