Relógio

Já foram abordadas neste blog algumas técnicas para nos ajudar a tomar a decisão de comprar ou não comprar algo. Hoje quero sugerir-lhe mais uma simples técnica para o ajudar nessa tomada de decisão.

O esforço necessário para comprar, por exemplo, um Ferrari, não é o mesmo para todos! No meu caso, até o pagamento do Imposto Automóvel seria missão impossível! 😛

Levei ao extremo ao mencionar um bem de tão elevado valor, mas a mensagem que tento passar é: o que é caro para uns, é barato para outros… até aqui nada de novo!

Ferrari
Quantas horas teria de trabalhar para ter este “brinquedo”!?

Como posso determinar se um produto é caro para mim?

Antes de comprar um produto ou contratar um serviço, faça o seguinte:

  • Calcule quanto ganha por cada hora de trabalho
  • Depois divida o preço do bem ou serviço que deseja adquirir pelo valor que você ganha por hora

Com este simples cálculo ficará a saber quantas horas tem de trabalhar para conseguir comprar o que deseja.

Parece algo básico, mas acredite que ao se mentalizar do esforço que terá de fazer para ter algo, pode ajudá-lo imenso a ponderar se deve ou não comprar, ou pelo menos saber se é o momento certo para o fazer.

14 COMENTÁRIOS

  1. Comecei a fazer esse cálculo numa altura em que trabalhei numa loja num centro comercial. Ganhava tão mal que o valor extra que ganhava nas horas nocturnas era uns 60 cêntimos. O preço de uma bica. Na altura deixei de beber café…

  2. Uma vez li num livro uma forma um pouco diferente de calcular se vale a pena ou não comprar uma determinada coisa por determinado valor, que é dividir o preço por o número de vezes que a vamos usar, ou seja quanto mais usarmos determinado objecto, mesmo que o valor inicial seja elevado, mais barato vai ser o “preço de cada utilização”.
    Por exemplo: Se comprarmos umas botas a 100€ mas que a vamos usar durante dois invernos, praticamente todos os dias, imaginemos que nesses dois anos usamos as botas 200x, o preço de cada utilização fica a 0.50€. Se quisermos comprar umas botas a 10€ mas que calçamos 2 vezes e estragaram-se logo, cada utilização das botas custou-nos 5€.
    Por isso é que se diz que “o barato sai caro”.

    • Também está muito bem visto e eu própria faço isso. O chato é que o preço mais elevado nem sempre quer dizer qualidade ;( Ainda há uns tempos uma amiga minha contou-me que comprou uns sapatos por 50 euros, que ao fim de um mês estavam todos estragados. E qto a mim já me aconteceu de tudo… lembraste que livro era? 😉

  3. Infelizmente não sei dizer o nome do livro, já não me lembro, era alguma coisa como: “Comprar de tudo e gastar menos”.
    Foi um livro que folheei enquanto estava nos correios e espera pela minha vez. Por isso só fixei mesmo essa dica.

  4. Esta é uma ideia muito boa que meto em pratica e que ate ja publiquei no meu blog.
    Muitas das vezes ao vermos que temos de trabalhar tantas horas por um artigo tão insignificante e que afinal nem nos faz assim tanta falta, acabamos por não o comprar e poupamos!

  5. Nunca tinha pensado nisto. Até que sou uma pessoa bastante ponderada na hora de comprar, mas acho que vou passar a usar este cálculo para ter a certeza se faço uma boa compra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here