7 dicas para evitar ser assaltado quando viaja

Vai viajar? Conheça alguns conselhos para o fazer com a máxima segurança possível, evitando ser assaltado ou envolver-se em problemas.

carteira-bolso

Viajar é um dos melhores passatempos de todos. Aliás, estudos recentes até já provaram que viajar faz bem à saúde mental. No entanto, existem também alguns riscos inerentes para os quais convém estar preparado. E o mais comum de todos tem a ver com os roubos e assaltos.

A possibilidade de roubo durante as viagens aterroriza muitas pessoas. Esses receios são, por norma, diretamente proporcionais à pobreza do país que se está prestes a visitar e ao tempo que se estará ausente.

Sempre que algo de mau acontece, seja em viagem ou em casa, é sempre terrível. Sentimo-nos abusados, magoados! No entanto, quando acontece durante uma viagem, os problemas e complicações aumentam: não falamos o idioma daquele país, não conhecemos o local, não temos os documentos necessários para resolver a situação, etc.

Subscrever a Newsletter do Poupa e Ganha

Se está a preparar uma viagem para breve, convém ter isso em atenção. Portanto, confira de seguida 7 dicas bastante simples para evitar ser assaltado quando viaja.

Informe-se sobre o destino para onde vai viajar

Fazer o trabalho de casa é meio caminho andado para evitar dissabores quando viaja. É certo que o prazer de viajar é partir à descoberta, sem grandes planos, mas um pouco de pesquisa prévia não faz mal a ninguém.

Portanto, antes de embarcar pesquise na internet ou junto de pessoas que possa conhecer e que vivam no destino, quais os sítios mais perigosos. Todas as cidades têm ruas ou bairros menos seguros que outros. Não necessita de os evitar, mas conhecê-los ajuda-o a manter-se prevenido quando os visita. Além disso, no destino, procure não caminhar sozinho em ruas mal iluminadas ou mais desertas. No fundo, basta seguir as mesmas recomendações que toma na sua cidade normalmente.

Mantenha o dinheiro escondido

Evite levar consigo muito dinheiro e procure não ostentar riqueza. Quando viajamos, principalmente para um país com uma moeda diferente da nossa, podemos cair na tentação de trocar logo uma grande quantia de dinheiro. Se o fizer, não o coloque todo na carteira e distribua-o por duas bolsas, por exemplo.

Existem sempre olhares atentos nos sítios mais inesperados, por isso procure não dar muito nas vistas quando vai pagar algo. Mantenha-se discreto.

Além disso, pagar com o cartão de crédito é também uma boa opção para evitar carregar grandes quantias de dinheiro. Contudo, tenha atenção ao utilizar o cartão em locais que não lhe ofereçam grande confiança, uma vez que é bastante fácil clonar os cartões de crédito hoje em dia.

Um cartão muito recomendado e utilizado por viajantes habituais, é o Revolut.

Use roupas simples e discretas

Use roupa barata, simples e discreta. Esta não é a melhor altura para exibir roupa de marca. Cores berrantes e padrões originais devem ser evitados. Deve mostrar que não tem muito para roubar para não se tornar um alvo potencial.

Prefira usar um relógio barato, ou até mesmo nem usar relógio. A carteira deve ser mantida no bolso da frente virada horizontalmente (se possível amarrada com uma corrente) para evitar assaltos súbitos.

Mantenha as mochilas ou bagagem seguras

Nos restaurantes, evite as mesas perto das portas. Um ladrão pode agarrar a sua mala e fugir muito facilmente. É uma boa ideia manter a sua bagagem debaixo da mesa e com a alça à volta de uma perna.

Se tiver possibilidade para tal, adquira um rastreador GPS e mantenha-o escondido dentro da mala. Caso esta seja roubada, será mais fácil de a localizar.

Também é aconselhável instalar uma aplicação anti-roubo no seu telemóvel para o poder localizar facilmente.

Nos comboios ou outros transportes públicos, principalmente durante a noite, use a sua mochila como almofada ou durma a abraçá-la. Não basta colocá-la na bagageira superior ou debaixo do banco, pois qualquer ladrão pode chegar até ela.

Tire fotocópia dos documentos e utilize uma carteira falsa

Os nossos documentos são talvez a coisa mais importante que temos quando viajamos: um passaporte perdido pode ser o início do fim de uma aventura maravilhosa.

Todos os hotéis têm um cofre no quarto que pode utilizar para guardar os documentos mais importantes que não vai necessitar, incluindo o bilhete de avião, por exemplo.

Deve andar sempre identificado na rua, por isso tire uma fotocópia ao passaporte e deixe-a também no cofre. Se o perder ou for assaltado, a cópia poderá vir a ser muito útil.

Também é boa ideia manter uma cópia digitalizada dos seus documentos na cloud (como no Google Drive, por exemplo).

Além disso, se tiver grandes quantias de dinheiro consigo, deixe algum guardado também. Quando sair, leve a carteira num bolso interior, onde seja mais difícil alguém ter acesso.

Pode também recorrer a um truque bastante antigo, mas extremamente eficaz, que passa por usar uma carteira falsa num bolso de exterior. Isso poderá atrair o assaltante e desviar a sua atenção para um engodo inofensivo.

Desconfie se for abordado na rua

Quando viajamos é muito fácil sermos abordados na rua. Se isso acontecer, tenha cuidado e mantenha alguma distância até ter a certeza de que é seguro. Principalmente, se for abordado por mais do que uma pessoa, já que normalmente os assaltantes atuam em grupo.

Se achar o motivo da abordagem pouco credível ou descabido, procure não dar grande conversa e confiança e desloque-se para um local mais movimentado. Evite, no entanto, ser mal-educado ou desagradável, mas seja seguro e assertivo. Proteja os objetos de valor.

Não seja “turista”

No fundo, é tudo uma questão de bom-senso. Quando viajamos é muito fácil demonstrarmos que somos turistas, até porque vamos andar de mapa na mão (ou de GPS) e a tirar fotografias. Não há mal nenhum nisso, mas convém manter-se atento.

Já demos o exemplo de não andar sozinho em becos escuros ou ruas pouco movimentadas, mas evite também beber demasiado em territórios desconhecidos, por exemplo. No fundo, seja responsável. É meio caminho andado para evitar assaltos quando viaja.

Também poderá gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.