Opte por Medicamentos Genéricos

Poupe dinheiro em medicamentos optando pela compra de medicamentos genéricos. Saiba qual o genérico equivalente ao medicamento de marca que necessita.
Medicamentos

Os medicamentos genéricos têm a mesma composição e efeito terapêutico que os medicamentos de marca, a diferença está no preço: são muito mais baratos!

Estes medicamentos só podem ser comercializados após expirar a patente relativa ao medicamento de marca.

Ou seja, existe um período em que apenas é comercializado o medicamento de marca. Esse período permite que o laboratório recupere o investimento efetuado e continue a investir na investigação.

Findo esse período, outro laboratório inicia a produção da versão genérica. Como já não tem necessidade de repetir o processo de investigação, consegue comercializar o medicamento a um preço significativamente mais baixo. Desta forma, a não ser que o seu médico exija o contrário, é mais económico optar pelo medicamento genérico. Uma boa forma de poupar dinheiro na saúde!

Só para lhe dar um exemplo, o conhecido anti-diarreico Imodium, tem (neste momento) um PVP de €4.15, um genérico equivalente de nome Loperamida Generis custa €2.98.

Aconselho-o a visitar o site da Infarmed. Lá encontra uma página de pesquisa de medicamentos onde poderá conhecer o genérico equivalente ao medicamento de marca que necessita, assim como comparar os preços dos mesmos. Aceda diretamente a essa página aqui: Pesquisa Medicamentos

Mas para ter um acesso mais rápido a esse tipo de informação, recomendo que utilize a aplicação Poupe na Receita.

Subscreva a nossa newsletter para ficar sempre a par das novidades e receber alertas de novas amostras grátis e outras oportunidades para poupar e ganhar dinheiro… diretamente no seu email!

Talvez lhe interesse:

17 respostas

  1. Infelizmente, há muitos médicos a não autorizarem o fornecimento de genéricos, ainda não percebi bem porquê… Terá alguma coisa a ver com as viagens e outros prémios afins fornecidos por alguns laboratórios? Fica a questao!

  2. Eles para serem mais baratos têm sempre de ter alguma diferença, por pouca que seja né..
    Mesmo assim em alguns casos opto por genericos. 😀

  3. Andava á procura de um site destes já faz algum tempo 🙂 Eu dou-me bastante bem com genéricos mas conheço pessoas que sentem a diferença e algumas já tiveram reacções alérgicas :/

  4. Isa, é evidente que têm alguma diferença, mas não é no princípio activo porque esse é o mesmo. e é normal que certas pessoas desenvolvam alergia a determinado composto do medicamento, as mesmas deverão desenvolver a mesma alergia se um medicamento de marca tiver o mesmo composto. Realmente existem algumas diferenças visto que, apesar de a substância activa ser exactamente a mesma, a base na qual é incluída não o é, o que pode resultar em diferenças na absorção do medicamento por exemplo. Daí que alguns médicos não queiram receitar algumas marcas.
    O verdadeiro problema são os médicos que não aceitam os genéricos e continuam a receitar os de marca para rigorosamente tudo. E não se esqueçam que os idosos com pensões baixas têm os genéricos de borla…
    .-= Venha ler o meu último post ..Trial Nort’4×4 2009 – 1ª Prova: Braga =-.

  5. Por vezes eu acho que os medicos tem pactos com as farmaceuticas…porque por mais que se peça um genérico eles não passam 🙁

  6. Pois, os médicos têm colocado bastantes entraves à propagação dos medicamentos genéricos. Chegam por vezes até a ser arrogantes com os próprios farmacêuticos. Já ouvi dois casos de pessoas que foram aconselhados na farmácia a mudar para o equivalente ao medicamento que estavam a tomar em genérico pois dessa forma não iriam pagar nada (eram ambas pessoas idosas) e a resposta do médico foi semelhante em ambos os casos: “Eu é que sei, o farmacêutico não é médico”…
    .-= Venha ler o meu último post ..Trial Nort’4×4 2009 – 1ª Prova: Braga =-.

  7. Raramente compro medicamentos mas quando vou á farmácia peço sempre o genérico (caso haja). O problema é que quando é receita por vezes os médicos não deixam usar genéricos.

  8. Se o meu médico de família autorizasse…. mas parece que as farmacêuticas lhes dão uns brindes por cada medicamento “original” que receitem….

  9. o motivo de talacto médico é apenas um: demoram mais a ganhar as benesses que as farmacêuticas lhes dão! Como li no outro dia num blog…. a saúde é cada vez mais uma indústria e os médicos são os industriais bem sucedidos…..

  10. Sempre que vou à farmácia e peço por exemplo um medicamento de marca conhecida, perguntam-me quase sempre se pretendo um genérico, e eu pergunto qual a diferença? E eles dizem sempre, é tudo a mesma coisa, o que muda é o fabricante. Não sei se será só isso, no entanto não tive razão de queixa e opto sempre por genéricos.

  11. Tanta polémica à volta dos genéricos que eu já fico na dúvida, acho que se faz uma tempestade num copo de água à volta deste assunto, já mesmo para as pessoas ficarem indecisas e acabarem por comprar os medicamentos de marca com medo das coisas que se falam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Partilhe este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Sugestão de leitura

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.