praia

Conseguir poupar dinheiro nas férias não exige um esforço assim tão grande como parece à partida!

Neste artigo trazemos-lhe imensas dicas que o vão surpreender! Desde dicas para encontrar alojamento bom e barato, conseguir voos ao melhor preço, poupar nos transportes, poupar nas refeições, até mesmo dicas para evitar ser assaltado nas férias!

Tentei compilar aqui dicas menos conhecidas, deixando de parte aquelas mais básicas e que são do conhecimentos da maioria das pessoas. Não lerá aqui dicas do tipo “fique em casa para poupar nas férias”! O objetivo é espairecer, relaxar, divertir-se, passear, desfrutar… sem se privar de nada e ao mais baixo custo!!! 😉

Fica também o convite para que também partilhe nos comentários as suas melhores dicas para poupar dinheiro nas férias.

Poupar dinheiro no alojamento e no voo

Janela de avião

É no alojamento e no voo que normalmente vai uma grande fatia do nosso orçamento para as férias! Por isso é importante sabermos como encontrar alojamento mais barato, mas sem sacrificar no nosso conforto, assim como as passagens aéreas mais económicas sem ter de aumentar o número de escalas até ao destino.

Felizmente existem imensas dicas e recursos na internet que nos ajudam a encontrar soluções a preços muito em conta.

1. Tripaya – Encontre voos e hotéis ajustados ao seu orçamento

O Tripaya é um serviço de pesquisa online que nos indica os pacotes de viagens e hotéis mais adequados ao nosso orçamento.

Imagine que não faz ideia do destino para onde quer ir, já andou a saltar por várias agências de viagem, já fez imensas pesquisas na internet e ainda não encontrou exatamente o que (o seu bolso) pretende!

Basicamente, no Tripaya você começa por dizer quanto quer gastar e a ferramenta indica-lhe para onde poderá ir com esse montante.

Ficou ansioso por saber o que pode fazer com o dinheiro que tem disponível para as suas férias? Visite já o site do Tripaya!

Se quiser ler o que já foi falado sobre essa plataforma aqui no Poupa e Ganha, espreite aqui.

2. Reserve quartos de hotel que ofereçam cancelamento gratuito

Sempre que possível, reserve com antecedência a melhor tarifa que encontrar online, garantindo que seleciona acomodações com cancelamento gratuito. Assim, se entretanto encontrar mais barato, poderá fazer uma nova reserva e cancelar a anterior sem qualquer custo.

Por exemplo, o Booking oferece cancelamento gratuito na maioria dos quartos, assim como a possibilidade de pagar apenas no alojamento.

Booking - Cancelamento Gratuito

E se aliar esta dica à sugestão que se segue, aumenta a probabilidade de poupar ainda mais dinheiro! 😉

3. Pruvo – Reserve o mesmo hotel por um preço mais baixo!

Reservou um quarto de hotel para as suas férias e está convencido que fez o melhor negócio da sua vida! Será mesmo? 😛

E se poucos dias antes do check-in no hotel, descobrir que o preço baixou para metade? É no mínimo frustrante…

O Pruvo é a solução para evitar esse tipo de frustrações.

Trata-se de um serviço que monitoriza a todo o momento a oscilação de preços das reservas de hotéis já feitas, e quando deteta que o mesmo quarto com as mesmas condições, se encontra mais barato, alerta-o por email para que altere de imediato a sua reserva para aproveitar essa redução de preço. E sim, pode alterar a sua reserva sem qualquer problema, desde que a reserva inicial tenha a opção de cancelamento gratuito.

Saiba mais sobre essa plataforma no artigo que já publicamos anteriormente aqui.

4. Reserve diretamente com o hotel

Depois de uma pesquisa exaustiva de preços de hotéis e depois de ter encontrado um que lhe agrada e por um preço que lhe parece muito bom, só lhe resta fazer uma coisa: telefonar para o hotel na expectativa de baixar ainda mais preço.

Já me aconteceu encontrar um quarto de hotel no Booking a um preço muito bom. Mas antes de prosseguir com a reserva, precisei de telefonar para esse hotel apenas para esclarecer uma dúvida. Para minha surpresa, a meio da conversa o funcionário propôs-me um preço melhor do que aquele que estava no Booking se fizesse a reserva naquele momento por telefone! Portanto, confirmo esta teoria! 😉

5. Reserve hotéis “às escuras” com o Hotwire

O Hotwire é um site de reserva de hotéis bem diferente do habitual!

No Hotwire as reservas de hotéis são feitas um pouco “às escuras”! Só nos é revelado em que hotel vamos ficar, depois de concluirmos a reserva.

Baseado no nosso local de destino, data de check-in e check-out e o nº de pessoas, o site apresenta-nos os hotéis onde poderemos ficar, mas não podemos escolher o que queremos. Só descobrimos em que hotel vamos ficar alojados, depois de pagarmos.

Hotwire
O Hotwire exibe os hotéis com base nos nossos critérios de pesquisa, mas apenas revela o hotel onde vamos ficar depois de pagarmos a reserva.

Como é que o Hotwire consegue preços tão baixos? Para os hotéis, ter um quarto de vago dá prejuízo. Como tal, eles buscam sempre por manter a sua ocupação máxima, nem que para isso tenham de reduzir o preço para seu limite mínimo.

Mas os hotéis não querem apregoar por todo o lado esse preço mínimo, pois correriam o risco de nunca mais ninguém lhes querer pagar o preço total. É aí que entra o Hotwire, que ao lhe apresentar uma lista com os possíveis hotéis, nunca lhe revela o preço de cada um desses hotéis. Apenas saberá qual dos hotéis está aquele preço, depois de pagar.

Atenção: as reservas de hotel feitas neste site, não são reembolsáveis.

6. Airbnb e Wimdu – Alugue acomodações locais

A Airbnb é uma comunidade de anfitriões e viajantes que se tem tornado cada vez mais popular nos últimos anos, de tal forma que é agora possível encontrar casas e quartos para alugar em quase todos os cantos do mundo.

Regra geral, sai muito mais barato optar por alugar um apartamento na Airbnb do que um quarto de hotel. Para além do preço por noite ser mais barato, ainda tem, na maioria dos casos, acesso à cozinha, loiças, etc, o que lhe permite cozinhar e poupar nas refeições.

Convido-o a ler o relato da minha primeira experiência com a Airbnb que foi muito positiva e bastante económica! 🙂

Aproveito também para informar que neste momento ao se registar na Airbnb ganha €35 de desconto ao reservar a sua primeira estadia no valor de €65 ou mais.

O Wimdu tem um funcionamento muito semelhante à Airbnb, mas não é tão conhecido. Mas fica a sugestão dessa alternativa, quem sabe ainda encontra por lá um preço ainda mais em conta. Leia o que já escrevemos sobre essa plataforma aqui.

7. Hospedar-se num albergue

Hospedar-se num albergue é uma das formas mais baratas de passar a noite fora de casa!

Os hostels ou albergues são frequentemente procurados por jovens que pretendem um alojamento barato mas acolhedor.

Se não se importar de prescindir de alguns luxos, alojar-se num hostel pode lhe fazer poupar muito dinheiro na estadia.

Mas não pense em albergues como apenas dormitórios para turistas de mochila às costas. Muitos oferecem quartos privados e familiares, tornando-os uma das melhores alternativas baratas aos hotéis.

Apesar de poder pesquisar por albergues diretamente no Booking, existem vários sites dedicados à busca de albergues em todo o mundo, como por exemplo o HostelBookers e o HostelWorld.

Caso pretenda alojar-se num albergue em Portugal, convido-o a ler o seguinte artigo: Albergues em Portugal.

8. Troca de casas

O TrocaCasa é a versão portuguesa do HomeExchange, líder mundial de troca de casas para férias.

É uma alternativa de férias em que duas famílias combinam trocar as suas casas. Saiba mais sobre esta forma de poupar dinheiro nas suas férias aqui: Troca de casas para férias.

9. CouchSurfing – Viajar com estadia gratuita

Com algumas semelhanças com a sugestão anterior, o CouchSurfing é uma ferramenta online a que muitos viajantes recorrem para encontrarem alojamento gratuito.

Com o Couchsurfing, pode ficar alojado na casa de habitantes locais em todos os países do mundo. O objetivo desse projeto, mais do que permitir poupar imenso dinheiro em estadias, é proporcionar a troca cultural e de experiências entre os membros da comunidade.

Mas atenção: nem tudo são flores no Couchsurfing! 🙁

Existem imensas histórias de experiências de CouchSurfing espalhadas pela internet. Umas mais positivas do que outras.

Existem casos conhecidos de membros da comunidade que utilizaram a plataforma como se de um sistema de “engates” se tratasse, o que acaba por dar má reputação a esta alternativa. Veja por exemplo esta notícia de um jovem português que viveu uma experiência aterradora em Nova Iorque.

Portanto, caso pondere esta alternativa gratuita, tenha imenso cuidado e siga todas as medidas de segurança indicadas no site CouchSurfing.

10. Encontre voos mais baratos

Quando queremos procurar um voo barato, o mais certo é começarmos por entrar num site de uma companhia aérea low-cost, como a Ryanair ou a EasyJet, e fazermos lá a nossa pesquisa. Podemos até ter a sorte de encontrar logo de imediato um preço bem vantajoso, mas se abrirmos um pouco mais o nosso leque de pesquisa, podemos conseguir um preço ainda melhor.

Imagine que o voo de ida para um determinado destino, até é mais barato na Ryanair, mas no entanto, o voo de volta fica mais económico se vier pela EasyJet. Nesse caso, se apenas pesquisasse numa das companhias, estaria a perder dinheiro.

Existem vários motores de busca de voos na internet que o podem ajudar a encontrar o melhor preço possível. Enumerando apenas alguns: Google Flights, momondo, Skyscanner e eDreams.

Mas para esmiuçar ao máximo os preços dos voos, teria de dedicar imenso tempo a comparar as ofertas de todos os sites de comparação de preços! Parece-lhe uma tarefa bastante exaustiva? Então recorra a um serviço que já faz essa comparação por si, o CheapFlightsFinder!

Para além de comparar preços dos voos, o CheapFlightsFinder tem uma outra funcionalidade bem interessante! Ele deteta preços de voos que estão ridiculamente baixos devido a enganos das companhias aéreas. 😛

Pelos vistos esses enganos por parte das companhias aéreas não são assim tão raros. Um erro informático ou um funcionário exausto, podem ser responsáveis por colocar mal a casa decimal de um preço, por trocar um “100€” por “10€”, ou algo pior ainda.

Esses erros são, normalmente, rapidamente descobertos e corrigidos pelas companhias. Mas se conseguir reservar o voo antes deles darem por ela, estará a poupar imenso dinheiro!

Veja o vídeo abaixo que explica resumidamente como isto funciona:

A momondo também tem uma funcionalidade bem útil e que merece destaque. Conheça-a aqui: Previsão de Voos.

11. Seja compensado pelo atraso ou cancelamento do seu voo

Sabia que se nos últimos 3 anos esteve num voo atrasado ou cancelado, pode ter direito a uma compensação que pode chegar aos 700$?

Numa publicação feita pela DECO em agosto de 2017, podemos ver uma tabela com os valores da indemnização a que se tem direito se formos afetados por atraso do voo ou cancelamento, overbooking ou se tivermos problemas com a bagagem.

Nessa mesma publicação são mencionados os direitos dos passageiros aéreos e de que modo podem fazer valer esses direitos.

Seja como for, se se deparar com uma situação destas, a via mais fácil é pedir ajuda à AirHelp – uma startup que se dedica a ajudar passageiros de todo o mundo a conseguir indemnizações por atrasos, cancelamentos ou sobre-lotações de voos.

12. Compre voos separados

Já me aconteceu e já ouvi relatos de outras pessoas que passaram pelo mesmo.

Se ao pesquisar o preço de um voo, se deparar com uma mensagem do tipo “Só existem 3 lugares a este preço”, ao comprar bilhetes para 4 pessoas, o sistema aplica a tarifa seguinte para todos os passageiros.

Exemplificando: um voo Porto – Madrid está a 20€ por pessoa, mas o site alerta que só existem 3 lugares a esse preço, sendo a tarifa seguinte de 40€.

Você precisa de comprar 4 bilhetes, e como tal seleciona 4 lugares na pesquisa. Resultado: 160€ para pagar! Se tivesse comprado os lugares em separado (3 lugares na primeira vez e o quarto lugar à posteriori), o valor total seria de apenas 100€.

13. Limpe os cookies do seu navegador antes de pesquisar hotéis e voos

Antes de mais, convém explicar o que é um cookie. Resumidamente, um cookie é um ficheiro que é gravado no seu computador quanto visita um site pela primeira vez. Assim, nas suas próximas visitas a esse mesmo site, este acede ao cookie e recorda-se das suas escolhas da visita anterior.

Certamente já reparou que quando faz uma pesquisa de um quarto de hotel ou de um voo, mesmo desligando e ligando o computador, muitos sites “lembram-se” das suas preferências, tais como as datas da viagem e o número de pessoas.

Há quem afirme que se não eliminarmos o nosso histórico de navegação, os sites reconhecem-nos e aumentam propositadamente os preços. A ideia é que se estamos a visitar novamente o site, é porque fazemos mesmo questão de concretizar a compra, por isso aumentam o preço para aumentarem o lucro.

Para muitos este é um “mito urbano”, para outros é um facto comprovado! De qualquer modo não custa nada fazer a experiência. Um truque que pode fazer para tirar isso a limpo, é abrir uma janela em modo de navegação anónima e fazer a mesma pesquisa de preços para ver se nota alguma diferença.

Limpar os cookies é muito fácil mas o método varia consoante o navegador que está a utilizar. Faça uma pesquisa no google e irá encontrar imensos sites a explicar como o fazer.

14. Viaje em época escolar

Para quem, como eu, tem filhos, esta sugestão não faz lá muito sentido. Para os outros, pode até ser a dica que mais dinheiro os fará poupar!

Regra geral é quando os miúdos estão na escola que os preços dos voos e da acomodação ficam muito mais baratos. Portanto, se não tem filhos, aproveite para reservar as suas férias fora do período de férias escolares.

Poupar dinheiro na alimentação nas férias

Omolete

Um dos fascínios de viajarmos para fora do nosso país, para outras culturas, é mesmo a oportunidade de provarmos comidas novas. Mas mesmo ficando por cá, só o facto de fazermos uma pausa na cozinha e de não termos de ser nós a cozinhar, já é algo bastante agradável! 🙂

Por isso, pouparmos de forma muito radical nas refeições, seria privarmos-nos de alguns dos maiores prazeres das nossas férias, e não é esse o nosso objetivo aqui.

15. Aproveite da melhor forma o pequeno-almoço do hotel

Acredite, há quem fique hospedado em hotéis num regime que inclui pequeno-almoço, e deixe passar a hora dessa refeição por se deixar dormir até tarde!

Parece uma dica bastante óbvia, mas o ideal aqui é deixar sempre o despertador programado para que isso não lhe aconteça. Afinal, estaria a perder uma refeição pela qual já pagou!

Não tem o almoço incluído na sua estadia? Experimente num dia ou outro (ou todos os dias, se assim quiser), tomar o pequeno-almoço do hotel o mais tarde possível de forma a ficar saciado até mais tarde e poder saltar o almoço.

16. Leve um jarro purificador de água

Especialmente se vai viajar para um destino com um clima quente, vai querer manter-se sempre bem hidratado e nem sempre temos água gratuita nos hotéis ou no local onde ficamos acomodados.

Uma solução para poupar na água engarrafada, é beber água da torneira. Mas para se sentir mais seguro e até para dar um melhor sabor à água, recomendo que leve consigo um jarro purificador de água. Ou se quiser algo mais prático, tem esta garrafa com filtro.

Tome nota que existem lugares onde nem mesmo filtrando a água esta fica própria para consumo. Recordo-me de um local onde estive em que nem para lavar os dentes a água da torneira servia. Nesses casos, nem arrisque sequer!

17. Substitua algumas refeições por batidos substitutos de refeição

Quem segue o Poupa e Ganha já deve ter visto alguns artigos meus a divulgar marcas de batidos substitutos de refeição. Pois ria-se quem quiser, mas uma das utilidades que lhes dou é mesmo para substituir algumas refeições nas férias. Como tenho vindo a apregoar, esses batidos saciam q.b., são muito nutritivos, super práticos e permitem poupar imenso dinheiro em refeições. Em média, cada refeição nunca fica por mais de 2.50€.

Se vai uma semana de férias para um local, por mais especial que este seja a nível gastronómico, não tem necessariamente de “experimentar” a gastronomia local em todas as refeições. Pode poupar algum dinheiro em 2 ou 3 almoços se levar consigo uns batidos substitutos de refeição.

Para além disso, por serem tão práticos, são excelentes para quando vai passear, fazer uma caminhada, para levar para a praia, etc.

18. Optar ou não pelo regime de tudo-incluído

A não ser que tenha a sorte de encontrar um bom negócio, regra geral o alojamento com regime de tudo-incluído fica bastante mais caro na altura da reserva.

Mas o que é certo é que esse regime na maioria das vezes até acaba por compensar. E quem experimenta um resort com regime de tudo-incluído, normalmente fica fã e depois não quer outra coisa… been there done that! 🙂

Tudo depende do tipo de férias que quer fazer. Quem pretende umas férias mais relaxadas a aproveitar o hotel e sem se afastar muito do mesmo, esse regime compensa imenso. Mas se a sua intenção é mais de passear pela zona, o que implica sair muitas vezes do hotel, talvez não compense assim tanto, já que o mais certo é ter de fazer algumas refeições por sua conta fora do hotel.

Seja como for, estando em regime de tudo-incluído, pode pedir ao hotel para lhe preparar uma marmita com uma refeição para as suas saídas mais curtas. Já estive num hotel que faziam isso sem qualquer problema, apenas tínhamos de avisar na receção e eles punham a comida numas embalagens a fazer lembrar as dos Happy Meals para levarmos connosco para fora do hotel.

Concluindo, faça as contas por alto às refeições que vai fazer e compare com o extra que paga ao optar pelo regime de tudo-incluído. Inclua também o fator “comodidade” nesse cálculo! 😉

19. Use a app Mygon para encontrar promoções em restaurantes perto de si

Se planeia passar férias no nosso país, a Mygon pode-lhe vir a ser muito útil para poupar dinheiro em refeições nos restaurantes.

É muito simples! Imagine que vai dar um passeio pela cidade e entretanto chega a hora do almoço ou do jantar. Basta entrar na aplicação da Mygon no seu telemóvel e, com base na sua localização, são-lhe apresentadas as promoções em vigor. Caso alguma lhe interesse, pode fazer logo ali na app a sua reserva.

À medida que vai usufruindo das promoções existentes na Mygon, vai também acumulando pontos que pode mais tarde trocar por prémios.

A Mygon não serve apenas para encontrar promoções em restaurantes. Pode também encontrar por lá descontos noutras áreas, tais como alojamento, lazer e desporto, saúde e beleza, entre outros.

Se quiser, pode ler um relato de uma das muitas experiências que já tive com a Mygon.

Poupar nos transportes

Taxi

Quer seja apenas para se deslocar do aeroporto até ao hotel ou para passear pela cidade, poderá ter necessidade de recorrer a transportes públicos ou até mesmo alugar um carro.

Eis algumas dicas para poupar nas suas deslocações nas férias.

20. Chame um Uber

Nem sempre compensa, mas convém termos em conta essa alternativa para nos deslocarmos dentro das cidades.

Pela minha experiência, o Uber compensa mais quando temos pessoas suficientes para encher um carro, pois muitas vezes, fica mais barato do que os bilhetes individuais de comboio ou camioneta. E claro, o conforto é outro!

Se ainda não utilizou a Uber, pode aproveitar um desconto na sua primeira viagem utilizando o nosso código promocional uberpoupaeganha.

21. Utilize o serviço de transfers da Ryanair

Mais uma vez, falo pela experiência positiva que tive com o serviço.

Quando está a fazer a reserva online de um voo no site da Ryanair, este é um dos serviços que a companhia aérea lhe tenta impingir! Das primeiras vezes que vi esses anúncios da Ryanair, pensei “lá está a Ryanair a ver se me apanha mais dinheiro”, mas depois de analisar bem, cheguei à conclusão que compensava e muito no meu caso.

Este serviço de reserva de transportes terrestres da Ryanair pode fazê-lo poupar muito dinheiro no transporte do aeroporto para o hotel e vice-versa.

Faça uma simulação e veja se compensa para o seu caso: Ryanair Transporte.

Experimente também fazer a mesma simulação na Rideways – o serviço de transfers do Booking.

22. Poupe no aluguer de automóveis

Também no site da Ryanair poderá encontrar oportunidades para alugar carro a um preço vantajoso, mas se quiser poupar muito mais, opte por alugar um carro a um particular.

Existem várias plataformas que permitem alugar carros a particulares a preços incrivelmente baixos, duas delas já divulgamos aqui: a BookingDrive e a Parpe. Infelizmente só funcionam em Portugal, por isso esta dica só é viável para quem vai para fora cá dentro.

Da mesma forma, também poderá ganhar dinheiro alugando o seu próprio carro nessas plataformas. Se vai de férias e vai deixar o seu carro parado na garagem ou à porta de casa, porque não deixá-lo a render um dinheiro extra? 😉

Para outros países europeus, existe uma plataforma semelhante, a Drivy.

Mais umas dicas extra para poupar nas férias

Sim, ainda tenho mais uns truques na manga para ajudar a poupar ainda mais nas férias. 😛

23. Inscreva-se no Beruby

Já reparou que muitas das dicas que aqui dei passam por comprar algo online? As reservas de hotéis, dos voos, o aluguer de automóveis, etc… hoje em dia tudo isso pode ser tratado através da internet.

E se pretende mesmo recorrer à internet para planear e reservar as suas férias, vai adorar saber que ainda pode ganhar dinheiro com isso!

O Beruby é um site de inscrição e utilização totalmente gratuita, que nos permite poupar e ganhar dinheiro ao fazermos compras online (cashback) nas lojas parceiras.

Recomendo que instale a extensão do Beruby no navegador Google Chrome ou Firefox. Dessa forma, cada vez que visitar uma loja online parceira, a extensão alerta-o para que aceda através do Beruby e possa receber o cashback após realizar a compra.

E são várias as lojas onde poderá obter cashback, tais como a agência de viagens Abreu, Edreams , Booking, Europcar, Logitravel, Pestana Hotéis, Avis, entre muitas outras.

Por exemplo, neste momento, assim que entra no site do Booking, essa extensão avisa-o que pode ganhar 3.50% de cashback. Assim como se entrar no site do eDreams, avisa-o que pode ganhar até 20€.

Extensão Beruby

Conheça melhor o Beruby aqui: Plataforma de cashback para ganhar dinheiro nas compras online.

24. Aprenda a regatear preços

O ato de regatear o preço de algo pode não ser uma prática muito bem vista em determinados países, mas em outras culturas não só é uma atitude corrente como é, inclusive, incentivada. Em zonas como o norte de África – países como Marrocos, Tunísia ou Egito -, a América do Sul ou nos bazares asiáticos, regatear faz parte do ato de comprar e de ir às compras.

Portanto, se vai viajar para um país onde regatear seja prática comum e pretenda comprar algo numa feira ou num bazar, saber como regatear pode ajudá-lo a poupar muito dinheiro.

25. Aproveite as visitas guiadas gratuitas

Sabia que pode conhecer uma cidade, a sua história, arquitetura, estilo de vida, acompanhado por um guia local, de forma gratuita?

Existem sites onde pode reservar visitas guiadas gratuitas em diversas cidades! Para além do enriquecimento cultural, pode ainda conhecer locais menos turísticos e novas pessoas com diferentes estilos de vida.

Veja alguns exemplos de plataformas online onde pode reservar visitas guiadas gratuitas:

Se não pretender recorrer a esses guias, pode sempre utilizar uma espécie de “guia turístico” para smartphone que já utilizei muitas vezes e recomendo, o Google Trips. É genial!

26. Utilize a Tiqets para poupar tempo em filas de atrações

Apesar de não estar relacionada com uma poupança de dinheiro direta, achei que fazia todo o sentido mencionar na mesma aqui a Tiqets, já que lhe pode fazer poupar imenso tempo nas filas de atrações turísticas. E como tempo é dinheiro… 🙂

A Tiqets permite-lhe reservar bilhetes para imensas atrações à última da hora através do telemóvel. Pode fazer a reserva dos bilhetes no site desse serviço ou através da app disponível para Android e iPhone. Após pagamento recebe de imediato os bilhetes via email, SMS ou na app. Não precisa sequer de imprimir nada, basta mostrar os bilhetes no seu telemóvel para entrar nos locais.

27. Aproveite o espaço livre da sua mala para ganhar dinheiro

Mais uma daquelas dicas que lhe vai parecer no mínimo invulgar!

O Canubring é uma espécie de rede social que tem como objetivo ligar as pessoas que querem comprar coisas de qualquer parte do mundo, com os viajantes que lhes podem trazer essas coisas!

Dando um exemplo, imagine que vai passar férias a Itália e tem bastante espaço de vago na sua mala de viagem. Você pode registar essa sua viagem no site Canubring e se alguém daqui de Portugal precisar de enviar algo para Itália, pode combinar consigo os pormenores do envio assim como o montante a pagar pelo serviço. Da mesma forma, quando regressar, pode também transportar algo de Itália para cá e ganhar ainda mais dinheiro.

É uma boa forma de ganhar um dinheiro extra para gastar nas suas férias!

Por motivos de segurança, ao utilizar este serviço tenha em atenção o seguinte:

  • Não deixe de verificar o que vai ser colocado na sua bagagem.
  • Nunca aceite um pacote fechado. Você precisa ver o conteúdo.
  • Evite itens de valor excessivo.

Quer ganhar mais espaço vago na sua mala para melhor aproveitar esta dica? Veja aqui: Aproveite ao Máximo o Espaço da sua Mala de Viagem!

28. Leve consigo o Cartão Europeu de Seguro de Doença

Ficar doente em plenas férias no estrangeiro não é propriamente a melhor forma de as desfrutar. Mas se não pode prevenir que isso aconteça, pelo menos pode prevenir ter gastos avultados com os hospitais.

Se ainda não tem, recomendo vivamente que peça já o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença. Esse documento é gratuito e tem validade de três anos.

O Cartão Europeu de Seguro de Doença dá-lhe direito a ser tratado nos 28 estado da União Europeia, bem como na Islândia, no Liechtenstein, na Noruega e na Suíça, nas mesmas condições e ao mesmo custo que as pessoas cobertas pelo sistema de saúde público do país onde se encontra. Ou seja, dá-lhe o direito a ser tratado como qualquer residente local.

Tendo em conta que esse cartão tem de ser emitido e enviado para sua casa, recomendo que trate de fazer o pedido o quanto antes. Se achar que não o vai receber a tempo para o levar na sua viagem, pode pedir um certificado provisório, que lhe garante os mesmos benefícios.

29. Evitar ser assaltado nas férias

Nunca ninguém quer pensar nisso, mas ser assaltado ou roubado arruína certamente as férias de qualquer um.

Não podemos eliminar esse risco, mas podemos pelo menos fazer os possíveis para tornar menos provável de acontecer.

Confira aqui 5 dicas simples para evitar ser assaltado quando viaja e como evitar que a sua mala de viagem seja roubada.

Mas não é só no local para onde viaja que deve ter cuidado para não ser roubado. Lembre-se que ao ir de férias deixa a sua casa desabitada e à mercê dos gatunos.

Sabia que pode pedir às forças de segurança GNR e PSP para vigiar a sua residência durante o seu período de férias. Visite a página da Operação Verão Seguro do Ministério da Administração Interna para mais informações.


Se as dicas aqui listadas ainda não lhe forem suficientes, espreite mais estas aqui:

Partilhe você também as suas dicas nos comentários.

Só me resta desejar-lhe umas boas (e poupadas) férias! 😉

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, adorei as dicas!!!! Não imaginava que havia tanto serviço na internet assim tão úteis. Principalmente o PRUVO, parece ser um “must use” para poupar dinheiro em reservas de hotéis.
    Achei curioso não falarem aqui do Trivago, por exemplo. Mas talvez seja por não querem falar de sites mais conhecidos.

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.