Muita atenção ao Vishing! Não seja apanhado desprevenido

Aprenda a identificar e evitar o Vishing, protegendo as suas finanças de criminosos que se fazem passar por bancos e empresas de confiança.

Vishing

No mundo atual, as tecnologias estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia, tornando a vida mais fácil e prática. Contudo, com o avanço tecnológico, também surgem novos desafios e riscos à nossa segurança, especialmente no que diz respeito às nossas finanças pessoais. Um desses riscos é o Vishing, uma prática criminosa que utiliza chamadas telefónicas para enganar as pessoas e roubar informações pessoais e financeiras.

O que é o Vishing?

Vishing é uma prática criminosa que utiliza chamadas telefónicas para enganar as pessoas e roubar informações pessoais e financeiras. Os criminosos fazem-se passar por funcionários do seu banco ou de outras empresas de confiança e aproveitam-se da sua boa-fé para o apanharem desprevenido.

Como o Vishing funciona?

Imagine que recebe uma chamada a alertar para um problema com o seu cartão de crédito ou conta bancária. A pessoa do outro lado da linha, com voz preocupada, oferece-se para ajudar a resolver a situação e pede-lhe, com urgência, detalhes do seu cartão, códigos de segurança ou códigos únicos que recebeu por SMS.

Para ganhar a sua confiança, os criminosos podem citar alguns dos seus dados pessoais, como número de contribuinte, morada ou nome completo. Essas informações podem ser obtidas facilmente através de meios fraudulentos, como a compra de bases de dados na internet.

Exemplos comuns de Vishing

Para ajudá-lo a identificar situações de Vishing e estar ainda mais alerta, vamos apresentar mais alguns exemplos comuns deste tipo de ataque.

Chamadas sobre atividade suspeita no cartão de crédito ou débito

O criminoso telefona-lhe, alegando que houve uma atividade suspeita no seu cartão de crédito ou débito e que é necessário verificar algumas informações. Em seguida, pede os dados do seu cartão, como número, data de validade e código de segurança.

Ofertas de crédito ou investimentos falsos

Neste caso, o criminoso faz-se passar por um consultor financeiro ou representante de uma instituição bancária, oferecendo crédito ou oportunidades de investimento com condições muito atrativas. Para “agilizar” o processo, solicitam os seus dados bancários e pessoais.

Falsos prémios ou sorteios

O criminoso informa-o que ganhou um prémio ou foi sorteado numa promoção e que, para receber o valor, é necessário confirmar alguns dados pessoais e bancários. Ao fornecer essas informações, acaba caindo no golpe.

Atualização de dados pessoais

Neste exemplo, o burlão afirma que é necessário atualizar os seus dados pessoais no banco ou noutra instituição financeira e pede-lhe que forneça informações pessoais e financeiras.

Problemas com a sua conta bancária

O criminoso afirma haver um problema com a sua conta bancária, como um bloqueio temporário ou saldo negativo, e que precisa das suas informações pessoais e financeiras para resolver a situação.

Cuidados para evitar o Vishing

Aqui estão alguns cuidados que deve ter para evitar ser vítima deste tipo de ataque:

Não forneça informações confidenciais por telefone: Nunca partilhe informações pessoais, financeiras ou confidenciais por telefone, especialmente quando a chamada não foi iniciada por si. Lembre-se de que bancos e outras instituições financeiras não solicitam esse tipo de informação por telefone.

Desconfie de chamadas não solicitadas: Se receber uma chamada inesperada de alguém que afirma ser do seu banco ou de outra empresa de confiança, esteja sempre alerta. Antes de fornecer qualquer informação, verifique a identidade de quem lhe telefona e a legitimidade da chamada. Anote o nome da pessoa e entre em contacto diretamente com a instituição em questão, utilizando os canais oficiais, para confirmar se a chamada é legítima.

Mantenha as suas informações pessoais seguras: Certifique-se de que as suas informações pessoais estão protegidas e não as partilhe indiscriminadamente. Evite fornecer dados pessoais em sites e serviços que não sejam de confiança e proteja os seus dispositivos eletrónicos com palavras-passe seguras e software antivírus atualizado.

Monitorize as suas contas bancárias: Acompanhe regularmente as suas contas bancárias e cartões de crédito para identificar qualquer atividade suspeita. Caso identifique movimentações não autorizadas, entre em contacto com o seu banco imediatamente.

Informe-se sobre burlas e fraudes: Mantenha-se informado sobre os diferentes tipos de burlas e fraudes. Ao estar ciente dos riscos, estará mais preparado para identificar e evitar situações de vishing e outros tipos de ataques.

Outros tipos de ataques: Phishing e Smishing

O vishing é apenas um dos muitos tipos de ataques que os criminosos utilizam para tentar roubar informações pessoais e financeiras. O phishing é semelhante ao vishing, mas ocorre através de e-mails falsos que parecem ser de empresas legítimas. O smishing, por outro lado, usa mensagens de texto (SMS) para enganar as vítimas.


Agora que já sabe o que é o vishing e como funciona, está mais preparado para proteger-se deste tipo de ataque. Lembre-se sempre de desconfiar de chamadas e mensagens que peçam informações confidenciais e, em caso de dúvida, entre em contacto diretamente com a instituição em questão.

Desejamos que este artigo tenha sido útil e que mantenha as suas finanças pessoais seguras e longe de criminosos.


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:


Veja também:


Messenger Poupa e Ganha
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *