Orçamento apertado: como melhorar a sua situação financeira

Vive com orçamento apertado e com dificuldade em pagar as contas. Conheça algumas dicas que o podem ajudar a fazer face às despesas.

Carteira vazia

Existem momentos da nossa vida em que temos de viver (ou sobreviver) com um orçamento demasiado apertado – são aquelas fases angustiantes em que não sabemos se vamos conseguir fazer face a todas as nossas despesas e obrigações. Talvez seja uma mãe ou pai solteiro, tenha um emprego precário, acabou de se divorciar ou vive há longos anos com dívidas que se vão acumulando. Independentemente do panorama que se aplica a si, existem formas de tentar aliviar a sua situação e de até de dar a volta por cima.

Ninguém quer, obviamente, viver com um orçamento apertado, mas há momentos em que precisamos de controlar as nossas despesas e prestar melhor atenção ao destino do dinheiro.

Lembre-se de que não importa quanto dinheiro tem, o que importa é como o gere. Só porque não aufere valores elevados, não significa que não possa se tornar “PRO” na gestão do seu dinheiro!

Neste artigo divulgamos algumas dicas para se tornar um melhor gestor do seu dinheiro em tempos de sufoco financeiro.

Molde a sua mentalidade em relação ao dinheiro

💡
Descubra as melhores oportunidades para poupar e ganhar dinheiro!
Clique aqui para saber mais.

Em primeiro lugar, precisa de saber gerir a sua mentalidade relativamente ao dinheiro. Quando se depara com um orçamento apertado e com dificuldade em suportar as suas despesas, o stress pode apoderar-se de si e levá-lo a encarar a vida de uma forma muito negativa.

Há muitas coisas que pode fazer para tornar a sua situação mais fácil de gerir.

Todos temos momentos do passado que influenciam a nossa forma de pensar sobre o dinheiro. Para começar a lidar melhor com as suas finanças, independentemente do quanto tenha, é importante começar por lidar com a sua mentalidade relativamente ao dinheiro. Quanto mais positivo se sentir quando pensa em dinheiro, menos stress causará e mais eficiente poderá ser na gestão do que tem.

Portanto, reflita sobre o que moldou a sua perspetiva atual sobre dinheiro. Pode ser algum acontecimento da sua infância, uma boa ou má experiência recente.

Agora pense no futuro que deseja para suas finanças. É importante ser realista e lembrar que nem todos nós vamos ser milionários. Não há problema em não estar a poupar muito dinheiro neste preciso momento. O mais importante é não entrar em dívida de consumo e evitar retroceder. Concentre-se em manter as suas finanças estáveis, não em afundá-las.

Lembre-se de que o mais importante ao lidar com dinheiro é focar-se no que está sob o seu controlo. Muitos fatores externos têm um enorme impacto sobre as nossas finanças, mas muitos deles não podemos controlar, como a inflação, impostos, crises financeiras, etc. Não deixe que esses fatores o afetem. Concentre-se nas coisas práticas que realmente pode controlar.

Como disse Oscar Wilde: “A verdadeira felicidade não é ter tudo, mas estar satisfeito com tudo o que tem”. É importante encontrar gratidão e alegria nas pequenas coisas da vida, ao invés de se concentrar apenas na busca por mais.

Não se deixe influenciar

As redes sociais fazem-no sentir mal porque os seus amigos ostentam uma vida de luxo quando você tem a conta com saldo negativo? Se as redes sociais o fazem sentir rebaixado, talvez seja melhor evitar seguir esses seus amigos por uns tempos, pelo menos até que a sua situação financeira estabilize.

Em primeiro lugar, é importante que saiba que só porque alguém aparenta ser rico num post do Instagram, isso não significa necessariamente que o é. Existem até mesmo casos de quem se endivida apenas para impressionar os outros!

Não entre nesse jogo. Certamente não quererá contrair dívidas e ficar na bancarrota só para poder impressionar alguém (que nem sequer gosta)!

Prefira se impressionar a si próprio e não aos outros. Melhor do que ter roupas caras, um carro de luxo ou uma casa cujas fotos ficam fantásticas no Instagram, é orgulhar-se de ter trabalhado duro para melhorar a sua situação, mesmo tendo um rendimento limitado e uma série de obstáculos pela frente.

Faça por se rodear de influências positivas, principalmente por pessoas que já tenham passado por situações semelhantes à sua e que tenha saído vitoriosas. Assegure-se que tem uma rede de apoio sólida de amigos e familiares, e siga contas de Instagram e canais de YouTube que o inspirem. E mantenha distância de qualquer coisa que o faça se sentir mal.

Concentre-se no que é realmente importante

Para viver bem, precisa de um lugar para morar, meios de transporte (público ou particular), pagar as suas contas básicas e ter comida na mesa. Estes são os seus objetivos principais. Embora todos gostássemos de ter dinheiro para tudo o que desejamos, às vezes precisamos nos lembrar das necessidades básicas.

Para controlar as suas despesas, é importante que tenha um orçamento equilibrado, gastando menos do que ganha. Crie uma folha de Excel ou escreva num papel todas as suas despesas e receitas para poder identificar onde pode haver melhorias.

Se constatar que gasta mais do que ganha, algo precisa mudar. Pode ser temporário, mas é importante encontrar formas de reduzir os seus gastos básicos. Verifique as ofertas de telecomunicações mais baratas, considere morar com outras pessoas para reduzir os custos de habitação, verifique se pode poupar dinheiro noutros supermercados ou comprar produtos perto do fim do prazo de validade, por exemplo. Analise todas as opções para economizar.

Poupe ou corte nos gastos supérfluos

Este é o momento de cortar nos gastos desnecessários. Tem uma subscrição Premium de algum serviço, como YouTube ou Spotify? Volte à versão gratuita e com anúncios. Precisa de roupa? Procure primeiro na Vinted. Seja criativo neste momento de aperto e corte em tudo o que não puser em causa a sua saúde física e mental. Lembre-se que quando finalmente conseguir estabilizar as suas finanças, poderá voltar a reconquistar alguns desses “luxos”.

Algumas ideias para começar:

  • Compre roupas em segunda-mão ou troque com amigos e familiares.
  • Adira à moda da marmita.
  • Troque a sua inscrição no ginásio por treinos ao ar livre ou em casa.
  • Partilhe boleias ou, se viável, opte por transportes públicos.
  • Reduza os cafés fora de casa.

Aqui o Poupa e Ganha encontrará ainda mais ideias para o ajudar a poupar.

Garanta que faz sempre os melhores negócios

Quando foi a última vez que tento renegociar alguma das suas despesas fixas?

Por vezes, basta um simples telefonema para reduzir algumas despesas, tais como o prémio do seguro automóvel, o tarifário do seu telemóvel, o spread do crédito habitação, etc. E se não conseguir um preço mais vantajoso, verifique se compensa mudar de fornecedor. Não tenha medo de telefonar e de regatear! Não tem nada a perder e pode ter muito a ganhar.

Lembre-se que, em alguns casos, a renegociação poderá implicar o corte de algum benefício ou um prolongamento do período de fidelização. Se não for entrave para si, aceite.

Não contraia mais dívidas

Um dos principais objetivos quando se trata de gerir dinheiro em situações de orçamento apertado, é não contrair mais dívidas. Ou seja, nada de créditos ou esquemas leve agora pague depois.

Invista nas suas dívidas! Se tiver várias dívidas, aplique o método “bola de neve” para as ir pagando. Esse método consiste em listar todas as suas dívidas, ordenando-as do menor para o maior valor em dívida e ir liquidando-as por essa ordem até que todas tenham desaparecido.

Se a dívida for um problema persistente na sua vida, tente obter apoio junto dos diversos sistemas de apoio ao sobre-endividamento existentes em Portugal.

Seja paciente com a constituição de poupança ou investimento

Enquanto estiver numa situação financeira delicada, será difícil considerar colocar algum dinheiro de lado, constituir um fundo de emergência e, muito menos, começar a investir. O que é completamente compreensível, já que estará focado em sustentar as suas necessidades básicas e a sua saúde.

No entanto, convém recordar que assim que a sua situação económica comece a estabilizar, deverá direcionar tanto quanto conseguir para a constituição de um fundo de emergência e, posteriormente, ponderar investir (em certificados de aforro ou ETFs, por exemplo).

Recorra a todos os programas de apoio disponíveis

Faça uma pesquisa sobre todos os programas de apoio financeiro que o estado coloca à sua disposição.

Desde material escolar gratuito, isenção do IMI, tarifários de água ou energia mais acessíveis, apoio ao arrendamento, entre outros incentivos fiscais, nem todas as pessoas conhecem os apoios que o município onde residem oferece. Com o objetivo de ajudar as famílias a conhecerem todos os apoios disponíveis em cada município, o governo lançou o portal T-Invest – uma plataforma que reúne todos os apoios disponibilizados pelas autarquias para empreendedores e famílias.

Aproveite ofertas e descontos

Se segue o Poupa e Ganha, sabe que damos bastante relevância às amostras grátis, campanhas “experimente grátis” e muitas outras oportunidades.

Graças a essas oportunidades, já por diversas vezes fizemos refeições gratuitas, ou conseguimos algo que precisávamos com um desconto imbatível. Recomendamos que subscreva a nossa newsletter para se manter a par de todas as novidades.

Portanto, torne-se mestre de tudo o que é oportunidade para obter ofertas ou descontos. Aproveite da melhor forma as plataformas de cashback e cartões que oferecem cashback, mas sempre sem cair na tentação de os utilizar para compras supérfluas.

Ganhe dinheiro extra

Se além das restrições económicas a que se sujeitar para reverter a sua situação financeira, conseguir encontrar forma de obter mais rendimentos, mais rapidamente conseguirá conquistar a tão desejada estabilidade.

Faça o que puder para obter um pouco mais de rendimento. Existem imensas formas de ganhar dinheiro online e offline. Só tem de encontrar algo que se adeque às suas aptidões e disponibilidade horária.


Uma situação de orçamento apertado não tem de durar para sempre. Com algumas regras e muita disciplina, em breve estará no bom caminho. 🙂


Receba alertas de amostras grátis, dicas de poupança e outras oportunidades incríveis diretamente no seu email:


Veja também:


Messenger Poupa e Ganha
Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *