Criança a brincar

Os benefícios do minimalismo nas crianças e como o implementar

Menos é mais! A ideia básica do minimalismo é exatamente essa, retiramos o que não acrescenta valor à nossa vida e damos espaço para as coisas que realmente importam.

O minimalismo ensina-nos quais coisas, pessoas e atividades são importantes para nós e quais não o são. Consegue dar mais significado à nossa vida, torná-la menos stressante e fazer-nos sentir mais realizados.

O minimalismo começou como uma tendência na escultura e pintura nos anos 60. Hoje em dia, o minimalismo tornou-se um estilo de vida baseado na eliminação de qualquer coisa desnecessária dos nossos espaços domésticos, do nosso armário, das nossas vidas.

Vivemos numa era de ritmo muito acelerado, movida pelo consumismo, estamos constantemente a ser bombardeados por anúncios que nos dizem que precisamos de mais coisas, o modelo mais atual, o mais rápido, etc., para sermos felizes. Por esses e outros motivos, dar a conhecer o minimalismo às crianças é mais importante do que nunca.

Os benefícios do minimalismo na vida dos seus filhos

De seguida apresentamos alguns dos benefícios do minimalismo para a vida das crianças desde que os pais começaram a adotar esse estilo de vida.

Desenvolve a imaginação

Demasiados brinquedos no quarto criam uma sensação de sobre-estimulação nas crianças porque não podem escolher com o que brincar ou a enorme variedade de brinquedos levam-nas ao bloqueio psicológico. Além disso, ao ter menos coisas as crianças desenvolvem a sua imaginação para criarem novos brinquedos ou concentrarem-se num brinquedo em particular.

São mais responsáveis pelo que têm

Por terem poucos e bons, cuidam melhor dos seus bens. É importante garantir que a criança tem exatamente aquilo de que precisa, que use frequentemente e acrescente valor à sua vida.

Crescem como consumidores responsáveis

Quando compramos menos coisas, precisamos de pensar mais cuidadosamente nas nossas escolhas. Ao contrário das compras por impulso de coisas que acabamos muitas vezes por não precisar, quando escolhemos criteriosamente o que queremos comprar, temos a certeza de que precisamos e que isso irá de facto acrescentar valor às nossas vidas. Desse modo, as crianças aprendem o verdadeiro valor das coisas e a sua utilidade. Além disso, o minimalismo ajuda a praticar a paciência, pois terão de aprender a esperar e a não fazer compras desnecessárias.

São mais calmas

Por norma, as crianças e a “calma” nunca andam juntas, mas aqui estamos a lidar com a forma como um espaço vazio é mais relaxante para os olhos do que um espaço sobrelotado de brinquedos e outros objetos. Além disso, menos coisas significa menos desarrumação, portanto menos tempo gasto na limpeza ou organização da casa, e como tal, mais tempo livre com as crianças. Também, menos discussões sobre a organização e limpeza da casa significa pais felizes e calmos, resultando assim em filhos igualmente felizes e calmos.

Ensina-lhes que a felicidade não se encontra nas coisas

Os minimalistas incitam-nos a não basear a nossa felicidade em objetos físicos. Quanto mais cedo começar a ensinar essas lições às crianças, melhor. Ajudar as crianças a aprenderem a não confiar em “coisas” para lhes trazer felicidade irá conduzi-las a uma vida com maior significado, tornando-as mais apreciadores das relações humanas, das artes e da natureza.

Como “arrastar” os seus filhos para o minimalismo

As crianças em geral têm uma tendência para o excesso, sendo natural que acumulem vários objetos, nomeadamente brinquedos. E nem sempre é fácil fazer com que uma criança se desapega de um brinquedo, mesmo que já não o use há imenso tempo.

Explique os benefícios

Ao abraçar este estilo de vida e ao incluir toda a família no processo, é importante explicar a razão porque o está a fazer. Partilhar os benefícios do minimalismo, pode ajudar os seus filhos e a sua família a compreender a sua importância e como irá melhorar a vida de todos lá em casa.

