Conheça as Armadilhas dos Supermercados

Os supermercados e hipermercados estão repletos de armadilhas destinadas a fazer o cliente comprar mesmo aquilo que não necessita.

armadilhas-supermercado

Numa simples visita ao supermercado pode se expor a mais “armadilhas” do que pensa. Os supermercados utilizam frequentemente formas inteligentes de conseguir que gaste mais dinheiro do que esperava e comprar mais produtos do que precisava.

Após ler este artigo, acredito que passará a encarar com outros olhos uma ida ao supermercado ou hipermercado!

Detalhes que nem sempre nos apercebemos

Há muitos estudos sobre como influenciar o comportamento do consumidor no supermercado. Da próxima vez que for às compras, atente os seguintes pormenores:

  • Não verá relógios nem janelas. Para perder a noção do tempo… e se concentrar apenas em comprar!
  • Os produtos mais rentáveis são colocados ao nível dos olhos do consumidor.
  • Os locais de exposição dos produtos são alterados com alguma frequência. Para que o cliente seja obrigado a percorrer zonas novas e assim conhecer novos produtos.
  • Perto da entrada são colocados os produtos mais tentadores e as ofertas sazonais (artigos de natal, ovos da Páscoa, etc). Como o carrinho ainda está vazio, o cliente fica mais propenso a comprar.
  • Os corredores são estreitos. Para evitar que o cliente olhe apenas para um lado.
  • A música ambiente e os aromas estimulam a compra e ajudam a retardar o passo.
  • Os produtos de primeira necessidade (pão, leite, etc.) estão normalmente ao fundo do hipermercado ou pelo menos longe da entrada, obrigando o cliente a passar por outros produtos tentadores.
  • Junto às caixas registadoras são colocados produtos de pequeno porte. Mesmo que o cliente tenha o carrinho de compras muito cheio, há sempre lugar para mais um pacotinho de rebuçados!
  • Colocam produtos baratos perto da entrada ou em locais de destaque para dar ao consumidor a sensação de que geralmente os preços dos produtos são baixos. Este método destina-se a reduzir a resistência do consumidor a gastar.

Métodos inteligentes de promoção dos produtos

Para além dos truques “psicológicos” referidos acima, os supermercados também utilizam métodos inteligentes de promoção dos seus produtos.

  • Tamanho da embalagem: as embalagens mais pequenas custam geralmente mais por unidade de medida de produto do que as embalagens maiores. Para ter a certeza, compare o preço por unidade de medida e não por peça para encontrar o produto mais barato.
  • Embalagens extravagantes: a embalagem de muitos produtos foi concebida para o fazer gastar mais. Por exemplo, a embalagem pode parecer chique, mas a diferença na qualidade pode ser mínima ou nula. E nesses casos, o preço é normalmente mais elevado. Também se comprar refeições prontas já embaladas ou produtos frescos já cortados, por exemplo, é expetável um preço mais elevado, dado que está a pagar pela embalagem e pela conveniência.
  • Por estranho que pareça, está provado que o preço do produto um cêntimo abaixo do euro mais próximo (por exemplo, 2,99 €) ajuda a convencê-lo a comprá-lo.
  • Ofertas: por vezes as ofertas podem ser fenomenais apenas para o iludir. Mas muitas vezes são apenas falsas promoções. A melhor tática é ter em mente o preço que normalmente paga por esses produtos e pesar as suas opções para evitar ser enganado pelas falsas ofertas.

Os cartões de fidelização

Os cartões de cliente (ou cartões de fidelização) permitem-lhe tirar partido das ofertas ou acumular e resgatar pontos. Mas o seu principal objetivo é mantê-lo como cliente frequente e impedi-lo de fazer compras noutros locais. São também uma valiosa fonte de informação sobre os hábitos de consumo dos seus clientes.

Não se recomenda que deixe de utilizar esses cartões, dado que podem ser uma ajuda nas suas poupanças. No entanto, tenha em mente que é provável que encontre preços mais baixos noutros supermercados e que o facto de ter esse cartão, poderá estar a “cegá-lo” para os preços e benefícios da concorrência. A regra aqui é perder algum tempo a comparar preços e benefícios entre supermercados e respetivos cartões de cliente.


Estas são apenas algumas das muitas formas utilizadas para nos induzir a vontade de comprar. Só pelo facto de as conhecermos, torna-se mais fácil resistir-lhes.

… teremos mais sucesso numa batalha se conhecermos as armas do inimigo! 😀

Boas (mas poucas) compras! 😉


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...

10 Comentários

  1. Podemos juntar a isto o facto dos carrinhos fugirem sempre para um dos lados, haver promoções de toda a forma e feitio que por vezes não compensasm e “experimenta grátis” que nos fazem levar produtos que não compraríamos só porque nos devolvem o dinheiro (este caso ainda é menos mau, mas é um incentivo à compra)

  2. Olá Miguel!
    É exatamente isso, queremos comprar um pão e acabamos por percorrer o mercado todo! Já me aconteceu de entrar no mercado para comprar uma coisa, sair com um monte de outras coisas e ainda por cima sem o que ia comprar!
    Um abraço!

    1. No Pingo Doce da minha área de residência o pão encontra-se logo na entrada, quando lá vou não sinto que seja induzida a trazer o que me não interessa……

  3. Realmente têm razão, outro assunto alguem conhece uma loja em Lisboa que venda caixas de musica com uma musica que eu escolha?

  4. Quando querem vender um produto colocam-no no meio do corredor principal a dizer que está em promoção, quando muitas vezes continua ao mesmo preço, ou então fazem publicidade a dizer que tem uma nova embalagem para camuflar a “ligeira” subida de preço.

  5. Já tinha reparado em algumas dessas coisas.
    Uma outra que me contaram e que depois vi que é mesmo verdade e passei a tar atenção a isso, os produtos mais caros estão sempre nas parteleiras do meio ao nivel dos nossos olhos. Se virmos, na parteleira junto ao chão, ou na de cima que temos de nos esticar todas, muitas vezes tem o mesmo produto mas de outra marca e bem mais barato!!!!

  6. Um bom gestor é isso mesmo que faz muda tudo de vez em quando assim passamos ao pé das coisas e por fim disemos que horror que Conta!!!

  7. Sim é verdade que eles fazem isso, mas de mim não conseguem arrancar nada pois eu tenho auto controle rs. Podem fazer as mudanças e as tentações que forem, se eu não preciso mesmo disso então nem adianta insistir porque eu não compro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.