Dicas para poupar na fatura de energia

Desde a mudança de fornecedor ou tarifário, até algumas alterações de hábitos, descubra algumas dicas úteis para poupar na sua fatura de eletricidade e gás.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Lâmpadas

Com o Covid-19 a ter um forte impacto nos vencimentos dos portugueses, para muitas pessoas tornou-se obrigatório cortar despesas. E a conta de luz e gás é, muitas vezes, uma das melhores áreas para poupar. Para saber o que pode ser feito para reduzir estas despesas, fomos perguntar à Comparamais quais as soluções possíveis para baixar esta fatura.

A conta da eletricidade e gás é, após a renda ou crédito habitação, o maior encargo para muitas famílias com a casa. Por isso, é sempre um bom ponto de partida para quem procura poupar dinheiro e cortar nas despesas. Algo que para muitos portugueses se tornou uma necessidade urgente durante a pandemia de Covid-19, para fazer face às reduções de salários. Para saber o que pode ser feito, pedimos os conselhos da Comparamais, site especializado na comparação de preços, que nos mostrou várias formas de poupar dinheiro na eletricidade e gás.

A Comparamais começou precisamente por explicar que existem várias maneiras de reduzir os gastos com energia. Desde logo com a mudança de alguns hábitos que, até de forma inconsciente para muitos, acabam por aumentar a fatura. Além disso, há algumas mudanças que podem ser feitas para aumentar a eficiência energética da habitação. E, como verá, não precisa de mais que um dia para implementar a maior parte delas. Mas atacar o problema “na origem”, verificando o seu contrato de luz e gás, é a principal solução, explicou o site especializado em simulações de preços de diversos serviços.

Mude alguns comportamentos

É hábito dizer que “a mudança deve começar dentro de nós”, e para reduzir a fatura de energia é precisamente isso que deve fazer. A Comparamais explicou que pequenas alterações em hábitos do quotidiano podem fazer toda a diferença. Por exemplo, caso tenha optado por uma tarifa bi-horária, saber que diferença no gasto de energia entre colocar a máquina de lavar loiça a trabalhar logo após o jantar ou mais tarde. Porque basta esperar um pouco, pelo período em que a eletricidade é mais barata, para reduzir o preço €/kWh em quase 50%. Veja quais os principais conselhos que a Comparamais nos deixa:

  • Se tiver uma tarifa bi-horária, optar por este período para usar eletrodomésticos com maiores consumos, como as máquinas de lavar loiça e roupa e, caso tenha disponibilidade horária, o ferro de engomar;
  • Evitar ter equipamentos em stand-by ou o PC a suspender. Por exemplo, ao limitar-se a baixar a tampa do portátil quando acaba de o usar, ele vai continuar a consumir energia;
  • Desligue os equipamentos que não usa. Por exemplo, se está no PC não vale a pena continuar com a TV ligada, já que não está a utilizá-la;
  • Não deixe os carregadores ligados à tomada. Acontece o mesmo que com os equipamentos em stand-by, continuando a consumir eletricidade;
  • Abra as janelas durante o dia no Inverno e baixe as persianas de dia no Verão, para climatizar a casa e evitar gastos com aquecimento;
  • Cozinhe em lume brando, pois gasta menos luz. Além disso, aproveite o calor acumulado no fogão e forno para terminar de cozinhar os alimentos, poupando energia;
  • Não abra o forno muitas vezes. Está a dissipar o calor e a baixar a temperatura, obrigando este equipamento a consumir mais energia;
  • Não sobrecarregue o frigorífico e a arca. Quando vai às compras não pense apenas em “encher o frigorífico”, pois isso obriga este equipamento  a consumir mais energia (e recorde-se que este é o eletrodoméstico que mais eletricidade gasta em casa, habitualmente).

Muitos destes hábitos podem ser triviais. E, explica a Comparamais, “vão ser mesmo triviais se forem adotados em separado. Mas se decidir seguir todas estas práticas verá automaticamente efeitos na sua fatura de eletricidade e gás”.

