Scramble: Ganhe dinheiro ajudando startups a crescer!

Venha conhecer a Scramble, a plataforma que nos permite investir em startups da forma mais simples possível e com retornos entre os 12% e os 30%!

Scramble

Conheci muito recentemente uma nova plataforma de investimentos que considero bastante interessante e extremamente simples de utilizar.

Chama-se Scramble e foi-me apresentada como uma plataforma ideal para quem tem pouco tempo livre (ou pouca paciência) para investir. Já fiz o meu primeiro investimento (podemos começar com apenas 10€) e posso confirmar que o processo é incrivelmente simples e rápido.

De uma forma muito resumida, a Scramble faz-nos a “papinha toda”, de tal forma que apenas temos de lá colocar dinheiro, dar meia-dúzia de cliques e está feito um investimento em várias startups em simultâneo! 😀

Vamos neste artigo explicar com algum detalhe (mas não muito, para não aborrecer), o que é a Scramble e como pode começar hoje mesmo a investir em startups escolhidas a dedo.

O que é a Scramble

A Scramble é uma fintech fundada em 2020, com uma equipa distribuída por toda a Europa e sede na Estónia, que conta com o apoio de um grupo de investidores de risco proeminentes, incluindo os fundadores da Wise, OLX, e Coffee Meets Bagel, bem como executivos seniores do Facebook, Skype, e Miro.

Esta plataforma, que conta com uma excelente classificação no Trustpilot, permite que qualquer pessoa invista em empresas transformadoras de bens de consumo do Reino Unido e da Europa Continental.

Na Scramble, todos os meses são apresentados aos investidores um grupo de startups (startups batch) de bens de consumo em busca de capital de crescimento, em que podemos investir, se tivermos interesse.

Basicamente, startups batch (ou lote de startups) é um grupo de startups cuidadosamente selecionadas, que a Scramble apresenta mensalmente na plataforma. Mais adiante veremos como é efetuada essa seleção. Esta solução tudo-em-um permite-nos diversificar os riscos – mesmo que uma das startups falhe, ainda teremos o reembolso dos empréstimos facultados aos outros negócios.

Assista a esta breve apresentação sobre a Scramble feita pelo CEO da empresa:

Como começar a investir na Scramble

Antes de mais, se ainda não se registou na Scramble, comece por o fazer. O processo de registo é extremamente simples e, mesmo tendo de cumprir as regulamentações bancárias (o famoso KYC – “Know Your Customer”), a plataforma facilita bastante essa etapa, podendo inclusive fazê-la usando o seu telemóvel.

Ao se registar através do nosso link de convite, ganha 5€ de bónus para usar nos seus investimentos.

Assim que tenha o seu registo concluído e validado, pode logo de imediato proceder a um depósito.

Pode transferir o seu dinheiro da forma que lhe for mais conveniente: por transferência bancária (que demora um dia), cartão de crédito, ou mesmo Apple Pay e Google Pay. O montante mínimo que pode investir na Scramble é de 10€.

Está neste momento a decorrer um programa de bónus, onde o investidor ganha um bónus extra de 5€ por cada 100€ investidos.

Assim que tiver o seu dinheiro disponível na sua conta da Scramble, pode realizar o seu primeiro investimento com (muito) poucos cliques.

A Scramble permite-nos diversificar os nossos investimentos com base no nosso perfil de risco. Os empréstimos na Scramble têm uma meta de retorno anual de 12% a 30%.

Tem dois grupos nos quais poderá alocar o seu dinheiro:

  • Grupo A – se quiser ganhar um rendimento constante, com risco reduzido.
  • Grupo B – se estiver aberto a um risco maior e quiser ganhar rendimentos mais elevados.

No meu caso, optei pelo grupo A, talvez mais tarde arrisque mais e invista também no grupo B. A título de curiosidade, foram estas as startups que fizeram parte da ronda em que investi pela primeira vez:

Startups da ronda de outubro da Scramble
Startups incluídas na ronda de outubro da Scramble

Após selecionar o destino do seu dinheiro, apenas terá de gravar as suas configurações e o processo de investimento estará concluído. Agora só tem de aguardar pelo fim da ronda. Quando a ronda termina, os resultados são processados. Os empréstimos são automaticamente criados e depois desembolsados para as empresas.

Como a Scramble seleciona as melhores startups para investirmos?

Antes de incluir um negócio numa ronda mensal de angariação de fundos, a Scramble realiza uma análise exaustiva a cada uma das startups. Cada empresa deve demonstrar uma forte afeição do consumidor e pelo produto, ter uma equipa qualificada de co-fundadores, não estar numa situação financeira difícil, etc. As startups selecionadas utilizam fundos adquiridos na Scramble para capital de exploração (compra de inventário, materiais de embalagem e afins).

Veja em que consiste o processo de seleção da Scramble:

  1. Pesquisa de mercado: A Scramble pesquisa centenas de fundadores de comunidades e bases de dados de negócios em busca das startups mais promissoras.
  2. Avaliação das startups: Avaliam a qualidade de cada startup de acordo com os seguintes critérios: tipo de negócio, canais de venda, marketing, opiniões de clientes, etc.
  3. Avaliação dos fundadores: Trabalham com um grupo restrito de fundadores, tendo em conta: ensino superior, experiência profissional, posição ocupada pelo fundador, fortes ligações sociais profissionalmente relevantes, etc.
  4. Validação da startup: Examinam a posição financeira de uma empresa com base em relatórios financeiros e entrevistam candidatos bem sucedidos com realizações comprovadas.
  5. Aprovação do limite de crédito: Após passarem com sucesso o processo de verificação, cada startup deve aprovar o montante máximo de empréstimo disponível na plataforma.
  6. Verificação da identidade: É verificada a identidade dos mutuários no que diz respeito a fraude e branqueamento de capitais, sendo identificada toda a estrutura de proprietários, incluindo beneficiários, acionistas, e representantes autorizados.

Quanto podemos lucrar na Scramble

A Scramble disponibiliza uma calculadora que nos dá uma ideia de quanto poderemos ganhar mediante o montante e o grupo em que decidirmos investir.

Por exemplo, para um investimento de 100€ por mês, a Scramble estima que ao fim de 10 anos teremos 23.778€ na conta, enquanto que, se tivéssemos colocado esse dinheiro “debaixo do colchão”, teríamos apenas 12.100€. 🙂

Caso optássemos por investir o mesmo montante no grupo B (maior risco), acumulávamos a interessante quantia de 34.069€.

É seguro investir na Scramble?

A Scramble leva a proteção do investidor muito a sério! Cada empréstimo é apoiado por um pagamento adiantado de taxa e reembolsos mensais regulares. Os investidores começam a receber reembolsos a partir do dia 1, e com cada mês o montante total de capital em risco diminui. Cada co-fundador garante o reembolso de até 20% do empréstimo ao seu negócio com rendimentos pessoais vitalícios. No entanto, a plataforma aconselha a avaliação de riscos, uma vez que investir na Scramble envolve empréstimos a empresas.

Tenha em conta que, como em qualquer investimento, na Scramble o seu capital está em risco e os investimentos não são garantidos.

Ganhar bónus com o programa de afiliados da Scramble

Além de podermos ganhar dinheiro através dos empréstimos que fazemos às startups, e de ganharmos 5€ de bónus por cada 100€ investidos, a Scramble ainda oferece 5€ de bónus inicial a quem se registar por um link de convite e ainda mais 5% do montante investido pelos utilizadores convidados por nós (até 450€ por referido).

Inscreva-se hoje mesmo e participe na próxima ronda de investimentos da Scramble. 😉


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *