Óleo de fritar

Como fazer com que o óleo de fritar dure mais tempo

Depois de fritar uns rissóis ou uns croquetes, rejeita logo o óleo usado?

Talvez o faça para evitar misturar sabores ou até porque o óleo ficou sujo ou com um cheiro desagradável.

Para que esse óleo fique (quase) como novo e assim poder utilizá-lo por mais tempo, experimente o seguinte:

  • Após a fritura dos alimentos, coloque umas rodelas de batata crua. A batata irá absorver grande parte dos sabores no óleo.
  • Mantenha o óleo sem restos de comida. Filtre o óleo sempre que se acumularem sedimentos. Poderá utilizar um simples filtro de café para essa tarefa.
  • Limpe a fritadeira com regularidade. Se utilizar detergente para lavar a fritadeira, deve no final passar com vinagre diluído para neutralizar possíveis restos de detergente. Esses restos de detergente se entrassem em contacto com o óleo iriam proporcionar uma degradação mais rápida do mesmo.
  • Tape bem a fritadeira quando não a estiver a usar para proteger o óleo do contacto com a luz e o ar.

No reutilizar é que está o ganho! 😉


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:

Se gostou do que leu, partilhe com os seus amigos...

16 Comentários

  1. Uma grande alternativa para esta situação é a nova fritadeira da Tefal, Actifry!!! (eleito Produto do Ano 2009).
    Permite fritar um Kg de batata só com uma colher de óleo (verídico, eu mesma já experimentei), e podemos usá-la para fazer outros pratos, por exemplo, fiz lá bifes de atum, entrecosto,etc…pode bem ser usado com uma frigideira sem ser preciso pôr óleo.
    O preço de momento é 209€, mas vale mesmo a pena e a pessoa acaba por usá-la não só como fritadeira.
    Mais alguém já a experimentou?

    1. Conheço quem tem, mas as batatas não saem propriamente fritas, para além de demorarem muito mais tempo a fazer ficam assadas e mais secas.

  2. Olá, por acaso já pensei em comprar essa fritadeira. Mas achei que o preço ainda estava um pouco elevado.
    Vou esperar que baixem o preço 😛

  3. Já faço isto á muito tempo mas assim fico muito melhor servido. Já posso tirar aquela mistura de sabores sem grande esforço 🙂 O óleo é excelente, e digo-vos já que também o podem utilizar como combustivel para o vosso carro (ATENÇÃO SÓ CARROS A GASÓLEO) colocam 60% gasoleo e 40% de óleo. Fuciona, é excelente e limpa bem os injectores. Se quiserem por mais gasolina inicialmente e apenas 10% de óleo usem para experimentar. Vão é sentir que o vosso carro deixa um cheiro a batatas fritas XD Mas já vi muitos por ai assim 🙂

  4. Boa dica! Pois eu normalmente quando fritava rissóis ou panados achava que não poderia reutilizá-lo, mas hei de exprimentar esta ideia 🙂

  5. Uso a Acifry há cerca de dois anos e realmente é óptima. Não dá é para rissóis. Dinheiro abençoado!!

  6. Cá em casa compramos um filtro especifio para os oleos (tem buraco muitooooo pequeninos que mal se vem, mesmo para tirar as imporesas mais pequeninas) custou cerca de 1€.
    Mas essa da batata nao conhecia. Vou passar a utilizar.

  7. Sempre tive receio de que os resíduos de detergente afectassem os alimentos, mas com a técnica do vinagre, já estou mais descansada.

    1. O óleo decompõe-se formando compostos polares iónicos que são potencialmente cancerígenos.
      Ao utilizar-se muito pouco óleo para fritar a alta temperatura, esta característica pode-se ainda agravar mais.
      Para restaurantes e afins conheço uma máquina que filtra o óleo até às 5 milésimas de milímetro retirando as mais finas partículas invisíveis em suspensão no óleo.
      Quem comercializa em Portugal é a HARDBIT Alimentar.
      Na minha casa quando fazemos fritos, nunca guardamos o óleo, é preferível perder 2 euros do que ficar doente e gastar muitas vezes mais na farmácia.

  8. Gostaria de saber se pra colocar as rodelas da batata pode ser no óleo frio ou o óleo tem que está morno.Qual a temperatura o óleo tem que está?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.