Aumentar a eficiência energética da habitação

Para reduzir a fatura de energia deve também ter em consideração outros aspetos. Como preparar a sua casa para que gaste o mínimo possível. Desde logo tendo atenção na escolha dos equipamentos, optando pelos com a etiqueta A+++, que significa menor consumo de energia. “Mas se já tem a casa equipada, seguramente não vai gastar muitas centenas de euros apenas para reduzir a fatura mensal”, explica a Comparamais. Mas este site deixou algumas dicas, bem mais simples, e que produzem efeitos:

  • Escolher lâmpadas LED. Este é um dos conselhos mais escutados, mas isso tem uma razão. É que efetivamente os seus díodos consomem muito menos energia do que as lâmpadas tradicionais;
  • Já que falamos de iluminação, não se esqueça de usar apenas a iluminação necessária para cada espaço da casa. O candeeiro com 12 lâmpadas pode ser muito bonito, mas no dia-a-dia podem bastar quatro boas lâmpadas para ter a luz que necessita nesse espaço;
  • Calafetar as portas. Serve para evitar as trocas de calor entre divisões. E assim, menos tempo com ar-condicionado ou aquecedor a trabalhar;
  • Use tomadas inteligentes. Caso não tenha adquirido o hábito já referido de evitar o stand-by dos equipamentos, estas tomadas conseguem fazer elas o corte de corrente para os dispositivos.

Como refere pela Comparamais, “basta um dia para conseguir fazer todas estas trocas. Mas, se quiser ir um pouco mais longe, pode sempre pintar a casa com tons claros ou instalar vidros duplos, que também aumentam a eficiência energética”. Além disso, passar a enviar as leituras do seu contador também significa que não vai ser surpreendido com faturas acima do habitual por causa de estimativas ou acertos…

Poupar nos custos

A verdade é que, mesmo que siga todos estes conselhos, se a sua tarifa de energia é mais cara vai sempre continuar a pagar acima do que precisa. Por outro lado, mesmo que decida não mudar nada na sua rotina, se escolher um preço de eletricidade e gás mais baixo vai sempre poupar na fatura. Como tal, a Comparamais conclui que trocar por um fornecedor mais barato é, efetivamente a solução que permite a toda a gente gastar menos dinheiro”. E este comparador de tarifas explicou o que precisa saber antes de trocar.

Em primeiro lugar deve analisar qual a sua potência contratada. Basicamente, este valor indica qual a quantidade de equipamentos que pode ter ligados em simultâneo. Porque, se passar do limite de potência vai reparar imediatamente… pois o quadro elétrico dispara. A Comparamais recorda que a ERSE tem uma área onde todos podem simular quanto consomem os seus eletrodomésticos, para estimar a potência contratada que necessita.

Precisa também de decidir se quer contratar a eletricidade e gás em separado ou numa tarifa dual. Pelo seu conhecimento em análises de preços, a Comparamais explica que é habitualmente mais vantajoso contratar os serviços em conjunto, já que os fornecedores garantem um preço mais reduzido para os serviços nesta modalidade. Deve depois decidir se precisa de uma tarifa bi-horária. Esta opção resulta habitualmente em poupança nos gastos, “mas apenas se adaptar a sua rotina para utilizar os eletrodomésticos durante a noite e nos fins-de-semana”.

Para finalizar deve comparar os preços dos fornecedores. Pode fazer uma pesquisa pelos sites destas empresas, mas o mais fácil é contar com apoio especializado. Ou seja, recorrer a um comparador de tarifas de luz e gás, “como aquele que a Comparamais criou. Isso permite descobrir quais os preços praticados por cada fornecedor para o seu serviço, e escolher o mais barato”.

Caso decida trocar de fornecedor, estes sites especializados podem ajudar também nessa transição, acompanhando-o ao longo de todo o processo de mudança, que normalmente não demora mais que dez dias. Mas pode também decidir fazer este processo sem ajuda, decidindo sozinho a contratação dos serviços. Porque desde que consiga uma tarifa mais barata de luz e gás, vai estar sempre a poupar nos seus gastos.

Talvez lhe interesse:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ganhe dinheiro preenchendo inquéritos online

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.