jarros-eletricosSabia que fica mais barato aquecer a água (para fazer chá ou café, por exemplo) num jarro elétrico do que no microondas ou fogão a gás?

É esta a conclusão a que chegou a DECO num estudo que envolveu a comparação do consumo de 5 formas de ferver água: fogão a gás, microondas, jarro elétrico, placa de eletrodinâmica e de indução.

Para além de ser a forma mais económica de ferver água, o jarro ou fervedor elétrico (conhecido também por chaleira elétrica) revelou ser mais rápido e prático na hora de usar. Em alguns modelos consegue-se obter água fervida em cerca de 30 segundos!

Ao contrário dos outros métodos usados para aquecer água, o jarro elétrico interrompe o consumo de energia elétrica no momento em que a água atinge o ponto de ebulição (100ºC), diminuindo assim o desperdício de energia.

Por ser tão rápido e económico a aquecer água, há quem o utilize até para acelerar a confeção de refeições, como por exemplo, para cozer massa esparguete mais rapidamente. Basta juntar a água acabada de ferver na panela da massa e deixar cozer mais um pouco.

Se ainda não tem um jarro elétrico, talvez estes dados lhe sirvam de incentivo para comprar um (se lhe for dar uso, claro). Eu também não fiquei indiferente a esta análise da DECO, e como tal, decidi adquirir esse eletrodoméstico… mas sem gastar dinheiro! Como? Simples, através do catálogo de prémios do Club Nielsen! 😀

Se ainda não conhece o painel de consumidores da Nielsen, recomendo que leia os artigos que escrevi a respeito: Dê a sua opinião sobre o consumo e ganhe prémios e Club Nielsen – o meu primeiro prémio.

Fica a sugestão! 😉

18 COMENTÁRIOS

  1. Olá Miguel,
    É realmente muito práctico…
    Há uns bons anos uma amiga usava o jarro e dizia que era muito práctico, comentei que não achava que fosse assim tão útil; dois anos mais tarde recebi de brinte de uma compra em catálogo um jarro eléctrico… mais tarde pedi-lhe desculpa e reconheci que para mim é muito útil, aquecer a água para cozer arroz, massa, fazer café, chá, água para o saco de água quente, acrescentar água para a sopa que está demasiado grossa…
    Recomendo vivamente, o primeiro que tive ainda tinha o fio agarrado ao jarro, agora já todos têm uma base, assim já não temos de desligar da tomada para pegar no jarro e utilizá-lo…
    Já uso o jarro elécrtico à cerca de 20 anos e não passo sem ele, é imprescindivel na minha cozinha.
    Cumprimentos,
    Teresa C.

  2. Nesta vou ter que dar a mão á palmatoria: o meu marido dizia que o jarro gastava menos que o fogão e eu insitia que não e recusava-me a usa-lo.
    Afinal estava memso enganada. Amanhã já volta para a banca da cozinha 😛

  3. eu tenho um jarro eléctrico e nem lhe dou uso, sempre pensei que fossem uns gastadores de energia electrica, e como está cada vez mais cara… mas a ideia de poder ferver a agua para cozer massa ou legumes agrada-me bastante.
    hoje ainda, quando chegar a casa, vou tirá-lo do armário e começar a por em prática, é que o tempo pra fazer o jantar também é reduzido e ganho minutos preciosos para gastar com as minhas princesas

    • Desde que vi este post que tirei o jarro electrico da caixa e é peço permanente na bancada da cozinha, se gasta mais ou menos que o fogão, não consigo fazer cálculos, mas a verdade é que passei a cozinhar mais rápido, e isso sim é uma grande vantagem para ter tempo para as crianças… Obgda pela dica 🙂

  4. O jarro elétrico dá sempre muito jeito e é muito bom pois faz-nos poupar tempo e dessa forma temos o nosso chá ou café prontos de forma mais rápida e ficam bem quentinhos e saborosos.

  5. Sem dúvida, é um eletrodoméstico que ajuda a poupar tempo e também a poupar (porque gasta menos que o fogão). Pensava que o fogão gastava menos, mas afinal estava enganado.
    Parece que vou compar um.

  6. Eu tenho um e usava-o muito até um dia ficar a olhar para ele e perceber que a água aquece dentro de uma peça de plástico que é o jarro em si… com tanta informação que há agora acerca de BPAs e afins decidi não o voltar a usar para a culinária, apenas o uso para aquecer água para lavar louça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here