Aproveitei a “garantia” de Preço Mínimo e devolveram-me 46€!

Algumas lojas devolvem a diferença de valor caso encontre o produto mais barato noutra loja. Conheça a minha experiência e as lojas que oferecem esse benefício.

Garantia de Preço Mínimo

Já não é a primeira vez que aproveito este benefício conferido por algumas superfícies comerciais. Mas como desta vez a poupança ainda foi substancial, achei interessante partilhar aqui para que mais pessoas possam estar atentas e aproveitarem esse “direito”, o qual nem sempre está bem explícito nas lojas que o conferem.

Caso não saiba, existem várias lojas em Portugal que permitem que o cliente solicite a devolução da diferença de valor caso este verifique que o produto que comprou está mais barato numa loja da concorrência (mediante determinadas regras). E foi exatamente isso que fiz muito recentemente após comprar um computador portátil! 🙂

Esse benefício é muitas vezes divulgado com o slogan “se encontrar mais barato devolvemos a diferença”, ou referido como “política de preço mínimo”, “preço mínimo garantido”, etc. Com menos frequência, podemos também encontrar campanhas do género “devolvemos o dobro da diferença do valor”.

Como aproveitei esse benefício

Tenho por hábito comparar preços e ponderar muito bem as minhas compras, principalmente quando se trata de itens de valor mais elevado. Mas desta vez algo me escapou nessa análise. No entanto, ainda fui a tempo de corrigir o erro! 🙂

Explicando, andava há algum tempo à procura de um computador portátil com determinadas características: tinha de ser barato, ter pelo menos 8 GB de RAM, ecrã com um mínimo de 15” e um desempenho aceitável.

Encontrei o portátil que pretendia, e a um preço bem em conta, num dia em que decorria uma campanha Dia Sem IVA na MediaMarkt. Quando me dirigi à loja, indicaram-me que esse modelo estava esgotado e sugeriram um modelo superior, mas ligeiramente mais caro. Tratava-se de um HP 15s-eq2021np que, após o desconto do valor do IVA, ficava por 446,34€. O preço pareceu-me adequado e avancei com a compra.

Afinal estava mais barato noutra loja…

Foi quando cheguei a casa que me caiu a ficha: ao contrário do que é habitual, eu tinha comprado um computador portátil sem antes fazer uma comparação de preços com outras lojas! 😛

Bastou uma simples pesquisa no Google para constatar que esse mesmo modelo estava a 399.99€ na Rádio Popular (cuja loja mais próxima ficava a cerca de 1 km da loja onde o comprei). E mais curioso ainda, é que nem sequer se tratava de um preço promocional.

Ou seja, na Rádio Popular estava 46,35€ mais barato do que o que eu tinha acabado de comprar.

Imediatamente, enviei a seguinte mensagem através do formulário de contacto da MediaMarkt:

Boa tarde. Comprei hoje mesmo um portátil HP 15s-eq2021np (ID Produto: 1271275) na campanha “dias sem IVA” pelo preço final de 446,34€.
Ao chegar a casa, confirmo que o mesmo produto custa (sem qualquer promoção aplicada) 399,99€ na Rádio Popular.
Dada a enorme diferença de preço e ao facto de serem lojas muito próximas (cerca de 1km de distância), podem me informar se o Mediamarkt procede à devolução da diferença de preço?
Agradecia resposta ASAP, pois caso não procedam à devolução da diferença, irei ponderar a devolução do produto.
Obrigado

No mesmo dia, pouco tempo depois, recebo um telefonema do serviço de apoio ao cliente a informar que podia passar na loja para que me fosse devolvida a diferença do valor. Assim o fiz, e sem qualquer complicação a loja devolveu-me os 46,35€. Final feliz! 😀

Curiosamente, à data de publicação deste artigo, esse portátil da HP está a 399€ em mais lojas, incluindo na própria MediaMarkt (naquele dia só a Rádio Popular praticava esse preço).

É de louvar a atitude da MediaMarkt e a rapidez com que se prontificaram a resolver a situação. Se já era fã dessa loja, fiquei ainda mais fã!

No entanto, não encontro nos termos e condições nada que diga respeito à política de preço mínimo da Media Markt para poder partilhar aqui os requisitos necessários.

Que lojas praticam atualmente a política de preço mínimo

Veja algumas das lojas onde esse benefício está bem explicito:

  • Loja de Animais do Continente Online: até 30 de setembro de 2022, se encontrar a alimentação do seu animal de estimação a um preço mais baixo, o Continente devolve a diferença.
  • Worten: garante o preço mínimo em Portugal Continental e Madeira, exclusivamente a consumidores finais.
  • ToysRus: se encontrar o mesmo produto mais barato nos 14 dias seguintes à sua compra noutro estabelecimento em Portugal de reconhecido prestígio, seja na sua loja física ou na sua loja online, devolvem a diferença.
  • Brico Depôt: se encontrar exatamente o mesmo produto (mesma marca, modelo, capacidade) mais barato noutra loja, num raio máximo de 20 km, reembolsam a diferença multiplicada por 2.
  • Leroy Merlin: devolvem o dobro da diferença até ao valor máximo do valor do produto, caso encontre o mesmo produto a um preço mais baixo na concorrência.

Conhece mais lojas em Portugal que disponibilizem este benefício? Partilhe nos comentários para podermos incluí-las aqui nesta lista. 😉

Já teve boas (ou más) experiências deste tipo? Deixe o seu testemunho nos comentários.


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

5 Comentários

  1. Olá, as minhas experiências com estas situações correram sempre bem. Já o fiz algumas vezes com a Worten.
    Vou a loja vejo o preço, comparo com outras lojas e se for dentro da área da Worten que estou, eles fizeram o mesmo valor que eu encontrei mais baixo.
    Aconselho sempre a fazerem o mesmo, fazem uma boa poupança!

    1. Obrigado pelo comentário Ana. 🙂
      Ainda ontem ajudei um familiar a comprar um computador portátil na Rádio Popular e foram os próprios funcionários da Rádio Popular que disseram que se encontrássemos mais barato numa loja concorrente, eles vendiam por esse valor. Pequei logo no telemóvel para pesquisar! 😀 Infelizmente não encontrei mais barato.

  2. Boa tarde,

    Já fiz o mesmo na loja Worten de Coimbra e Worten de Ourém e recusaram sempre aplicar a regra publicada e publicitada mesmo cumprindo os requisitos! Em Coimbra o produto tinha uma diferença de quase 300eur numa loja física a 3km de distância também em Coimbra, mas inventaram que estava a mais de 5km distância, mesmo comprovando no google maps, acabei por comprar na dita loja mais barato.

    Na worten de Ourém disseram que não são “obrigados” a seguir tal procedimento que é cada loja que decide em função do preço do produto, só após reclamação no livro e um par de semanas depois é ter ameaçado literalmente com tribunal é que cumpriram com o estipulado, regras da própria worten. Portanto é claro que cada loja ou cada gerente quer ditar as suas próprias regras e fugir ao que assumem publicamente, mesmo cumprindo com os requesitos nomeadamente, de lojas online e distância de lojas físicas…

    Obrigado

    1. Muito obrigado pelo seu testemunho. Também tive uma situação em que não aceitaram me devolver a diferença do valor. Resolvi facilmente o problema: devolvi o artigo (foi um livro) e fui comprar à outra loja.

  3. Já tive uma situação semelhante com a Worten, uma máquina de lavar roupa, comprei em loja física mas online nos 15dias seguintes ficou mais barato quase 50€ e também foi difícil reaver o dinheiro mas lá consegui 🙂 não sei se ainda é assim, mas há uns 4 anos na Worten se comprássemos numa loja física e entretanto ficasse mais barato online “bastava” mostrarmos essa página na loja e devolviam o valor….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *