Inquérito – Teste os seus conhecimentos de Literacia Financeira

Teste agora mesmo os seus conhecimentos de literacia financeira e receba sugestões de leitura adequados ao seu resultado.

Inquérito de Literacia Financeira

A sua relação com o dinheiro acaba por ter uma influência direta na qualidade da sua vida.

Ainda que existam vários fatores que de alguma forma tornam cada orçamento familiar único, existem termos transversais que permitem ter uma noção mais aproximada do que deve ser uma gestão financeira certa.

Para ter um ponto de situação relativamente à sua literacia financeira, a Gestlifes elaborou um questionário interativo sobre alguns conceitos básicos. O objetivo é entender como os portugueses gerem as suas finanças pessoais e, no fim, consoante os conhecimentos demonstrados, apresentar estratégias e materiais que pretendem ajudar na gestão do orçamento pessoal.

Este inquérito é totalmente confidencial e não demora mais do que 3 minutos.

O que é a Literacia Financeira?

A literacia financeira é tudo o que envolve a gestão do seu dinheiro. Isto pode englobar temas de poupança, investimentos, crédito, impostos e temas que possam ter uma relação direta com o seu orçamento.

Esta é uma área extensa e que se divide por várias questões financeiras. Dominar os principais conceitos permite ter uma visão mais sóbria dos seus gastos e melhorar hábitos de consumo que muitas das vezes são excessivos.

Assim, dominar conceitos base e estar a par das novidades financeiras permite uma relação mais saudável com a nossa carteira e preparar o futuro de forma mais responsável.

Quais os principais temas associados à Literacia Financeira?

São vários os temas sobre literacia financeira, por isso, vamos deixar-lhe alguns tópicos para ganhar interesse e assim começar a sua pesquisa para dominar os conceitos mais básicos.

  • Planear o orçamento – Provavelmente o mais importante de todos os temas. Isto porque é neste planeamento que vai ter em conta os gastos indispensáveis, poupança e  investimentos. Assim, planear como entra e sai o dinheiro da sua carteira envolve conhecer um pouco de todos os temas.
  • Gastos – A verdade é que existe sempre algum gasto que acaba por não ser essencial. Realizar um mapa de despesas e decidir quais são mesmo aqueles os indispensáveis, permite alocar algum dinheiro para poupança ou investimos.
  • Fundo de Emergência – Já ouviu falar no conceito de fundo de emergência? Este destina-se a dinheiro que esteja disponível na hora para pequenos imprevistos. As boas práticas sugerem que tenha disponível entre 6 a 12 meses dos seus gastos mensais fixos.
  • Poupar – Este é um ponto que vai andar de mão dada com o seu orçamento, fundo de emergência e possíveis investimos. Por norma, a poupança requer um corte em gastos excessivos, podendo destinar determinada percentagem do seu orçamento para a poupança.
  • Investir – Existem vários instrumentos de investimos. Sejam eles investimentos para reforma, ações ou fundos do estado. Este é um ponto ainda mais delicado e que envolve estudo para obter retorno. Em todo o caso, não deve investir dinheiro que venha a precisar a curto prazo.
  • Créditos – É comum em Portugal recorrer a créditos (principalmente pessoais ou habitação), mas sabe como funcionam as taxas de juro, em que consiste o spread e o MTIC? Estes são apenas alguns dos conceitos base para comparar propostas de crédito.

Após completar este breve inquérito poderá colocar em prática alguns temas e obter algumas sugestões como livros, artigos ou podcast consoante o seu resultado e necessidade de aprendizagem.


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *