bookcrossing

Tem em sua casa livros que já leu e tão cedo não tenciona reler? Livros a ganhar pó? Livros “presos” nas suas estantes? Liberte os seus livros… dê-lhes asas… e permite que outros livros “voem” até si…

Esta é a base do conceito de BookCrossing, um movimento com o objetivo de transformar o mundo numa biblioteca. Uma oportunidade de ter livros novos para ler de uma forma completamente gratuita.

De uma forma muito simples, trata-se de um movimento de partilha de livros internacional. É como um clube de livros global.

site de bookcrossing
Com o BookCrossing pode ler livros de forma totalmente gratuita!

Em vez de explorar aqui este tema, e dado que já existe imensa informação sobre este assunto, prefiro indicar alguns links úteis:

Se se considera um “devorador de livros”, experimente o BookCrossing. É gratuito! Outro site dentro do mesmo género e que também recomendo, é o WinkingBooks.

Se já conhecia este conceito e até já experimentou, comente a sua experiência.

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...

27 COMENTÁRIOS

  1. Já me registei há alguns anos… Mas a verdade é que acabei por nunca trocar livros. Para mim, estes são um bem mt precioso… Companheiros de horas esquecidas, de bons e maus momentos. E imaginá-los assim nas mãos de desconhecidos… Não sei!

  2. Eu não sou um devorador assiduo de livros, mas gosto de ler e pouco de reler! Acho que é uma boa ideia para alargar as fronteiras do nosso conhecimento e ao mesmo tempo partilhar e aliviar as estantes. Uma ideia a explorar…:)

  3. Muito boa ideia visto que os livros estão caríssimos!!
    Na casa do meu Pai existe uma biblioteca digna de ser lida e relida…talvez aderira a esta iniciativa!

    Obrigada
    .-= Venha ler o meu último post ..O Descanço Merecido! =-.

  4. Gosto muito de livros, mas não sei se os trocava… nem todos sabem tratar bem os livros. E depois cada livro tem associada uma passagem da minha vida, boa ou má!!!

  5. Eu são tão picuinhas com os meus livros…. não os empresto a qualquer um… e a condição de empréstimo é devolverem-mos como os emprestei: em óptimo estado!
    A ideia é interessante, mas para mim….. não.

  6. Por acaso tenho estado a matutar nisto… tenho um ou dois livros repetidos porque os emprestei e devolveram-mos em mísero estado e acabei por comprar outros (eu sei que sou picuinhas) e ainda os tenho…. se calahr é uma boa opção…. a ver se vejo como isto funciona.

  7. Eu dei uma volta no quarto da minha filha e separei bastantes livros por já não serem próprios para a idade dela.
    Optei por entrega-los na Junta de Freguesia porque as assistentes sociais conhecem as crianças mais carenciadas.
    Além disso, todos sabemos que a maior parte dos pais compra mais depressa um brinquedo do que um livro.

    Eu não gosto de ler e sei que isso me prejudicou por isso compro imensos livros à minha filha.

  8. Concordo com a Ana , custumo dar alguns para instituicoes de apoio a criancas . Tambem uso livros da biblioteca e tambem ja comprei livros usados na biblioteca .

  9. Existem livros muito bons que por vezes saem no correio da manhã por exemplo por mais 1€. Fiz uma coleção de muitos bons livros 😉 O as feiras dos livros, onde se conseguem livros muito baratos também 😀 Eu tb não vou a Bertrand ou à Fnac comprar os livros 😛 20€ e 30€ por um livro custa me muito a desembolçar 😀

  10. Pois mas quem não tem nada dessas coisas perto…fica complicado. Feiras dos livros e assim só fazem em Lisboa, Porto ou cidades grandes, como eu vivo numa vila pequenina e longe das grandes cidades…é uma opção. E o correio da manhã…só mesmo online e pouco 🙂

  11. O meu pai é viciado em livros, e faz coleções à muito tempo, tenho dos mais variados autores portugueses de renome, bem como muitos estrangeiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here