Como Fazer Rebuçados para a Garganta Caseiros

Garganta inflamada? Não gaste dinheiro em medicamentos para atenuar os sintomas sem antes experimentar um simples truque caseiro.
dor-garganta

Se está com a garganta inflamada, poderá atenuar os incómodos sintomas dessa patologia recorrendo a fármacos que normalmente se apresentam sob a forma de rebuçados.

Na revista de saúde Prevenir N.º 54 é divulgado um simples remédio caseiro que, sendo mais económico do que os fármacos, é igualmente eficaz!

Misture meia colher de sobremesa de açafrão com uma colher de mel envolvendo bem esses dois ingredientes. Engula lentamente esse “rebuçado” deixando-o atuar pelo máximo tempo possível.
Repita essa toma de 4 em 4 horas logo após os primeiros sinais de gripe ou de garganta inflamada.

Atenção: o açafrão pode tornar-se tóxico em altas dosagens. Se estiver grávida, evite o seu consumo.

E aqui tem mais uma alternativa natural (e barata) ao uso de produtos de farmácia.


Não perca nenhuma oportunidade!

Quer ficar sempre a par das nossas novidades, receber alertas de novas amostras grátis e outras oportunidades para poupar e ganhar dinheiro... diretamente no seu messenger?

Não encontrou a informação que procurava? Faça uma pesquisa aqui:

Talvez lhe interesse:

7 respostas

  1. Simples e barato. Como sempre o mel está presente nestas coisas. O melhor é incluí-lo nas comidas do dia a dia, como para adoçar um chá, e assim vamos estando prevenidos o ano todo.

  2. Os rebuçados da régua e até os mel granja são francisco são os que costumo utilizar, e se virmos a composição o mel está presente….tenho pena de não morrer de amores por mel..mas que faz bem faz..obrigada pela dica

  3. Cá em casa, o namorado anda sempre a queixar-se da garganta, principalmente nos meses de Inverno. Costumo dar-lhe chá bem quante com mel, mas não sabia que açafrão e mel juntos eram bons para este problema.

    1. Eu costumo usar açafrão nos meus cozinhados e acho que dá um sabor óptimo à comida. Quanto aos rebuçados nunca experimentei, mas não deve ficar assim tão mau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Sugestão de leitura

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.