Obesidade

Ter bons hábitos de sono é essencial para ter um quotidiano saudável e não ter problemas de saúde. Uma das relações pouco conhecidas é a relação entre as poucas horas de sono e a obesidade. São vários os estudos que têm sido realizados nos últimos anos que provam que maus hábitos de sono aumenta em muito o risco de obesidade… e esta acaba também inevitavelmente por prejudicar boas noites de sono.

O que é a obesidade?

A obesidade é uma doença caraterizada por uma acumulação excessiva de gorduras. Essa acumulação tem efeitos negativos e nefastos sobre vários aspetos da saúde em geral.

Sendo uma das doenças caraterizadas como sendo um problema de saúde pública, a obesidade pode ter diferentes causas como:

  • uma alimentação demasiado pesada, baseada em alimentos doces, processados e gorduras;
  • distúrbios e comportamentos alimentares compulsivos;
  • um estilo de vida demasiado sedentário, com pouca atividade física;
  • uma influência genética, pois existem alguns genes associados diretamente à obesidade, provocando assim um maior risco de sofrer desta doença;
  • doenças depressivas ou transtornos psicológicos;
  • maus hábitos de sono, sobretudo poucas horas de sono de forma constante.

Os maus hábitos de sono são uma causa da obesidade?

Sim. A privação de sono ou dormir poucas horas provoca no corpo humano uma diminuição da tolerância à glicose e influencia a regulação do apetite.

A diminuição da tolerância significa que a metabolização da glicose ingerida pelo organismo é alterada, tornando mais difícil a reposição da glicemia a níveis ditos normais.

hamburger
Dormir pouco tem uma enorme influência no nosso apetite!

A regulação do apetite é também influenciada pela pouca quantidade de horas dormidas, pois a leptina (hormona responsável pelo controle da ingestão alimentar) acaba por ser menor, quanto menor o número de horas dormidas. Esta hormona é muito importante, pois cabe à leptina a redução do apetite… estando a ser produzida em baixas quantidades, faz com que a pessoa esteja sempre com mais apetite!

Menos de cinco horas de sono por noite? Maior o risco de obesidade

Um estudo realizado em Itália por responsáveis de diferentes centros de investigação médica italianos, mostra uma relação direta entre privação de sono e a obesidade. Pessoas que dormem cinco ou menos horas têm maior risco de sofrerem de diabetes e obesidade. Estas duas patologias estão associadas a causas de insónia, o que aumenta ainda mais a privação de sono sentida nessas pessoas.

Esse estudo (que consiste em 45 estudos diferentes, envolvendo mais de 600 mil participantes), acaba por mostrar que o risco de obesidade é 55% superior nas pessoas que dormem menos de cinco de horas por noite. As pessoas que dormem menos de seis horas veem também o risco de sofrer de diabetes de tipo 2 aumentar 28%.

A obesidade leva a maiores perturbações de sono

A obesidade é um dos fatores de risco para sofrer de apneia: o excesso de gordura, sobretudo ao nível de garganta e peito, faz com que as vias respiratórias estejam mais obstruídas, impedindo assim que o ar circule com mais facilidade e fluidez.

Para evitar sofrer de perturbações de sono deve, portanto, evitar quaisquer comportamentos de risco que possam levar à obesidade.

Mudanças de estilo de vida imediatas devem ser levadas a cabo, como uma dieta alimentar saudável, exercícios físicos e controlo e análise precisa dos hábitos de sono atuais.

Se acha que pode estar a sofrer de obesidade e aumento importante de peso e que isso está a prejudicar diretamente a qualidade do seu sono, consulte imediatamente o seu médico para conselhos e análises suplementares.

Conclusão

Poucas horas dormidas e maus hábitos de sono aumentam o risco de obesidade e a obesidade acaba por afetar a qualidade do sono. Este ciclo é vicioso, pois a privação de sono ao afetar e destabilizar a atividade metabólica faz com que a pessoa ganhe maus hábitos alimentares e que, os maus hábitos de sono já enraizados, perturbem no tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here