Acha que já tentou de tudo e, ainda assim, a sua conta de eletricidade continua a desesperá-lo? Saiba que, às vezes, não é preciso alterar muito na sua rotina, basta apenas ter atenção a alguns pequenos hábitos, que podem ter resultados impressionantes!

1. Troque as lâmpadas

Substitua as lâmpadas incandescentes, por fluorescentes ou, investindo um pouco mais, por lâmpadas LED. Se costuma ter luzes acesas em casa mais de 5 horas por dia, irá recuperar o investimento em menos de 6 meses. As lâmpadas fluorescentes podem ser mais caras, mas consomem até 80% menos energia, porque produzem menos calor e a eletricidade consumida é em maior quantidade destinada à iluminação, e no caso das lâmpadas LED a poupança pode ser ainda maior.

2. Acabe com o “standby”

stand-by
Apesar de consumirem muito pouca energia, o ideal é evitar deixar os equipamentos em “standby”, assim o consumo passará de pouco para zero!

Sabia que a televisão, o computador e a power box ficam em “standby” sempre que os desliga? Se está a ver a luzinha vermelha, então continua a ser consumida eletricidade. Se costuma deixar o carregador do telemóvel sempre ligado na tomada, saiba que também está a gastar eletricidade, mesmo que não esteja a carregar o telemóvel.

Desligue todos os equipamentos deste tipo que tem em casa, e vai ver que vai reduzir a sua conta de eletricidade em vários euros.

3. Evite lavar a loiça sem encher a máquina

Se lavar a loiça apenas com alguns pratos dentro da máquina, está a desperdiçar dinheiro. Por isso, evite lavar a loiça sem encher a máquina. Se tiver possibilidade não utilize o ciclo de secagem. Cerca de 90% do consumo das máquinas de lavar serve para as fases de aquecimento (na lavagem e secagem). A loiça depois de lavada está tão quente que bastará abrir a porta da máquina e secará em poucos minutos!

4. Aposte em vidros duplos e caixilharia em PVC

Certifique-se de que janelas e portas estão corretamente isoladas em toda casa. Se verificar que há locais mal isolados, ou se estava já a pensar em remodelar as suas janelas, saiba que até 30% do calor ou frio pode entrar e também sair de sua casa pelas janelas! Ou seja, se não estiverem corretamente isoladas estará a gastar mais energia para arrefecer ou refrescar a sua casa, do que o que seria necessário.

5. Regule o aquecimento de casa

Aquecedor
Não é necessário regular o seu aquecimento para temperaturas muito elevadas para manter o conforto no seu lar.

No Inverno, cerca de 25% do preço da sua fatura de eletricidade será devido ao aquecimento da sua casa (aquecedores e afins). Aprenda a moderar esta despesa mantendo a casa a uma temperatura confortável, sem ter a aquecer mais do que o necessário. Se mantiver a temperatura dentro de casa nos 20ºC, em vez de 22ºC, por exemplo, estará confortável e irá fazer elevadas poupanças no seu consumo mensal.

Se mesmo assim continuar a achar que paga muito de eletricidade, vale a pena solicitar a ajuda de eletricista ou técnico especializado que analisará a sua casa e indicará as potenciais causas para os seus altos consumos de eletricidade. E, claro, irá também aconselhá-lo sobre as melhores opções disponíveis para o seu caso específico.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here