dinheiro-calculadora

Todos nós procuramos formas de poupar dinheiro no nosso dia-a-dia, especialmente nestes dias de crise financeira que correm. E todos os dias surgem novas invenções, plataformas ou conselhos de especialistas que nos ajudam a não gastar tanto dinheiro nas atividades quotidianas.

No entanto, o que não nos apercebemos é que, na maior parte das vezes, acabamos por gastar dinheiro em coisas aparentemente sem importância, que fazemos quase por instinto. Podem não ser grandes somas de uma só vez, mas se formos ver o somatório acaba por ser um rombo considerável no orçamento mensal. Por isso, deixamos aqui 15 gastos desnecessários que fazemos normalmente sem sequer nos apercebermos, de forma a ajudá-lo a evitá-los.

1. Comprar produtos de marca

Na maior parte das vezes nem sequer pensamos. Chegamos ao supermercado com a lista de compras e pegamos nos produtos que habitualmente levamos para casa. E nem sequer olhamos e comparamos os preços.

É certo que há produtos que a marca é sinónimo de qualidade, mas na maioria dos casos não existe grande diferença entre um produto conhecido e a sua alternativa genérica. Basta comparar os rótulos e perceber que os ingredientes são praticamente iguais.

Produtos genéricos como gel de banho, ingredientes básicos ou produtos para o lar têm tanta qualidade quanto os de marcas famosas. E esta dica tanto se aplica ao supermercado como à farmácia, por exemplo.

Medicamentos genéricos
Poupe dinheiro optando por medicamentos genéricos

2. Ir às compras com fome

É um erro de principiante. Ir às compras com fome é tiro certo para acabarmos por gastar dinheiro desnecessário em snacks e outros produtos alimentares. A fome torna-nos mais suscetíveis para comprar coisas que não precisamos e que iremos aproveitar pouco. O mesmo se passa quando vamos às compras com muito tempo livre, uma vez que acabamos por nos demorar mais tempo nos corredores do supermercado e encher o carrinho com produtos que não necessitamos assim tanto. Portanto, sempre que for às compras, faça antes uma lista do que realmente precisa e mantenha-se fiel a ela.

3. Tomar as datas de validade por certas

As datas de validade dos produtos, especialmente dos alimentares, serve sobretudo de aviso indicativo. Um alimento que passa da validade num dia não fica automaticamente estragado. Obviamente que isto se aplica a produtos embalados que estão bem conservados, de acordo com as indicações respetivas. Por isso, se o seu pacote de massa passou da validade um dia ou dois, não o deite fora e corra imediatamente ao supermercado para comprar outro. Aproveite-o.

Além disso, uma boa dica também para poupar dinheiro passa por aproveitar os produtos que estão prestes a ultrapassar o prazo validade no supermercado e que, por isso, estão em promoção.

4. Apenas pagar com cartão

É certo que os cartões de crédito e de débito são extremamente cómodos e até podem ser mais seguros. No entanto, não deixam também de ser extremamente inconvenientes. Além de nos levarem a gastar mais dinheiro do que às vezes temos, visto que o facto de não termos as notas no bolso faz com que não nos apeguemos tanto a ele, os bancos cobram na maior parte dos cartões, taxas de utilização que são desnecessárias. Por isso, habitue-se a levantar dinheiro ao início da semana e manter-se fixo a esse orçamento. Isso ajudará a poupar também.

Leia também:  Água da Torneira - 1000 Vezes Melhor

5. Fazer compras online

Tem os dados do cartão de crédito memorizados no computador? E costuma fazer compras online, seja nas lojas de comércio eletrónico, seja nos extras dos jogos de vídeo? Então deixe-se disso imediatamente.

Primeiro, elimine os dados do cartão do seu computador ou smartphone. Ao tê-los à mão irá fazer mais compras por instinto do que realmente necessita. Aqueles 5 euros que gasta hoje no Candy Crush e amanhã no trial do outro jogo na internet podem parecer inofensivos, mas todos contabilizados no final do mês irão fazer mossa no seu orçamento.

Conheça mais dicas para não esbanjar dinheiro online.

6. Não usar a pressão do ar certa nos pneus do carro

Parece um ponto idiota, mas não é. Confirmar a pressão certa dos pneus do seu automóvel, não só é uma questão de segurança como o ajuda a poupar dinheiro, uma vez que vai gastar menos gasolina. Se se costuma esquecer de verificar a pressão dos pneus, então coloque um aviso no telemóvel e faça-o regularmente.

7. Não aproveitar os saldos

Quando precisa de uma peça de roupa costuma ir à loja e comprar a que mais gosta? E que tal parar um pouco, comparar os preços com outra loja e, em vez de o fazer no centro comercial, fazê-lo nas páginas das marcas na internet? Muitas vezes poderá encontrar promoções que compensam e o ajudam a poupar dinheiro. Não faça compras por impulso. Esperar pelos saldos não significa poupar em detrimento da qualidade.

8. Evitar a higiene diária

Chega cansado a casa e vai diretamente para a cama sem lavar os dentes? A falta de prevenção vai levá-lo mais cedo do que pensa ao dentista e ele vai agradecer por isso.

Tem pouco tempo para almoço e não lava as mãos para poupar tempo? Arrisca-se a apanhar uma infeção e depois tem que faltar ao trabalho, enquanto fica doente em casa. E quem agradece é o seu médico.

Também não tem tempo para cozinhar e há uma casa de fast food já na esquina? Os maus hábitos alimentares refletem-se na sua saúde da mesma forma.

Por isso, arranje tempo para os seus hábitos de higiene diários. Prevenir é melhor do que remediar e, além de cuidar de si, estará a poupar a sua carteira a medicamentos e outros produtos médicos.

9. Utilizar lâminas descartáveis

Se faz a barba todos os dias e usa lâminas descartáveis, então fique a saber que isso é um erro. Essas lâminas ficam obsoletas muito rapidamente e, feita a contabilidade no final do ano, irá gastar muito mais dinheiro com elas do que com as outras que não são descartáveis. E o mesmo se aplica às mulheres e às suas lâminas para a depilação.

Leia também:  Usadão - Pesquise e Compare Preços de Artigos Usados de Forma mais Rápida e Simples

10. Comprar garrafas de água

Opte por garrafas reutilizáveis

Devemos beber muita água por dia e é normal andarmos com uma garrafa connosco. No entanto, sempre que tiver sede não necessita de ir comprar uma garrafa ao café mais próximo. Até porque a água não é propriamente barata. Arranje uma garrafa de plástico e reutilize-a. Encha-a na torneira de casa e ande com ela no seu saco ou na sua mochila.

11. Ir mais do que uma vez por semana ao supermercado

Quando vai às compras opte por fazer o avio para todo o mês. Além de poupar dinheiro, ao comprar produtos de maior quantidade (e, consequentemente, mais baratos na relação preço/tamanho), não gastará tanta gasolina e energia em ir ao supermercado várias vezes à semana, sempre que precisa de algo. Ajuste esse simples hábito à sua rotina e o seu orçamento mensal vai agradecer também.

12. Ser desorganizado

E certo que para certas pessoas é extremamente complicado, mas ser desorganizado custa dinheiro. Fazer um esforço para combater isso ajuda-o a poupar e a não fazer gastos desnecessários. Perder as chaves com frequência, o carregador do telemóvel, a pendrive do seu computador… tudo isso leva a gastos desnecessários, que no final do ano vão refletir-se na sua carteira.

13. Comprar vários produtos de limpeza

Não necessita de comprar todos os produtos de limpeza que vê anunciados na televisão. O mercado coloca à sua disposição detergentes para a casa de banho, outro para o chão, mais um para os azulejos e outro para a madeira. A maioria deles são desnecessários. Salvo casos específicos de determinados tipos de madeira, qualquer produto de limpeza é adequado para a maioria das superfícies. Confira no rótulo os ingredientes e opte por um.

14. Usar máquina de café de cápsulas

Como bons portugueses que somos não conseguimos passar sem café. Nos últimos tempos, a tendência é comprar uma máquina de cápsulas. Além de serem mais limpas, rápidas e cómodas, permite poupe dinheiro em relação a ir bebê-lo ao café todas as vezes. No entanto, mais económico que essas máquinas são as tradicionais. Pode fazer uma cafeteira pela manhã e depois aquecê-lo nas horas seguintes.

15. Consumir bebidas energéticas

Se costuma beber bebidas energéticas, abandone esse hábito. Além de não serem propriamente baratas, se o faz regularmente o mais certo é que o seu corpo se habitue rapidamente a elas e passe a necessitar de beber mais quantidade para que elas façam efeito.

De qualquer forma, se quiser mesmo beber bebidas energéticas, entre outras gaseificadas, existe uma alternativa que se poderá revelar mais económica. Veja aqui: Faça Bebidas Gaseificadas em Casa

Conhece mais algum gasto desnecessário que normalmente fazemos sem nos apercebermos? Deixe o seu comentário. 😉

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu posso acrescentar um gasto desnecessário que tenho e que pretendo largar este ano… FUMAR!!! 🙁
    É mau para a saúde e para a carteira!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here