auto-estrada

auto-estradaParece que vou ter de me render e optar mesmo pela compra do dispositivo electrónico da Via Verde! 🙁

No passado domingo passei por uma portagem da ex-SCUT A28, e como ainda não tenho o DEM (dispositivo electrónico de matrícula) nem o dispositivo Via Verde, tive “direito” a fotografia da matrícula e a um prazo de 5 dias úteis para pagar a passagem nessa portagem… que honra!

Na modalidade de pós-pagamento, depois de passarmos numa portagem temos 5 dias úteis a contar do dia seguinte para pagarmos.
Como tal, dirigi-me hoje a uma estação dos CTT (também poderia pagar através da rede pay-shop), indiquei a matrícula do veículo e paguei o valor da portagem onde passei (95 cêntimos) mais as taxas administrativas (30 cêntimos), ou seja, paguei 1,25€ como podem ver no recibo que aqui exponho.recibo_scut

Para quem ainda tem dúvidas sobre o modo como deve proceder em situações semelhantes à minha, recomendo a leitura das Perguntas Frequentes – DEM / Portagens Electrónicas do Estradas.pt.

Foram distribuídos folhetos informativos pela EP (Estradas de Portugal) no âmbito de uma campanha de esclarecimento sobre a implementação das portagens nas SCUT, onde entre outras informações, constam os concelhos abrangidos pelas isenções e a localização das portagens.

Está visto, as alternativas que tenho para as minhas deslocações habituais são péssimas, fazem-me perder tempo e queimar mais combustível; estar constantemente a correr para uma estação dos correios para pagar portagens acrescidas de custos administrativos é impensável… portanto, lá terei de comprar ou o DEM ou o dispositivo Via Verde e claro, fazer a prova de residência de modo a ter direito aos descontos e isenções.

Leia também:  Sobremesas do Mundo Nestlé

Mais um apertão no cinto…

11 COMENTÁRIOS

  1. Eu já tinha via verde por isso só pedi a discriminação positiva que fiz pelo site para poder fazer o resto por correio já que me dão logo 60 dias para enviar tudo e ainda dão logo a discriminação positiva de forma temporária.

    Em relação ao dispositivo pelo que tenho visto e pelo que ouço dizer… é melhor comprares nos correios. Há menos confusão e é mais rápido de fazer.

    Outra solução é o pedido pala net mas prepara-te para duas semanas de espera e muita troca de correspondência 😀

    Beijos.

  2. Bem vindo ao mundo dos que pagam para usufruir das coisas. Finalmente! Eu também não tenho alternativas, nem boas nem más e pago sempre que atravesso a ponte 25 de Abril. Ah, e ainda suportei com os meus impostos as passagens gratuitas de quem usava as SCUTs, estradas por onde eu nunca sequer passei.

    • pois é… e eu que moro em Viseu suporto com os meus impostos os défices astronómicos do metro de lisboa, da carris, as obras no IC19, no IC22, no IC20, etc…

    • Eu moro em Oleiros e pergunto-te se quando foste viver para aí não sabias que na ponte 25 de Abril era cobrada portagem? É que quando ela foi construída com Ponte Salazar este governante informou o povo que os que a utilizavam tinham de pagar (construção e manutenção). O mesmo já não se passou com as SCUT’s: informaram-nos que eram gratuitas. Talvez me saibas responder: porque é que aqui no interior não temos metro, comboio, nem direito a passes sociais? Sabes é que nem autocarros temos, se nos quisermos deslocar temos de andar de táxi. Somos ricos? Não, somos portugueses de 2ª!!!

    • Mais um a abrir a boca quando devia era estar calado!
      Se vives em Lisboa ou arredores não te queixes. És de uma zona onde se usufrue mais por menos!
      Mas por ignorância ainda pensas ser um desfavorecido! Credo!

  3. Moitas gracias pola tua informacion.. foi de muito valor para min. Teiña muitas dubidas, que ahora vin resoltas..
    Obrigado..

    En canto o goberno porugues, creo debia hacer las cosas mas faciles para todos. y no crear un etado de falta de información y dudas, que yo y otros muchos españoles que solemos viajar a ese bonito y acogedor pais..
    en un principio nos retraimos ante las posibles multas..
    El pago en Payshop, es una solución, pero cuando una viaja por autovia es para ahorrar tiempo, y para perderlo buscando un agente payshop..
    QUE TODO VAIA MELHORANDO..

    Un saudo y obrigado..

  4. Sou Português imigrante, e não pago scuts enquanto me considerarem português de 2a, eu explico:
    Um peugeot 807 com matriculas portuguesas e com a via verde paga classe 1 e se tiver matricula estrageira paga classe 2.
    Nos papéis (ainda) sou Português, além das matriculas não vêjo diferênças, eu também pago em EUROS.

  5. zephirus és o exemplo típico.
    Opinas sobre tudo, mesmo sobre o que desconheces!
    Da tua janela vês umas árvores e uns telhados e pensas que é tudo o que existe no pais!
    Pensa um pouco antes de falar!

  6. Alguém pode informar onde localizar, através da Internet, as tabelas taxas cobradas nas scuts?
    Para já, é a tarefa mais dificil que estou a ter.
    Parece-me que a transparência é uma coisa que anda a leste do assunto SCUTS.
    Paguei umas quantas passagens em determinado dia e, ao ler o recibo que foi impresso, fiquei a entender menos do que se viesse escrito em chinês. Estou muito habituado a trabalhar com facturas, mas documento como aquele das Scuts nem lembra o diabo. Onde está a transparência? Parece que querem atirar areia aos olhos das pessoas!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here