cama

Ter uma boa noite de sono passa por escolher uma boa posição na cama… mas também pela escolha de um bom colchão para dormir! O colchão é talvez um dos fatores mais importantes para um bom sono, pois é ele que sustem o nosso peso durante toda a noite.

Riscos de comprar um mau colchão

Dormir num colchão pouco confortável e de má qualidade pode provocar, para além da irritabilidade normal de uma noite mal dormida, problemas de saúde como insónias, cãibras e dores musculares, dores cervicais e lombares e problemas de circulação sanguínea.

Escolher um bom colchão é mais do que escolher um colchão macio ou duro. É preciso escolher um colchão com a densidade ideal para cada tipo de corpo.

Densidade ideal de um bom colchão para dormir

A medida da densidade de um colchão é utilizada para medir o peso da espuma num determinado volume. Esta medida é importante, pois a densidade do colchão está diretamente ligada ao peso que será colocado em cima deste. Quanto maior a densidade, maior é o peso que o colchão aguenta.

Uma densidade de 45 não significa que o colchão é adequado para pessoas até 45 quilos! Para facilitar a compreensão das densidades e do peso ideal, com regularidade as empresas e marcas de colchões apresentam a seguinte tabela:

Colchões - Tabela de densidades e do peso ideal

No caso de estar a escolher um colchão de casal, tenha em conta o peso e altura da pessoa mais alta e/ou mais pesada para encontrar a densidade ideal para o seu colchão.

Qual é o melhor tipo de colchão?

Existem diferentes tipos e materiais de colchão. É importante, durante a escolha, conhecer as vantagens e desvantagens de cada um e sobretudo avaliá-los em relação às suas necessidades.

Colchões de Espuma

Os colchões de espuma são o tipo de colchão mais comum, mais vendido e também mais barato. Com a diversidade apresentada, é possível encontrá-los em diferentes alturas, feitios e densidades.

A vantagem dos colchões de espuma é que, por serem baratos, podem ser substituídos com frequência. No entanto, este tipo de colchão, pelo tipo de material utilizado, tende, com o uso, a deformar-se com alguma rapidez.

Colchões de molas

Existem dois tipos de colchões de molas: os colchões de molas biónicas (ou de Bonell) e os colchões de molas independentes (ensacadas). Os primeiros, como as molas estão cobertas por uma camada de espuma, são colchões bastante duráveis e pesados. No entanto, não são colchões aconselháveis para casais, pois o equilíbrio do peso é praticamente nulo, fazendo que, sempre que uma das pessoas se mexe, a outra também balança.

O segundo tipo de colchão de molas é mais ideal para casais, visto que as molas estão envolvidas entre elas, não existe espaço entre as molas, garantindo assim mais conforto e durabilidade.

Os colchões de molas apresentam no entanto um risco: as molas podem partir ou perder elasticidade, provocando deformações na estrutura do colchão. São colchões que têm uma data limite de utilização, pois com o uso desgastam-se facilmente.

No entanto, como vantagens, este tipo de colchão é ideal para pessoas que transpiram muito ou para regiões de temperaturas elevadas, pois apresentam uma ventilação superior a outro tipo de colchões.

Colchões de látex

Os colchões de látex são um dos tipos de colchões mais caros mas que reagrupam algumas vantagens inegáveis! O látex é um material que se adapta ao corpo e tem um isolamento perfeito, o que faz com que este tipo de colchão seja bastante duradouro.

São ideais para pessoas que sofrem de alergias, pois o látex é um material que protege de fungos, ácaros e bactérias.

São, no entanto, colchões bastante pesados e difíceis de transportar e também são mais quentes que os outros tipos de colchão, não sendo a melhor escolha para casas com temperaturas elevadas.

Colchões viscoelásticos

Uma das últimas novidades no mercados dos colchões, o colchão viscoelástico veio revolucionar este mercado com a tecnologia usada pelos astronautas!

A espuma utilizada nos colchões viscoelásticos molda-se de forma perfeita ao corpo, sem deformar o colchão, suportando com qualidade e conforto qualquer peso e altura.

Oferecendo uma boa sustentação à coluna vertical, este colchão adapta-se com perfeição a todos os contornos do nosso corpo, seja qual for a posição escolhida para dormir, aliviando assim pressões ou contorções musculares.

O material deste tipo de colchão garante uma maior ventilação, sendo um colchão bastante durável em comparação a outros tipos de materiais (pode durar, sem alterações das suas caraterísticas, até 15 anos!).

Escolher um bom colchão para dormir não precisa de ser um bicho de sete cabeças: basta ter como ponto de análise as suas necessidades.

  • Se quiser um colchão barato que terá que substituir de forma frequente, escolha um colchão de espuma;
  • Se quiser um colchão com mais durabilidade mas, mesmo assim, limitada, os colchões de molas pode ser aquilo que necessita;
  • Se sofre de alergias, escolha um colchão de látex;
  • E se quiser um colchão de longa durabilidade, adaptável ao seu corpo e que lhe garante conforto total, escolha um colchão viscoelástico!

Não descure a escolha do seu colchão: escolha um bom colchão para dormir e tenha uma excelente noite de sono.

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here