mala-de-viagem

Quando viajo de avião, tenho por hábito identificar as malas de viagem com o meu nome… mas isso provavelmente toda a gente faz, ou deveria fazer.

Para mim, um dos momentos que mais me deixa nervoso num aeroporto, é quando estamos à espera da nossa bagagem.

O tapete sempre a rolar e a nossa mala sem aparecer… e pior, é quando existem dezenas de malas iguais à nossa e vemos várias pessoas a remexer as malas para tentar descobrir se lhes pertence.

Adoptei um método que me deixa um pouco mais descansado nesses momentos: colo umas etiquetas coloridas à volta das minhas malas de viagem.

Assim, mal a minha bagagem faça a primeira aparição no tapete rolante, esboço logo um sorriso. 😀

Poupo tempo, poupo os meus nervos e evito que a minha mala seja inocentemente “raptada”!

14 COMENTÁRIOS

  1. Uma outra coisa que se pode fazer e aconselho, não só por uma questão de facilidade na identificação mas sobretudo de segurança, é envolver a mala naqueles papeis tipo celofane. Hoje em dia, sabe-se lá o que nos podem meter na mala…

  2. Pois isso não posso opinar pois nunca andei de avião mas parece-me uma solução muito viável pois já tenho ouvido muitas queixas em relação a malas nos aeroportos.

  3. Duas boas ideias…a do Miguel e da Cristina. Para além de seguro, torna-se muito mais prático que andar a remexer em bagagem, que pode não dizer respeito. Obrigado aos dois 🙂

  4. Nos sitios das bagagens acumula-se mais gente do que no sitio das chegadas…é impressionante o medo que as pessoas têm de perder a bagagem e nos dias de hoje não é para menos 🙁

  5. Mas aproveito para dizer que tenho usado essa estratégia em todas as minhas últimas viagens. A última foi para a Suiça e correu tudo mt bem.

  6. Nas viagens que tenho feito só tive um “desgosto” e nada por ai além, mas uma coisa que costumo fazer quando são viagens de longo curso, que são as que mais me preocupam, é colocar nas malas umas fitas próprias que dão voltas sem fim e, têm cores na sua grande maioria super berrantes e são muitooo resistentes!
    .-= Venha ler o meu último post ..Creme de Pescada e Couve-Flor =-.

  7. Isso já faço há que anos, mas também acrescentei uns guizos grandes, mas que não estorvem nem se amachuquem. A propósito de guizos, quando as minhas 2 filhas e 3 sobrinhos eram pequenos (todos com 1 ano de diferença), eu e a minha irmã usávamos guizos nos sapatos deles, nunca os perdemos em nenhum supermercado, e olhem que 5 eram dose…

  8. Sempre que viajo de aviao (pelo menos duas vezes por ano) enrolo a mala toda com papel aderente – sim, o mesmo usado para embrulhar alimentos. É fininho? É. Mas experimentem colocar varias camadas a volta da mala, deixando apenas aberturas para as rodas e uma pega e vão ver que nao so protege a mala de estragos e aberturas indevidas, como tambem a veem facilmente na recolha da bagagem. Alem disso, as malas ficam melhor embrulhadas do que com o que usam nos aeroportos, possivelmente por ser mais fininho e aderir melhor. Para nao falar de que é mais barato levar o rolo de casa. Um rolo dá para +/- duas malas de tamanho medio, aquelas que so vao no porao, nao as de cabine.
    Se ja viram alguem num aeroporto a puxar do rolinho e a embrulhar a mala depois de ter ido pesá-la… possivelmente era eu. 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here