Telemóvel

Como saber a quem pertence um número de telefone ou telemóvel

Quem nunca recebeu uma chamada telefónica de um número que não tem na sua lista de contactos e ficou naquele dilema “atendo ou não atendo”?

Os mais distraídos normalmente atendem sem qualquer problema, e muitas vezes acabam por descobrir que a pessoa do outro lado da linha só está interessada em vender purificadores de água, apresentar ofertas “fabulosas” para mudar para outros prestadores de serviços, ou para lhe impingir um serviço ou produto que não precisa.

Existem vários motivos para apenas querermos atender telefonemas de quem reconhecemos a identidade, mas como podemos saber quem nos está a ligar se não temos o número registado no nosso telemóvel?

Usando o Google

Existem vários sites de pesquisa de números de telefone e telemóvel, e mais à frente vamos mencionar alguns deles. No entanto, na nossa opinião, na maioria das vezes é mais simples recorrer ao “nosso amigo” Google para obter uma resposta mais rápida.

Imagine que recebeu uma chamada do número 912345678 (espero que não pertença a ninguém que vá ler isto 😛 )! Basta pesquisar por esse número no Google e rapidamente obterá resultados dos principais sites de busca de números telefónicos.

Pesquisa por número de telemóvel no Google
Exemplo de uma busca de um número de telemóvel aparentemente ligado a fraudes ou marketing agressivo.

No exemplo acima, o número pesquisado estava assinalado como pertencendo a um “vigarista”, e como tal, os resultados dessa busca apontaram para os tais sites de pesquisa. Caso o número pertencesse, por exemplo, a uma empresa, provavelmente obteria como resultado da busca, o site oficial dessa entidade.

Caso se trate de um número de telefone internacional, não se esqueça de incluir o indicativo na sua pesquisa.

Usando sites de pesquisas de números de telefone

Com a pesquisa acima referida, fica imediatamente a conhecer os principais sites de busca de números de telefone. De qualquer forma, convém referir esses e outros sites aos quais poderá aceder diretamente caso não obtenha os resultados que pretende com a pesquisa do Google.

Esses sites apresentam-se como diretórios de contactos telefónicos cujos números são adicionados pelos próprios utilizadores das plataformas. Alguns exemplos:

Pode utilizar esses sites tanto para pesquisar como para registar um contacto telefónico ou comentar os registos já existentes. Dessa forma estará a contribuir e a ajudar outros utilizadores.

Usando apps que identificam o autor das chamadas

Aplicação Sync.ME

Existem diversas apps que pode instalar no seu telemóvel para obter em tempo real a identificação de quem lhe telefona.

Essas apps estão munidas de enormes bases de dados de números de telefone, que lhes permitem não só identificar o autor das chamadas como também detetar números suspeitos ou perigosos, e ainda permitem bloquear telefonemas e SMS indesejados, spam, telemarketing, etc. Alguns exemplos de apps com identificador de chamadas:

  • Sync.ME – Permite identificar chamadas, bloquear spam, gerir a nossa lista de contactos e sincronizar os nossos contactos com as suas respetivas fotos das redes sociais. Se não quiser instalar a app, também pode pesquisar por números de telefone diretamente no site do Sync.ME, mas está limitado a um determinado número de pesquisas por dia.
  • Hiya – Conta com praticamente todas as funcionalidades do Sync.ME, excetuando a gestão dos nossos contactos e sincronização das fotos de perfil nas redes sociais.
  • NumBuster – Outra app do género das anteriores, que conta com mais de 800 milhões de números de telefone na sua base de dados.

Essas apps estão todas disponíveis para utilização gratuita. Mas, como seria de esperar, existem versões premium para quem quiser aceder a mais funcionalidades ou simplesmente ver-se livre dos anúncios.

Nas páginas amarelas ou através do 118NET

Longe vão os tempos em que era comum termos as volumosas Páginas Amarelas junto ao telefone de casa. Atualmente, para pesquisarmos por serviços e empresas portuguesas, temos o site das Páginas Amarelas.

Obviamente que esse diretório apenas lhe será útil para pesquisar contactos profissionais. Para uma pesquisa de contactos particulares (portugueses), poderá recorrer ao serviço 118NET, onde pode procurar através de um nome, morada ou telefone. No entanto, esse diretório é bastante limitado, já que apenas estão disponíveis para consulta, números não confidenciais. Ou seja, apenas temos acesso aos dados de assinantes de serviços telefónicos fixos e móveis que tenham autorizado a inclusão dos seus dados na lista.

Usando o WhatsApp

Se tiver a sorte do autor da chamada ter conta de WhatsApp, poderá utilizar essa aplicação para pelo menos tentar visualizar a sua foto.

Para tal, adicione o número de telemóvel aos seus contactos e atribua um nome qualquer. Depois, vá ao WhatsApp, clique no botão para dar início a uma conversa e selecione esse contacto. Não terá acesso ao nome do proprietário desse número, mas pelo menos poderá ver a foto de perfil.

Claro está, que a pessoa pode nem sequer ter uma foto de perfil no WhatsApp, estar a usar uma foto falsa ou uma imagem qualquer.

E se receber um telefonema de um número anónimo?

Telefonema anónimo

Claro que os métodos de pesquisa até agora referidos só fazem sentido se tivermos aceso ao número de telefone ou telemóvel que nos está a contactar.

E se recebermos um telefonema anónimo? Como podemos obter o número para identificarmos o autor de uma chamada anónima?

De acordo com o artigo 10 da Lei da Proteção de Dados Pessoais e Privacidade nas Telecomunicações nº41/2004, caso receba chamadas anónimas “perturbadoras da paz familiar ou da intimidade da vida privada”, poderá solicitar à operadora de telecomunicações a quebra temporária do sigilo desses telefonemas.

Ou seja, caso esteja a ser vítima de ameaças anónimas ou a ser incomodado de alguma forma com telefonemas de números privados, pode pedir para que esse número passe a ser visível apenas para si.

Para tal, deverá enviar por escrito à sua operadora um pedido devidamente fundamentado, explicando de que forma essas chamadas são “perturbadoras da paz familiar ou da intimidade da vida privada” e indicando as datas e horas em que foi contactado.

A operadora encarrega-se, depois, de solicitar um parecer à CNPD (Comissão Nacional de Proteção de Dados) que aprovará ou não o pedido.

Caso o seu pedido seja aprovado, da próxima vez que receber uma chamada anónima, terá acesso ao número de quem lhe está a ligar. Esta quebra de sigilo poderá durar até um máximo de 30 dias.

Durante esse período em que os números confidenciais são expostos, a pessoa que lhe ligar em anonimato, passa a ouvir uma gravação informando que a sua chamada será identificada e perguntando se pretende continuar com a ligação.

Infelizmente, muitos desses telefonemas anónimos são realizados a partir de cartões pré-pagos adquiridos para uso temporário, tornando pouco provável a identificação do autor da chamada.


Conhece mais métodos para descobrir quem lhe está a ligar? Partilhe nos comentários. 🙂


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.