Oniomania

oniomaniaAs compras por impulso infelizmente fazem parte do quotidiano de muita boa gente, mas quando o desejo de comprar se torna vício, então podemos estar perante uma doença que em linguagem psiquiátrica se designa por oniomania.

De um modo muito resumido, a oniomania é a doença dos compradores compulsivos – vítimas da sociedade de consumo, ou melhor, da sociedade do desperdício!

Quem padece de oniomania sente um enorme prazer em comprar seja o que for e não consegue controlar os seus impulsos de adquirir cada vez mais.

Este desequilíbrio psicológico leva normalmente o doente a um arrependimento profundo e à acumulação de dívidas caóticas.

Não acredito que este seja o seu caso… pois provavelmente não estaria a ler este texto mas sim a fazer compras online e a gastar todo o seu ordenado no eBay. :P

Mas caso responda sim às seguintes 6 questões, então talvez tenha motivos para se preocupar e procurar ajuda especializada:

  • Não resiste ao impulso de comprar?
  • Gasta mais do que o planeado e prejudica-se financeiramente?
  • Sente que prejudica os seus planos de vida e o das pessoas em seu redor?
  • Sente necessidade de efectuar uma compra de qualquer forma, independentemente do produto comprado?
  • Compra frequentemente coisas que não usa ou usa muito pouco?
  • Contrai dívidas acima do valor do seu rendimento mensal?

Caso pretenda mais informações ou aconselhamento sobre oniomania, sugiro-lhe que contacte o Dr. Pedro Hubert (psicólogo clínico especializado em adicção).

Partilhar no...Share on Facebook45Tweet about this on Twitter1Share on Google+1Share on LinkedIn1Pin on Pinterest0Buffer this pageEmail this to someone

3 respostas

  1. STELA diz:

    Gostaria de saber algum livro que aborde o tema “ONIOMANIA”. OBRIGADA

  2. fabio diz:

    alguem pode me informar se existem livros sobre oniomania?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>