As crianças estão sempre a observar e a aprender com as nossas atitudes. Use a implementação do minimalismo na sua casa como uma oportunidade para incluir os seus filhos e ter conversas sobre o tema com eles.

Pratique o minimalismo diariamente

As crianças querem ser como os seus pais. Se os pais não compram tantas coisas materiais, se livram de roupas no armário, ou têm menos mobília, os filhos vão se aperceber. Isto é especialmente verdade quando começam a ficar mais velhos e se apercebem que as outras famílias vivem de uma forma diferente da sua. É claro que vão haver dias em que nem tudo será perfeito, mas abrace esses tempos. Perceba que cada dia é uma oportunidade de ensinar algo aos seus filhos, e o minimalismo é um desses ensinamentos.

Comece por reduzir os seus bens em primeiro lugar. Seria injusto pedir ao seu filho que adote um estilo de vida sem que você mesmo o tenha completamente adotado.

Responda às dúvidas dos seus filhos

É inevitável que os seus filhos fiquem curiosos sobre o que está a fazer. Poderão surgir momentos em que eles perguntem por que razão as outras crianças têm mais brinquedos ou uma casa maior? Em vez de encolher os ombros, seja honesto com eles. Encare isto como uma oportunidade para explicar as raízes e benefícios do minimalismo e o motivo que levou a sua família a decidir viver dessa forma. Isto pode ajudá-los a compreender e a se sentirem mais à vontade para lhe colocar mais perguntas no futuro.

Leve-os às compras consigo

Quando for às compras, leve os seus filhos consigo. Se lhes der a oportunidade de o observarem a escolher cuidadosamente as coisas de que precisa e as que não precisa, isso transferir-se-á para os seus próprios hábitos de compra. Também é boa ideia se levar os seus filhos a fazer compras para eles próprios. Pode começar a fazer-lhes perguntas como, quantas vezes eles pensam usar aquilo? E será que eles precisam mesmo de outro brinquedo?

Organizem e inspecionem regularmente as suas coisas

A cada dois meses, vasculhe as coisas dos seus filhos, e também as suas coisas, em busca de itens que já não tenham, nem venham a ter utilidade. Isto ajudará os seus filhos a usarem e a brincarem com as coisas que mais lhes interessam. Dessa forma, estará a ensiná-los a não dar demasiado valor às coisas materiais.

Valorize mais as experiências do que as despesas

Quando os seus filhos são jovens, eles não têm ainda uma real noção do valor do dinheiro. Não lhes interessa quanto custa um determinado objeto, de que marca é, ou se o restaurante onde estão a jantar tem estrelas Michelin! Eles são simplesmente felizes por passarem tempo consigo. Encare esses tempos únicos e ensine aos seus filhos que a experiência é o que mais importa.

Tente proporcionar aos seus filhos momentos em vez de presentes físicos. Passem mais tempo ao ar livre como uma família, ou a fazer uma atividade divertida em casa. E quando estiverem todos juntos, guardem os telemóveis. Aproveite esse tempo sem as distrações das redes sociais, e estará a dar aos seus filhos um presente maior do que qualquer presente físico.

Concentre-se nos aspetos positivos

Quando começar a ver os benefícios do minimalismo na vida dos seus filhos, dê-lhes isso a notar. Só porque você é suficientemente observador para os notar, não significa que eles se apercebam assim tão rapidamente. O quarto deles parece estar mais arrumado? Será que demoram menos tempo a arrumá-lo e a limpá-lo? É mais fácil encontrar as coisas que precisam? Estão menos stressados e com mais tempo livre? Estas são algumas questões que lhes pode colocar para que eles próprios se apercebam das mudanças positivas nas suas vidas.

Seja paciente

Seja paciente com a sua família. Dê-lhes tempo para se adaptarem ao minimalismo, em vez de serem empurrados para ele. O minimalismo é um estilo de vida que precisa de ser acreditado e não impingido.

Agora que conhece a importância do minimalismo na vida das crianças, porque não adota hoje mesmo esse estilo de vida, permitindo aos seus filhos viverem com menos coisas e mais diversão! 😉


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.