Como prevenir e o que fazer após um incêndio em casa?

Saiba como prevenir incêndios domésticos e como limpar a casa e remover odores após uma ocorrência.
Casa incendiada

Um incêndio em casa é um acontecimento extremamente desagradável que, por mais que queiramos, “não acontece só aos outros”!

Sabia que uma das principais causas de um incêndio doméstico é a negligência?

O que pode causar um incêndio doméstico?

Os perigos mais comuns são:

  • Sair da cozinha e esquecer-se de desligar o fogão
  • Deixar velas acesas sem vigilância
  • Pontas de cigarro mal apagadas
  • Fugas de gás
  • Esquecer-se de desligar os aquecedores (radiadores, termoventiladores, etc)
  • Esquecer-se do ferro de engomar ligado
  • Não mudar o filtro do exaustor regularmente

O que devo fazer para evitar um incêndio numa casa?

A negligência é uma das principais causas de incêndio num apartamento, pelo que deve prestar atenção suficiente à prevenção, assim como também ao seguro habitação ou seguro de recheio, que será valioso para aliviar o fardo financeiro dos danos causados pelo fogo.

O que deve ter em atenção para evitar que a sua negligência cause um incêndio em sua casa?

Troque regularmente o filtro do exaustor

Muitas pessoas não se recordam ou talvez só descubram tarde demais que a gordura acumulada no filtro do exaustor pode provocar a sua ignição devido às altas temperaturas.

Por esse motivo, não troque o filtro (ou limpe, se for o caso) apenas quando este já estiver saturado de gordura. Faça-o com maior frequência!

Instale detetores de fumo

O detetor de fumo, tal como o nome indica, é um dispositivo que alerta para a presença de fumo como sinal de um possível incêndio.

Quanto mais rápido for detetado o início de um incêndio, maior será a probabilidade de evitar uma tragédia.

Os detetores mais comuns são alojados numa caixa de plástico redonda pequena (em média com uns 10 cm de diâmetro), funcionam a pilhas ou a bateria, e são relativamente baratos, principalmente quando temos em conta o facto de nos poderem salvar a vida!

Existem detetores de fumo simples por menos de 10€, assim como existem outros equipados com funcionalidades avançadas, tal como o envio de alertas para o telemóvel, etc.

Uma das marcas mais procuradas na Amazon pela sua relação qualidade/preço, é a X-Sense. Por cerca de 17€, pode adquirir o modelo X-Sense SD13, que tem uma bateria com duração de 10 anos e consegue detetar fumo numa área de 20 a 40 m².

Detetor de fumo X-Sense

Depois de instalar os detetores de incêndio, não se esqueça de informar todos os habitantes da casa, instruindo-os como deverão agir no caso de soar o alarme.

Nunca guarde gasolina em casa

Mesmo que tenha de manter uma lata de gasolina em casa por alguma razão, certifique-se de a guardar num recipiente especial e nunca a tenha perto de uma fonte de calor em nenhuma circunstância.

É também necessário ter cuidado com todo o tipo de materiais inflamáveis. Por exemplo, o álcool não deve estar perto da zona onde cozinha, nem perto de fósforos e isqueiros.

Adquira um extintor de incêndio portátil e uma manta corta-fogo

Consulte a página da APSEI (Associação Portuguesa de Segurança) para saber como escolher o extintor de incêndio mais adequado às suas necessidades. Se preferir, peça ajuda à corporação de bombeiros da sua área de residência.

Além disso, uma vez que um incêndio na cozinha é o incêndio mais comum numa casa, certifique-se de ter um extintor nessa divisão, assim como uma manta corta-fogo (também conhecida por manta ignífuga).

Colocar um extintor de incêndio e a manta corta-fogo perto da saída da divisão, não só lhe permite apagar o fogo com mais segurança, como também poderá sair mais facilmente caso o fogo fique fora de controlo.

A manta corta-fogo é utilizada como meio de combate a focos de incêndio de pequena dimensão. A sua utilização é muito simples, mas eficaz. Por exemplo, ao deparar-se com uma fritadeira em chamas, deve em primeiro lugar desligar a fonte de calor (o fogão), retirar a manta do invólucro, abri-la completamente e cobrir o foco de incêndio.

No seguinte vídeo pode ver alguns exemplos de utilização dessa manta:

No caso de uma panela se incendiar, pode não ser necessário recorrer à manta. Basta que desligue imediatamente o fogão e cubra a panela com a tampa.

Cuidado com as lareiras e equipamentos de aquecimento portáteis

Na lareira, certifique-se de que apenas queima lenha seca e utilize sempre uma proteção anti-faúlhas. Não se aproxime demasiado da lareira, nem você nem as crianças pequenas, especialmente se estiverem a usar roupas feitas de materiais inflamáveis, tais como lã.

No que diz respeito aos aquecedores e outros equipamentos de aquecimento portáteis, nunca os tape com roupa ou outros objetos.

Tenha cuidado onde deixa os cigarros acesos

Cinzeiro com cigarros

Se é fumador, esteja sempre atento ao local onde a cinza cai e onde toca com o seu cigarro aceso. Verifique sempre o sofá e os tapetes para ver se alguma cinza caiu.

É também uma boa ideia usar cinzeiros fundos e enchê-los com um pouco de água, para garantir que o cigarro fica mesmo apagado.

Certifique-se sempre de manter os isqueiros e fósforos fora do alcance das crianças, visto que não sabem o que são e como os utilizar, arriscam-se involuntariamente a iniciar um incêndio.

Preste atenção à instalação eléctrica.

Um mau funcionamento na instalação elétrica da casa pode ser a origem de um incêndio.

  • Verifique se nenhum fio visível está danificado
  • Evite ligar vários aparelhos elétricos na mesma tomada
  • Mantenha os cabos elétricos longe de tapetes e cortinas
  • Se tiver de usar extensões, opte por extensões de boa qualidade que aguentem a potência dos equipamentos que lá vai ligar

Para tomar precauções extremas, todos os equipamentos elétricos devem ser desligados das tomadas quando não estiverem em uso. E lembre-se de nunca usar água para apagar um incêndio elétrico.

Chame os bombeiros

Em qualquer situação em que ocorra um incêndio numa casa, mesmo que pareça pequeno e sob controlo, deve definitivamente chamar os bombeiros, pois eles sabem exatamente como agir da melhor forma mediante a categoria de incêndio.

Como limpar a casa após ocorrer um incêndio?

Infelizmente, por mais cuidadoso que seja, existe sempre a possibilidade de ocorrer um incêndio em sua casa.

O fumo, a fuligem e até mesmo água e produtos químicos utilizados para extinguir o fogo, podem danificar a estrutura e recheio de uma casa.

Então, como limpar a casa depois de um incêndio para conseguir minimizar os danos?

Arejar a casa

A primeira coisa que precisa de fazer é abrir portas e janelas para ventilar a casa. O ar fresco e a luz do sol irão contribuir muito para remover o cheiro a queimado.

Limpar paredes e tetos

Tente remover o mais rapidamente possível a fuligem das paredes, já que quanto mais tempo esperar, mais difícil se tornará a limpeza.

Antes de testar qualquer solução de limpeza, faça um teste numa área escondida para confirmar se é eficaz ou se surge alguma reação adversa.

Coloque uns lençóis ou panos velhos no chão, por baixo da zona que vai limpar, para evitar que este fique manchado.

Comece por remover os resíduos secos de fuligem usando um aspirador com o bocal de escova instalado. De seguida, calce umas luvas de borracha, coloque uns óculos e máscara de proteção e esfregue as paredes com uma esponja com detergente. Pode utilizar, por exemplo, o Cif Creme, mas se tiver possibilidade, utilize uma colher de sopa de fosfato trissódico diluído em 4 litros de água morna.

Garanta que a área está bem arejada, já que a mistura da fuligem com os gases libertados por alguns produtos de limpeza, podem irritar as vias respiratórias.

Mediante o resultado, poderá ser necessário pintar as paredes e tetos.

Remover o cheiro de fumo

Um simples ambientador não tem uma essência suficientemente forte para neutralizar o mau cheiro do fumo. Para remover esse odor, algo mais forte deve ser utilizado para eliminar as moléculas de fumo no ar que causam o mau cheiro. Aqui estão algumas dicas que o podem ajudar a eliminar o cheiro causado pelo fumo:

  • Vinagre branco: o vinagre branco tem um cheiro forte e pode ser utilizado para limpar todas as superfícies afetadas. Móveis, paredes, pavimentos e tetos podem ser rapidamente limpos com um pano mergulhado em vinagre branco.
  • Bicarbonato de sódio: absorve os odores naturalmente e pode ser deixado numa tigela em cada divisão da casa. Também se pode espalhar alguns sobre os móveis e outras superfícies para eliminar o odor.
  • Carvão ativado: este é outro absorvente natural de odores que pode ser usado da mesma forma que o bicarbonato de sódio.
  • Produtos que disfarçam maus odores: alguns produtos como incenso ou difusores de essências podem ser utilizados conjuntamente com os métodos anteriores.
  • Gerador de ozono: estes equipamentos são utilizados para remover maus cheiros causados pelo fumo, mas são bastante caros.

Cuidar da sua roupa

Remova toda a fuligem que conseguir das suas roupas, tapetes e cortinados. Pode simplesmente sacudi-las num local ao ar livre ou usar um aspirador.

Exponha as peças de roupa ao ar e ao sol para reduzir o cheiro a fumo. Depois lave as peças normalmente na máquina de lavar roupa. Se o cheiro e as manchas persistirem, tente com detergentes mais fortes.


Como se costuma dizer, mais vale prevenir do que remediar. Mantenha-se atento aos sinais que a sua casa lhe vai dando para evitar a ocorrência de incêndios.

Também poderá gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.