Como remover rapidamente o gelo do para-brisas do carro

Adeus gelo no para-brisas! Descubra os melhores métodos para remover rapidamente o gelo e prevenir que ele se acumule.

Gelo no para-brisas

Se deixa o seu carro estacionado ao relento em dias de frio intenso, é natural que de manhã se depare por vezes com os vidros cobertos de gelo. Conduzir com o para-brisas nessas condições é perigoso, senão mesmo impossível! Portanto, há que retirar o gelo antes de se fazer à estrada e de preferência o mais rapidamente possível para não chegar atrasado ao emprego. 😉

Hoje trago-lhe algumas dicas para tirar o gelo do para-brisas do seu carro, assim como formas para se prevenir desse inconveniente.

Como tirar rapidamente o gelo do para-brisas

Gelo nos vidros do carro
Existem produtos apropriados para descongelar o gelo acumulado no para-brisas, mas é mais económico preparar você mesmo uma solução descongelante caseira.

Antes de mais, comece por ligar o motor do carro e aponte o ar quente para o para-brisas. Verá que lentamente o gelo começará a derreter.

Apesar de existir à venda produtos específicos para a remoção de gelo nos vidros, poderá facilmente criar o seu próprio líquido descongelante caseiro para para-brisas!

💡
Descubra as melhores oportunidades para poupar e ganhar dinheiro!
Clique aqui para saber mais.

Para tal, misture num frasco pulverizador 3 partes de água para 1 de vinagre, ou então, 2 partes de água para 1 de álcool. Depois só tem de pulverizar o gelo com essa mistura. Guarde esse frasco pulverizador no carro para que o tenha sempre à mão.

Atenção: apesar de parecer uma solução ainda mais eficaz, nunca caia no erro de colocar o vinagre ou o álcool no depósito da água do limpa para-brisas, pois poderia danificar a tubagem. No entanto, também não é recomendável colocar apenas água, já que a mesma pode congelar dentro do depósito. Opte por colocar líquido apropriado anticongelante.

Para acelerar ainda mais o processo, pode utilizar um raspador de gelo para ir removendo o gelo. Se não tiver um raspador de gelo, pode usar qualquer cartão plástico que tenha na carteira e que não precise.

Há também quem sugira o uso de sal, mas tal é desaconselhado por poder riscar o vidro.

Nunca verta água quente sobre o para-brisas congelado. A diferença extrema de temperatura pode fazer o vidro estalar.

A utilização de água quente para remover o gelo do vidro pode parecer uma solução lógica e simples, mas pode levar a consequências indesejadas. Verter água quente sobre vidro frio pode causar o seu rebentamento devido à súbita e irregular diferença de temperatura. Isso ocorre porque o vidro se expande em áreas localizadas, criando tensão interna no material e fazendo com que o vidro parta. Mesmo que o vidro não se parta, a água transforma-se rapidamente em gelo, obrigando a repetir o procedimento e a correr novamente o risco de danificar o vidro.

Como evitar que o gelo se acumule no para-brisas

Melhor do que passar os primeiro minutos da manhã a tirar gelo do para-brisas, é prevenir-se evitando que o gelo chegue sequer a acumular-se.

Se não tiver possibilidade de estacionar o carro num local fechado, como uma garagem ou parque de estacionamento, estacionar por baixo de uma árvore por vezes ajuda, já que esta impede que grande parte do orvalho se deposite e congele no vidro. Mas o ideal será mesmo proteger o vidro de alguma forma.

Pode, por exemplo, tapar o vidro com uma toalha, com um cartão ou com um lençol dobrado. Para os prender pode usar as escovas ou as portas do carro.

Assim, ao chegar ao carro apenas terá de retirar a toalha (ou lençol, cartão, etc) e no máximo terá de raspar uma pequena quantidade de gelo do para-brisas.

Alternativamente, pode esfregar uma batata descascada no vidro na noite anterior, pois o amido da batata facilita a remoção do gelo. Mas antes de o fazer, garanta que o para-brisas está limpo.

Outra opção é ver-se livre das flutuações de temperatura. Para tal, basta deixar o carro com as portas abertas durante alguns minutos antes de o fechar à noite. Desta forma, as temperaturas dentro e fora do carro são equilibradas e não há condensação no interior do carro. E se o carro ficar estacionado num local seguro, deixar uma pequena fenda da janela aberta também ajuda.

Porque se acumula gelo no para-brisas?

A formação de gelo nos vidros dos carros ocorre devido à diferença de temperatura entre o interior e o exterior do veículo. Mais precisamente, quando o carro está parado e o aquecimento é desligado, a temperatura dentro do carro começa a baixar e, quando atinge valores abaixo de zero graus, a humidade presente no ar começa a condensar e cristalizar, precipitando-se no vidro do para-brisas.

O gelo forma-se principalmente sobre o vidro e não sobre outros elementos do compartimento dos passageiros devido ao elevado coeficiente de condutividade térmica do vidro em comparação com outros materiais utilizados no compartimento. Portanto, é sobre o vidro que a temperatura diminui mais rapidamente e em maior medida, já que a cristalização ocorre com menor consumo de energia sobre o vidro. Também, quanto mais inclinada for a posição do para-brisas, mais facilmente ocorre a formação de gelo.


Conhece mais dicas úteis para tirar gelo do para-brisas? Partilhe-as nos comentários.


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:


Veja também:


Messenger Poupa e Ganha
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *